RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net

Ouça pelo Listen 2 My Rádio

Imagem relacionada
Loading ...
Loading ...

sábado, agosto 05, 2017

Carroceiro é morto a tiros na cidade de Upanema

Segundo as primeiras informações, na manhã de hoje, 05 de agosto, o carroceiro conhecido apenas como “Zé do Ouro” chegou num local de feira livre, no centro da cidade de Upanema, e teria sido surpreendido pelas costas, por dois elementos armados. Ele foi atingido e morreu em cima da carroça, que utilizava para trabalhar.

Sem mais detalhes

Fonte: O Câmera
Leia Mais ››

TENTATIVA DE ASSALTO TERMINA COM UMA PESSOA FERIDA VÍTIMA DE AGRESSÃO EM UM BAR NO SÍTIO EMA ZONA RURAL DE MOSSORÓ-RN

A polícia militar e uma equipe do SAMU foram acionadas por volta das 21:00hs desta sexta feira, para o Sítio Ema, localizado por trás do Conjunto Nova Mossoró, após a Estrada da Raiz. As informações que chegaram ao COPOM, que dois elementos tentaram praticar um assalto em um bar na localidade,uma pessoa teria reagido e foi ferida .
De acordo com as primeiras informações os meliantes anunciaram o assalto com uma arma de pressão,e atingiram a vítima identificada como Raimundo Nonato Ferreira 57 anos de idade com uma coronhada que acabou batendo com a cabeça no chão.

Fonte: Passando na Hora
Leia Mais ››

Polícia Militar desarticula grupo criminoso que agia na cidade de Campo Grande no Oeste do RN

Uma operação em conjunto envolvendo policiais militaras das cidades de Assu e Campo Grande, desarticulou, nesta sexta feira 04 de agosto, um grupo criminoso que vinha praticando arrombamentos em residências na cidade de Campo Grande no Oeste do RN. 

De acordo com o sargento Tássio, comandante do pilotão da PM na cidade, constantes denuncias chegavam ao destacamento onde vítimas relatavam a ação dos bandidos. 

Além de furtos na área urbana, os criminosos também agiam na zona rural do município. A Polícia Militar local com apoio do GTO de Assu realizou a operação, conseguindo prender pelo menos quatro indivíduos integrantes do grupo. 

Foaram presos, Mayk Douglas Anselmo da Costa com 18 anos, Francisco Rafael de Araújo Varela, 18 anos de idade, France Ildo Francisco Veloso da Silva com 28 anos, além de um adolescente de 15 anos de idade. 

Segundo o sargento Tássio, todos foram autuados em flagrante como incurso no crime de furto qualificado e encaminhados à Cadeia Pública de Caraúbas, com exceção do menor que foi conduzido para o Centro Integrado de Atenção à Pessoa com Deficiência (CIAD) em Mossoró. 

A Polícia conseguiu ainda recuperar vários objetos que haviam sido furtados de uma residência localizada no sítio Veneza, na zona rural do muncipio.

Objetos furtados de uma casa no sítio veneza e recuperados pela PM

Fonte: Fim da Linha
Leia Mais ››

Mulher vai visitar o marido na cadeia e fica presa. Motivo: Levava droga para o companheiro

Uma mulher foi visitar o marido na cadeia e acabou sendo presa, por tentar entrar com droga para dentro da unidade prisional. 

O caso foi registrado na manhã desta sexta feira 04 de agosto na Cadeia Pública de Caraúbas, região Oeste do RN. Cleodilza Nobrega de Lima de 37 anos, levava cerca de 9 gramas de cocaína dentro de uma caixa de sabão em pó. O material ilícito seria para o companheiro dela, Flávio Fernandes de Arruda Nóbrega, que está preso naquela unidade por homicídio qualificado (artigo 121). 

Durante a revista feita pelos agentes penitenciários de plantão, foi detectada a presença da droga acondicionada ao recipiente. 

De acordo com informações do diretor da unidade,Sérgio Ildefonso Gomes a infratora foi conduzida à Delegacia da Polícia Civil e depois dos procedimentos encaminhada ao Pavilhão Feminino da Penitenciária Márfio Negócio em Mossoró RN.

Fonte: Fim da Linha
Leia Mais ››

PM reage a assalto, atira em suspeito e é baleado em Natal

Um soldado da Polícia Militar reagiu a um assalto, baleou um dos suspeitos e acabou atingido na mão e na virilha no início da manhã deste sábado (5), no bairro Igapó, na Zona Norte de Natal.
Segundo a PM, o crime aconteceu por volta das 6h30. O militar foi identificado como soldado Belchior, lotado na Companhia Independente de Prevenção ao Uso de Drogas (Cipred) - responsável pela ronda escolar.
De folga e sem farda, ele estava próximo a um estabelecimento comercial onde foi anunciado um assalto.
"Quando percebeu a ação, ele se protegeu e anunciou prisão contra os assaltantes. Na troca de tiros, acertou um dos dois criminosos", informou o comandante do 4º Batalhão da PM, major Marcos Lisboa. No confronto, o PM foi baleado na mão e na virilha.
Mesmo ferido, o suspeito baleado fugiu com o comparsa em uma moto. O soldado Belchior foi socorrido para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Potengi, na Zona Norte. Em seguida, ele saiu da unidade com parentes para ir pronto-socorro Clóvis Sarinho. Ele não corre risco de morte.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Com imagens de câmeras de vigilância, polícia identifica e prende suspeito de arrombamentos a bancos no RN

Carro abandonado por suspeito tinha materiais usados em arrombamentos a bancos, segundo polícia  (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)
Um homem de 22 anos, suspeito de integrar uma quadrilha de assalto a bancos no Rio Grande do Norte, foi preso pela equipe da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor). A prisão foi nesta sexta-feira (4), em Parnamirim, na Grande Natal.
Segundo a Polícia Civil ele foi identificado como o motorista que abandonou um veículo com materiais para arrombamento no dia 7 de julho, em Natal. O automóvel modelo Pajero TR4 foi encontrado com uma marreta de ferro, um alicate de pressão, pés de cabra, barras de ferro e grampos, na margem da BR 101, próximo a Estátua do Pórtico dos Reis Magos, na Zona Sul da capital.
A polícia chegou ao suspeito através de imagens de câmera de segurança, que flagraram a ação. Segundo os investigadores, ele é responsável por conseguir automóveis para as ações criminosas. Durante a prisão, a polícia também apreendeu drogas na casa do suspeito.

Equipamentos usados em arrombamentos estavam dentro de carro  (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)
Equipamentos usados em arrombamentos estavam dentro de carro (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

Fonte: G1
Leia Mais ››

Bandidos fazem reféns e explodem caixa eletrônico em Nísia Floresta, no RN

Prédio desabou após explosão em caixa eletrônico em Nísia Floresta (Foto: Shâmala Jewur/ InterTV Cabugi)Uma ação criminosa assustou os moradores de Nísia Floresta, região metropolitana de Natal, na madrugada deste sábado (5). Uma quadrilha fortemente armada invadiu a cidade, disparou tiros em várias ruas e fez moradores reféns, enquanto explodia um caixa eletrônico. As informações são da Polícia Militar. O terminal pertence ao banco Bradesco.
Na fuga, os criminosos ainda trocaram tiros com militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). Ninguém foi preso.
Segundo o tenente Moisés de Almeida, oficial de plantão no 3º Batalhão da PM, o crime aconteceu por volta das 2h30. Ainda é possível que o bando tenha atacado o cofre de uma agência dos Correios que fica no mesmo ponto comercial do caixa eletrônico. Parte do prédio desabou após a explosão.
De acordo com a PM, pelo menos três carros, entre eles uma caminhonete, foram usados pelos criminosos. A polícia não tem o número preciso de criminosos, que contavam com armas de grosso calibre, como fuzis.
"Quando chegaram na cidade, eles se espalharam em vários pontos do centro e ficaram atirando. Também pegaram algumas pessoas que estava bebendo e fizeram reféns. Elas tinham que ficar gritando que estavam sob o poder deles perto da Companhia da Polícia Militar, para os policiais não atirarem", disse o oficial.
Confronto
Ao fugir, a quadrilha deixou grampos de ferro na estrada, para evitar perseguição. Duas bananas de dinamite não deflagradas foram encontradas no local da explosão.
O Bope chegou ao município minutos após a fuga dos criminosos e iniciou uma busca na região. Parte do bando foi encontrado em um matagal no bairro de Cajupiranga, já em Parnamirim, também na Grande Natal.
Segundo o tenente Rafael Dias, oficial do batalhão, houve confronto. Na troca de tiros, os carros de polícia foram alvejados. Nenhum militar se feriu. Os bandidos conseguiram fugir de carro.
Segundo a PM, o Corpo de Bombeiros foi acionado para avaliar a estrutura do prédio. A Polícia Civil vai investigar a explosão do caixa eletrônico. Já o caso da agência dos Correios será apurada pela Polícia Federal.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Suspeito de matar jovem em rebelião no Lar do Garoto é apreendido no RN

Um adolescente de 15 anos, suspeito de envolvimento em uma das mortes de sete internos, na rebelião ocorrida no Centro Socioeducativo Lar do Garoto, em junho deste ano, em Lagoa Seca, foi detido nesta sexta-feira (4) em Parelhas, no Rio Grande do Norte. Segundo o delegado da Polícia Civil, Henry Fábio, o jovem já foi transferido novamente para o Lar do Garoto.
Ainda segundo o delegado, o adolescente é natural de Juazeirinho, no Seridó paraibano. A operação para apreender o suspeito aconteceu após uma ligação anônima e foi realizada em uma ação conjunta entre as polícia civis da Paraíba e do Rio Grande do Norte.
Relembre o caso
Sete internos morreram no Centro Socioeducativo Lar do Garoto, em Lagoa Seca, no Agreste paraibano, após uma rebelião no dia 3 de junho. Dois jovens ainda ficaram feridos após um tumulto na madrugada. Em seguida, grupos rivais iniciaram uma briga dentro da unidade. Os internos atearam fogo em colchões e móveis.
A direção do Lar do Garoto informou que os internos que morreram foram carbonizados ou esquartejados. Os feridos foram levados para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande.
Na época, a Comissão de Direitos Criminais da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Paraíba (OAB-PB), declarou que a unidade tem capacidade para 40 internos, mas abrigava 218.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Jovem é morto a tiros em frente a escola de Macaíba, na Grande Natal

Após assassinado de jovem, aulas foram suspensas em escola de Macaíba (Foto: Ivan Lemos/ InterTV Cabugi)Um jovem de 18 anos foi assassinado a tiros em frente a uma escola de Macaíba, região metropolitana de Natal, na tarde desta sexta-feira (4). Uma jovem que também estava no local no momento do crime ficou ferida com estilhaços das balas, mas não corre risco de morte.
As informações são da Delegacia de Polícia Civil do município. Dois adolescentes são suspeitos do assassinato e estão sendo procurados pelos agentes. Os investigadores atribuem o crime a uma briga entre facções criminosas rivais.
Segundo a polícia, o crime aconteceu por volta das 16h, em frente à Escola Municipal Vereador Pedro Gomes, no conjunto IPE, centro de Macaíba . Os dois atiradores chegaram ao local e dispararam tiros de pistola calíbre 12 contra a vítima.
Houve pânico na escola, que estava no horário de intervalo do turno vespertino. Após o caso, as aulas da tarde e da noite foram suspensas.
A polícia informou que a moça sofreu apenas ferimentos superificiais, não precisou ser socorrida a uma unidade de saúde, foi para casa e passa bem.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Servidores da saúde decidem encerrar greve após 36 dias de paralisação

Governo se comprometeu em lançar edital de concurso no mês de setembroOs servidores da saúde do Estado reuniram-se nesta sexta-feira (04), para avaliar as negociações e a greve iniciada no dia 30 de junho. O Sindsaúde apresentou um documento assinado pela secretária da Casa Civil, Tatiana Mendes, com compromissos assumidos nas audiências.

A maioria dos presentes à assembleia decidiu suspender a greve e retornar ao trabalho na próxima troca de plantão, às 19h.

O Governo se comprometeu em publicar o edital do concurso público até o dia 15 de setembro e a realização das provas e convocação dos aprovados ainda neste ano. O total de vagas oferecidas – 402 – não foi ampliado.

Também foi acordada a implantação da mudança de nível de 2016 até novembro. A de 2015 – pauta da greve passada – será implantada na próxima folha, com retroativo a junho. O Governo também se compromete a retomar o pagamento mensal de lotes no valor de R$ 250 mil, referente à dívida do IPERN com os servidores, interrompido há dez meses.

O Governo não deu respostas sobre a normalização do calendário de pagamento e não retirou o Projeto de Lei que está na Assembleia Legislativa, e que prevê o aumento de 3% na contribuição dos servidores ao Ipern. No entanto, a Casa Civil se comprometeu a manter o texto sem tramitar, recolocando em pauta caso a PEC da Previdência seja aprovada no Congresso Nacional.

Os servidores também decidiram manter a campanha em defesa dos hospitais regionais, ameaçados de fechamento ou de mudança de perfil, e contra a reforma da Previdência, que deve ser votada no segundo semestre.

Uma nova assembleia será realizada em aproximadamente 30 dias, para avaliar a implantação dos compromissos. Também foi aprovada a ampliação da comissão que revisa a Lei da Produtividade, com o objetivo de corrigir as distorções atuais e distribuir os valores de forma mais justa entre hospitais e funções.

Fonte: O Mossoroense
Leia Mais ››

Governo do RN sanciona novo Código contra Incêndio e Pânico nesta segunda-feira

Código em vigor foi aprovado em 1974
O Governo do Estado do Rio Grande do Norte sancionará nesta segunda-feira (7) o novo Código de Segurança Contra Incêndio e Pânico do RN, em solenidade realizada no quartel do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte, às 11h.

O Código antigo era de 1974. Como o novo Código, o Estado passa a contar com um instrumento atualizado às mais modernas tecnologias e procedimentos contra incêndios e controle de pânico, possibilitando, assim, uma atuação mais efetiva na proteção à vida dos cidadãos e ao patrimônio público e privado.

Durante a solenidade, o governador Robinson Faria fará a entrega de duas Viaturas de Resgate (ambulâncias), que darão suporte ao Serviço de Atendimento Pré-Hospitalar do CBMRN (SAPHU), um veículo ABSR (Auto Busca Salvamento e Resgate), 23 monitores LCD que serão utilizados no Serviço Técnico de Engenharia.

Além da entrega dos novos fardamentos à Corporação. Esse conjunto de equipamentos reforçará a estrutura do Corpo de Bombeiros e dará melhores condições de atendimento à população do Rio Grande do Norte. O total de investimentos é de R$ 1.065.000,00.

Ainda para o segundo semestre de 2017 está previsto a aquisição de material para salvamento em altura, de combate a incêndio, de uniformes, Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), reformas de unidades operacionais, construção de reservatório de água para combate a incêndio nas cidades de Mossoró e Caicó, entre outros que somam o montante superior aos R$ 600 mil. Além disso, a Corporação ainda fará a aquisição de mais seis viaturas administrativas e uma pick up.

NOVO CÓDIGO

“O novo código nos traz a atualização das exigências para uma realidade atual, haja vista que o nosso código antigo era datado de 1974, que já encontrava-se obsoleto. Agora, as normas ficaram mais atuais, mais claras e concisas, diminuindo os entraves encontrados pelos profissionais na confecção de projetos, compilando todas as normas em uma fonte única de consulta, que é o CESIP”, explicou o comandante do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte, coronel Sócrates Vieira de Mendonça Junior.

Entre os pontos mais importantes do Código de Segurança Contra Incêndio e Pânico do RN estão os novos parâmetros de classificação de edificações; a possibilidade da confecção de Instruções Técnicas pelo CBMRN, que facilita a atualização e correção de normas; o estabelecimento de prazos por parte do CBMRN para análise e vistoria de edificações, sendo esses prazos de 30 dias, prorrogáveis por mais 30 em casos justificados; para edificações classificadas como de baixo risco para a ocorrência de incêndios, será emitido, todo de forma digital, o Certificado de Licenciamento do Corpo de Bombeiros (CLCB), sem a necessidade prévia de vistoria para a liberação do documento, visando à desburocratização do processo de licenciamento de empresas; a possibilidade de liberação do Atestado de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) com medidas compensatórias, a informatização de todo o processo de liberação por parte do Corpo de Bombeiros; padronização das taxas, que serão calculadas sobre a metragem da edificação; prazo de validade das licenças ampliado para dois anos, nos casos de imóveis residenciais multifamiliares e imóveis de baixo risco; benefício para a micro e pequena empresa com a possibilidade de parcelamento das taxas de análise e vistorias em até cinco vezes.

“Na prática, a mudança no trabalho de vistorias se dará que ela tende a ser mais uniforme, haja vista a unificação das normas. Os processos tendem a ficar bem mais rápidos, pois os empreendimentos que se enquadrarem no CLCB terão liberação sem vistoria prévia, ficando passiveis de uma vistoria fiscalizatória a qualquer momento, além dos prazos de 2 anos para esses tipos de edificações e das residenciais multifamiliares. O que antes demorava um prazo de 120 dias deverá ser feito em 30 dias”, explica o coronel Sócrates.

Com exceção das edificações residenciais unifamiliares, todas as demais precisam de vistoria do Corpo de Bombeiros. Com a vigência do novo Código, aquelas edificações que se enquadrarem no CLCB (baixo risco) terão a sua liberação sem a vistoria prévia, ficando passiveis de fiscalização a posteriori, e as que não se enquadrarem precisam de vistoria previa para que obtenham a liberação da sua documentação no CBMRN.

Caracterizam-se como alto risco as edificações ou áreas de risco que se enquadrarem nos seguintes parâmetros: área construída superior a 750m²; imóvel com mais de três pavimentos, sendo o subsolo mais 2; imóvel destinado a comercialização ou armazenamento de líquido inflamável ou combustível acima de 250 L; imóvel destinado a utilização ou armazenamento de gás liquefeito de petróleo (GLP) acima de 90 kg; imóvel que comporte lotação superior a cem pessoas, quando se tratar de local de reunião de público; imóvel destinado a comercialização ou armazenamento de produtos explosivos ou substâncias com alto potencial lesivo à saúde humana, ao meio ambiente ou ao patrimônio; em imóvel que possua subsolo com uso distinto de estacionamento; extração de petróleo e gás natural; fabricação de pólvoras, explosivos e detonantes; fabricação de artigos pirotécnicos; fabricação de fósforos de segurança; comercial varejista de fogos de artifício e artigos pirotécnicos; e estruturas provisórias. Se a edificação não se enquadrar nesses parâmetros, ela é considerada de baixo risco.

Fonte: O mossoroense
Leia Mais ››

Sob risco de prisão, Lula vaticina: ‘Vamos voltar’

Lula passou a sexta-feira na Zona Sul da cidade de São Paulo. À noite, discursou para uma plateia companheira num evento do PT. Condenado a 9 anos e 6 meses de cadeia, ignorou o risco de prisão que o assedia para vaticinar: “Esperem as eleições de 2018, que nós vamos voltar…”

Septuagenário, o pajé do petismo revelou que, para se manter em forma, costuma exercitar outros músculos além da língua: “Tenho 71 anos de idade. Estou novo, garotão. Faço duas horas de ginástica por dia. Levanto às cinco da manhã. Estou quase ficando bombado. Faço 7 km todo dia, além da musculação —faça chuva ou faça sol. Quero mostrar que um velhinho de 72 anos, com tesão por esse país, vai fazer muito mais do que um jovem sem tesão.”

Sem mencionar a Lava Jato, Lula voltou a fazer pose de perseguido político. Em timbre megalomaníaco, insinuou que seus algozes prejudicam toda a população brasileira: “…Se eles querem fazer alguma coisa comigo, se eles querem evitar que eu tenha a possibilidade de concorrer em 2018, se eles querem julgar o meu governo é uma coisa. O que eles não podem —por uma questão moral, política, de decência e de respeito —é, para me prejudicar, prejudicarem 204 milhões de brasileiros, sobretudo a maioria do povo trabalhador…”

Réu em cinco ações penais, já sentenciado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, Lula disse coisas assim: “Se tiver corrupção, tem que ser preso quem roubar. Empresário roubou, tem que ser preso. Político roubou, tem que ser preso. Juiz roubou, tem que ser preso. Qualquer um que roubar.” No caso do PT, disse o oligarca da legenda, o que mais incomodou os rivais não foi a corrupção, mas a ascensão social dos pobres.

Escorando-se em autocritérios, Lula jactou-se de sua ex-presidência. “O Brasil era respeitado internacionalmente. O Brasil ficou um país popstar, mais do que o Neymar está hoje. As pessoas só falavam do Brasil lá fora.” O ex-soberano não notou. Mas o Brasil continua falado no estrangeiro. Desde o mensalão, o país está pendurado de ponta-cabeça nas manchetes como uma das nações mais corruptas do planeta.

Mais próximo das grades do que das urnas, Lula ameaçou a turma da Lava Jato. “Eu vou processá-los por danos morais. A coisa não fica barata, não. Eles não sabem o que é mexer com Garanhuns. Se tem político com rabo preso e está com medo, é problema de quem está com rabo preso. Se tem político que não quer abanar o rabo porque está com medo, é problema dele. Comigo eles vão ter que provar, custe o que custear, demore o quanto demorar.”

Ao se despedir da plateia, Lula flechou Michel Temer, que celebra o sepultamento na Câmara da denúncia em que a Procuradoria o acusa de corrupção passiva: “O Temer, que gastou anteontem R$ 14 bilhões para comprar 260 votos, não perde por esperar. Até a vitória do nosso partido!”

Acomodado por Lula na chapa de Dilma Rousseff, hoje reduzida à condição de cuidadora dos netos, Temer realmente revelou-se mais jeitoso do que a antecessora no gerenciamento do balcão. O difícil será superar o próprio Lula, que comprou o Legislativo durante oito anos, servindo aos aliados rações regulares de mensalão e de petrolão. (veja abaixo o discurso de Lula, antecedido por manifestação da presidente do PT, Gleisi Hoffmann)

Fonte: Uol
Leia Mais ››

Deputados do PMDB que votaram contra Temer dizem não crer em punição

Deputados peemedebistas que votaram contra Michel Temer na sessão da Câmara da última quarta-feira (2) dizem não crer em punição por terem descumprido a ordem da cúpula partidária, que fechou questão pela rejeição da denúncia contra o presidente.
Na sessão, os deputados rejeitaram, por 263 votos a 227, o envio para o Supremo Tribunal Federal da denúncia de corrupção passiva contra o presidente apresentada pela Procuradoria Geral da República.
Dentre os 227 favoráveis à investigação de Temer no Supremo (veja como votou cada deputado), estavam os seguintes deputados do PMDB, cuja bancada na Câmara tem 63 parlamentares:
Celso Pansera (RJ)
Jarbas Vasconcelos (PE)
Laura Carneiro (RJ)
Sérgio Zveiter (RJ)
Veneziano Vital do Rego (PB)
Vitor Valim (CE)
Na véspera da sessão, o presidente do PMDB, senador Romero Jucá (PMDB-RR), disse que haveria "consequências" para os deputados que desobedecessem a decisão partidária e votassem contra Temer. Em julho, antes do recesso parlamentar, a executiva do PMDB decidiu punir os deputados que se posicionassem contra o presidente, atitude inédita na história da legenda. As sanções podem variar de advertência e perda de cargos até a expulsão da sigla.
Quadro histórico do PMDB, o deputado Jarbas Vasconcelos (PE) afirmou que não tem receio e nem acredita que será punido pela direção da legenda. Para ele, uma eventual punição seria uma medida “extravagante” e “inadequada”.
“Eu acho que isso [punição] seria uma medida perniciosa, altamente antidemocrática. Um partido é isso. Um partido como o PMDB tem muitas convergências, mas muitas divergências também. E as divergências sempre foram respeitadas”, declarou Jarbas Vasconcelos.
O parlamentar pernambucano afirmou ainda que não foi a primeira vez que não seguiu uma orientação partidária. “O partido sempre respeitou minha posição. Estou bem acomodado no PMDB e quero continuar”, disse.
Na mesma linha, Laura Carneiro (RJ) disse confiar na “essência democrática” do PMDB e, por isso, não espera punição.
"O PMDB que eu conheço é democrático, e num partido democrático isso é uma matéria de cunho pessoal. Mas, se o partido entender que é uma matéria de governo, vai tomar as providências e eu vou acatar", explicou.

Na avaliação da parlamentar fluminense, se existe uma denúncia com indícios de cometimento de crime, precisa ser investigada. Laura Carneiro contou ainda que comunicou ao líder da legenda na Câmara, Baleia Rossi (SP), que não seguiria a ordem partidária.
Outro dissidente, o deputado Celso Pansera (PMDB-RJ) disse que votou contra Temer por entender que o Supremo Tribunal Federal é quem deve decidir sobre a abertura ou não de processo e que não foi nada pessoal contra o presidente ou o partido.
“Não sou advogado. Então, o que julguei é que, diante do pedido da Procuradoria, quem deveria se pronunciar de uma forma jurídica é o Supremo Tribunal Federal, porque tem os instrumentos jurídicos, as ferramentas. Não foi nada pessoal contra Michel Temer e o partido”, disse.
Ele entende que uma eventual punição não seria cabível porque a denúncia não tratava de uma questão programática do partido. “Tratamos de uma questão do juízo individual de cada deputado”, declarou.
Ex-ministro de Dilma Rousseff, Pansera argumentou ainda que, no plenário, tem seguido as orientações partidárias na maior parte das vezes.
“Espero continuar trabalhando. Nesse tempo, desde que o Temer assumiu, tenho sido um dos deputados mais presentes dentro do plenário. Mais de 70% das minhas votações foram seguindo orientações partidárias”, afirmou.
O G1 procurou os deputados Veneziano Vital do Rêgo (PB) e Vitor Valim (CE), mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem.
Mudança de legenda
Outro peemedebista que votou contra Temer, o deputado Sérgio Zveiter (RJ), preferiu não falar sobre eventuais punições.
O parlamentar, no entanto, já sofreu consequências do seu posicionamento antes mesmo da votação da denúncia contra Temer na última quarta.
Quando o tema estava sob análise da Comissão de Constituição e Justiça, Zveiter foi designado relator da denúncia e votou pelo prosseguimento do caso. Seu parecer, porém, foi rejeitado pelo colegiado, dando lugar ao relatório de Abi-Ackel, favorável a Temer.

Logo depois da apresentação do parecer, Zveiter perdeu as funções de vice-líder do partido na Câmara e de coordenador da bancada peemedebista na CCJ.
O G1 apurou que Zveiter tem dito a deputados próximos que quer se antecipar a um eventual processo de expulsão da legenda. Já na próxima semana, ele deve anunciar a sua desfiliação do PMDB.
Zveiter está em negociação para migrar ao recém-criado Podemos (antigo PTN) e quer ser o candidato da sigla ao Senado em 2018.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Relatório da PF aponta mensagens cifradas entre Cunha e Alves em 2012 e citação a Temer

10.fev.2015 - O ex-deputados Henrique Eduardo Alves (à esq) e Eduardo CunhaEm relatório encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF), a Polícia Federal apontou conversas mantidas por mensagens de texto entre os então deputados Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves, em período próximo às eleições de 2012, em que eles estariam falando de maneira cifrada sobre repasses do grupo JBS ao PMDB.

Nos diálogos, eles mencionam o então vice-presidente da República, Michel Temer. Alvos da Operação Lava Jato, Cunha e Alves estão presos preventivamente. O relatório se baseia em mensagens dos celulares de ambos.

Segundo a PF, em um dos trechos, Henrique Alves narra que interveio junto a Joesley Batista, dono do grupo JBS, para que, de 3 "convites" acertados com o grupo JBS, 1 fosse destinado ao Rio Grande do Norte, ao que Cunha reagiu afirmando que "isso vai dar merda com Michel".

A PF afirma que "a utilização do termo 'convites' pode ser uma tentativa de mascarar uma atividade de remessa financeira ilegal". "Caso fosse um procedimento que obedecesse estritamente as normas legais, não haveria o porquê do uso deste termo", diz o relatório.

"Joes aqui. Saindo. Confirme dos 3 convites, 1 RN 2 SP! Disse a ele!", teria dito Henrique Eduardo Alves.

"Ou seja ele vai tirar o de sao paulo para dar a vc? Isso vai dar merda com michel", teria respondido Cunha.

A PF conclui que "Joes" seria Joesley Batista e que "michel" seria Michel Temer. "A hipótese seria que 3 (três) repasses originados do acerto com o grupo JBS fossem relacionados a Michel Temer, lembrando que era um momento eleitoral, porém houve a intervenção de Henrique Alves para que 1 (um) fosse direcionado ao Rio Grande do Norte, fato que poderia gerar alguma indisposição com Michel Temer, segundo Eduardo Cunha".

Procurados, o Palácio do Planalto e a defesa de Eduardo Cunha informaram que não vão comentar. A reportagem ainda aguarda resposta da defesa de Henrique Alves. O empresário Joesley Batista disse por meio de sua assessoria que continua à disposição para cooperar com a Justiça.

Há outras menções a Joesley Batista e a Temer. Em uma delas, os deputados estariam falando sobre um encontro na "casa dele joeslei".

"Acredita-se que Henrique Alves estaria interessado no suposto repasse que foi mencionado em dialogo anterior (dos 3 "convites", 1 para o RN), contudo Eduardo Cunha sugere que resolveria de outra forma sem ter quer alterar o que seria relacionado a Michel Temer ("Vou resolver dentro de outra otica, sem tocar em michel") e, ainda, sobre "Joes', diz "O cara foi malandro e vc caiu e nao vamos nos atritar por isso,ele vai resolver e pronto,deixa para lá". Henrique Alves responde que não caiu e diz que seria problema de, supostamente, Joesley Batista e Michel Temer ("Cai nso. Me garantiu, concordei. De onde problema dele com Michel.,,! Ok."), diz o relatório da PF.

As informações constam do Relatório de análise de Material apreendido nº 137/2016, parte da Ação Cautelar 4044, na qual Eduardo Cunha e Henrique Alves estão entre os investigados.

Em um ponto mais adiante no relatório, a PF faz ponderações sobre o teor das conversas e sobre o uso de termos como "convite".

"Observa-se que algumas referências a repasses foram apresentadas neste tópico, uma fração continha características de doações eleitorais, contudo não se pode ainda evidenciar se tais remessas são lícitas ou motivadas por contrapartidas. Muito dos diálogos abrem campo para aprofundamento ou fornecem substancial informações para investigações que ocorrem paralelamente. Contudo, é importante ressaltar que em algumas conversas ocorreram tentativas de mascarar a intenção de transferências financeiras, como exemplo usa dos termos 'convites' e 'turistas'. Fato este que sugere a possibilidade de serem recursos ligados a ilícitos", diz a PF.

Ao concluir o relatório, o agente da PF Paulo Marciano Cardoso retoma este raciocínio.

"Das informações apuradas neste relatório, destaca-se atenção para os repasses financeiros, principalmente aqueles que há a suposição de utilização de termos para mascarar as transações, 'convites' e 'turistas'. Pois, outras menções foram tratadas normalmente como valores e o fato da suposta tentativa de ocultar que seria remessas financeiras gera uma situação suspeita", diz o agente da PF.

Fonte: Uol
Leia Mais ››

Ex-senador é solto e vai recorrer de condenação por abuso sexual em liberdade

Nezinho Alencar ganhou liberdade após pedido de habeas corpus feito pela defesa (Foto: Divulgação)
O ex-deputado estadual e ex-senador do Tocantins Manoel Alencar Neto, mais conhecido como Nezinho Alencar, ganhou liberdade na tarde desta sexta-feira (4). Ele foi condenado a mais de 27 anos de prisão por abusar sexualmente de duas crianças em uma fazenda, mas recorreu da decisão. O réu teve um habeas corpus – pedido de liberdade – aceito pelo desembargador José Moura Filho, do Tribunal de Justiça do Tocantins.
Nezinho Alencar estava preso na Casa de Prisão Provisória de Guaraí e foi solto por volta das 17h. A decisão pela liberdade saiu no início da tarde desta sexta-feira (4). O advogado Ronivan Peixoto de Morais disse que conseguiu o efeito suspensivo da sentença e o réu vai aguardar o julgamento do recurso em liberdade.
Os abusos sexuais teriam aconteceu no início do ano passado. Na época dos fatos, as vítimas tinham 6 e 9 anos. Nezinho Alencar e a mulher dele foram presos no dia 23 de janeiro do ano passado durante a operação Confiar, da Polícia Federal, mas em março do mesmo ano, ele foi solto após pagar uma fiança no valor de R$ 22 mil. A mulher dele foi solta antes, no dia 4 de fevereiro.
A denúncia de que o ex-senador estava envolvido no crime de abuso sexual partiu do próprio pai das crianças. Para provar o fato, o pai deixou um celular escondido em uma árvore, antes de sair para trabalhar.
As imagens mostram o momento em que as crianças estão sentadas no colo do suspeito. Ele coloca a mão nas partes íntimas das meninas. Conforme o MPE, o ex-senador também beijava a menina mais nova na boca e ameaçava as crianças para que não contassem sobre os abusos.
Segundo relatos de testemunhas, os crimes aconteceram várias vezes, entre os meses de dezembro de 2015 e janeiro de 2016, sendo praticados com maior frequência contra a menina mais nova.
A condenação a 27 anos e 9 meses de reclusão e a cinco anos de detenção saiu no último dia 27 de julho.

Entenda
O caso chegou a ser exibido no Fantástico. A reportagem mostra o vídeo que o pai gravou depois que soube dos abusos. (Veja as imagens) Nezinho Alecar deu a sua versão dos fatos. "Eu fui senador da República, tive uma representatividade no estado de homem renomado, agora querem me incriminar. Eu estou sendo julgado pelo que eu represento. Se eu não fosse ninguém, isso não estava no Fantástico, isso não estava em lugar nenhum".
Nezinho negou as acusações e disse que foi vítima. "Eu fui vítima de uma armadilha. Aquelas crianças estavam torpedeando, pisando, passando a mão em mim, me agarrando. E eu extremamente desacordado, não vi absolutamente nada. As imagens foram montadas. As crianças foram induzidas fazendo um verdadeiro malabarismo, foram conduzidas como atrizes para me induzir àquelas cenas".
O pai das crianças contou que, primeiro desconfiou dos abusos, depois presenciou. "Sentou debaixo do pé de manga. Aí começou a abusar das meninas e eu olhando de dentro do quarto, da janela. A minha reação? Eu peguei a espingarda, botei no rumo dele, sem ele perceber porque eu estava dentro de casa. Puxei o gatilho e pensei: 'ou eu mato ou eu não mato'? Aí abaixei a espingarda e deixei quieto. Aí fui pensar em comprar um telefone para poder pegar ele".

Fonte: G1
Leia Mais ››

Aposentadoria por idade será reconhecida automaticamente pelo INSS

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) determinou, por meio de portaria, o reconhecimento automático da aposentadoria por idade a partir da verificação das informações constantes nos sistemas da autarquia e nas bases de dados do governo federal. A medida, em vigor desde o fim de julho, estabelece que o segurado não precisa mais comparecer a um posto de atendimento para solicitar esse tipo de aposentadoria.

O INSS vai fazer uma pesquisa mensal para identificar os segurados que já têm o direito disponível e enviará comunicado sobre a concessão do benefício. O segurado também poderá requerer a concessão do benefício por meio do canal 135. Para a realização do pedido será solicitada a confirmação dos dados pessoais, como ocorre no sistema tradicional.

De acordo com a portaria, o INSS enviará comunicado indicando as informações sobre os dados da concessão e pagamento do benefício ao cidadão assim que houver o reconhecimento do direito.

Fonte: Agência Brasil
Leia Mais ››

Justiça Federal determina que INSS restabeleça benefícios cancelados a segurados com perícia agendada

Edifício-sede do INSS em Brasília: pente-fino para verificar possíveis pagamentos irregulares (Foto: Yasmim Perna/G1)A Justiça Federal no Rio Grande do Sul determinou, em liminar concedida nesta sexta-feira (4) à Defensoria Pública da União (DPU), que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) restabeleça os benefícios cancelados a segurados convocados para a reavaliação do benefício concedido por auxílio-doença que têm perícia agendada.
A decisão do juiz Carlos Felipe Komorowsi, da 20ª Vara Federal de Porto Alegre, tem abrangência nacional. Cabe recurso ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4).
"Uma vez que a questão deduzida neste processo coletivo afeta interesses de segurados da previdência social em todo o Brasil, os seus efeitos igualmente devem ser ampliados ao território nacional", diz trecho do despacho.
Como parte do pente-fino para verificar possíveis pagamentos irregulares, o INSS convocou cerca de 55 mil segurados que não foram localizados pelos Correios para a reavaliação do benefício – clique aqui para ver a lista. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social, 20,3 mil pessoas tiveram o auxílio-doença cancelado devido ao não comparecimento no prazo de cinco dias.
De acordo com a ação da DPU, muitos segurados não conseguiam atendimento na central por telefone, e mesmo em casos de pessoas que conseguiram agendar avaliações médicas, os benefícios foram suspensos. Komorowsi considerou a reavaliação periódica necessária, mas uma eventual incapacidade do INSS de fazer avaliações com a agilidade necessária não pode prejudicar os segurados.
No entanto, esse entendimento, ainda segundo o juiz, não significa que "todos os benefícios devem continuar sendo pagos indefinidamente, afinal o segurado pode ter efetivamente se omitido em procurar a autarquia para agendar a perícia, não existindo, assim, falha alguma imputável à Administração".
Pente fino nos benefícios
O governo começa neste mês uma nova fase da Operação Pente Fino na concessão de benefícios por aposentadoria por invalidez. Até o momento, mais de 200 mil benefícios de segurados que recebiam o auxílio-doença passaram por auditoria e 160 mil tiveram seus auxílios-doença cancelados, ou seja, oito de cada 10.

Ao todo, o governo pretende reavaliar 530 mil benefícios por auxílio-doença que há mais de dois anos não passavam por avaliação médica. A próxima etapa da operação será chamar os aposentados por invalidez. Serão convocados 1,005 milhão de aposentados por invalidez, começando pelos mais jovens. Os que têm mais de 60 anos ficam de fora.
O pente-fino nos benefícios por auxílio-doença do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já gerou uma economia de R$ 2,6 bilhões para os cofres públicos, segundo o Ministério do Desenvolvimento Social.
Segundo o governo, 31,8 mil auxílios-doença que passaram pela perícia foram transformados em aposentadoria por invalidez, 1,8 mil em auxílio-acidente, 1 mil em aposentadoria por invalidez com acréscimo de 25% no valor do benefício e 5,2 mil que recebiam o benefício foram encaminhados para reabilitação profissional para voltar a trabalhar, mas em outra área.
À medida que as agências do INSS forem concluindo as perícias nos beneficiários de auxílios-doença, serão convocados os aposentados por invalidez que estão há mais de 2 anos sem passar por perícia.
Em alguns locais em que as perícias estão mais adiantadas, a nova convocação pode começar em agosto ou setembro.
O governo tem até dezembro para concluir a revisão dos benefícios. O cronograma varia de estado para estado e vai depender da capacidade de atendimento e da quantidade de benefícios vinculados a cada agência.
Pente-fino em números:
199.981 perícias realizadas
159.964 benefícios cancelados
31.863 benefícios convertidos em aposentadoria por invalidez
1.058 benefícios convertidos em aposentadoria por invalidez com acréscimo de 25%
1.802 benefícios convertidos em auxílio-acidente
5.294 segurados encaminhados para reabilitação profissional

Fonte: G1
Leia Mais ››

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 40 milhões neste sábado

Mega-Sena pode pagar R$ 40 milhões neste sábado (5) (Foto: Heloise Hamada/G1)O sorteio 1.955 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 40 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) deste sábado (5), no município de Itabela, na Bahia.
Para apostar na Mega-Sena
As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.
Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.
Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Caixa pode contratar bancários temporários e sem concurso

A Caixa Econômica Federal mudou seu regulamento interno e poderá contratar bancários temporários sem a necessidade de concurso público. A mudança passa a valer a partir de uma alteração no regulamento interno do banco.
Em nota, a Caixa informou que a mudança foi feita “exclusivamente para adequação às alterações previstas na Lei 13.429/2017”, a lei da terceirização.
Em nota, o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), criticou a decisão, apontando “corte de direitos” e “criação de subemprego com menores salários e nenhum direito”.
A mudança no regulamento permite que o banco passe a empregar temporários não concursados, mas não foi divulgado nenhum planejamento de contratações desse tipo.
A agência Reuters teve acesso ao regulamento interno da Caixa. No documento, o banco define as regras para contratação do que chamou de "bancário temporário", "que poderá executar tanto as atividades-meio como as atividades-fim da Caixa".
Na prática, isso significa que a prestação de serviços não diretamente ligados a serviços bancários ou atividades hoje feitas por funcionários concursados, como caixas e escrituários, poderão ser executados por profissionais sem vínculo empregatício com a Caixa.
"O serviço prestado pelo Bancário Temporário consiste no desenvolvimento de atribuições inerentes ao cargo de técnico bancário, previstas no contrato firmado com empresa especializada na prestação de serviços temporários", diz trecho do documento.
Ainda segundo a Reuters, a norma da Caixa não define quantos temporários poderão ser contratados, apenas que o número de contratações dependerá da disponibilidade orçamentária e dos resultados esperados pelo gestor demandante.

Fachada da Caixa Econômica Federal, no Centro do Rio (Foto: Henrique Coelho/ G1)
Fachada da Caixa Econômica Federal, no Centro do Rio (Foto: Henrique Coelho/ G1)

Reforma trabalhista
O Senado aprovou no dia 11 de julho o texto da reforma trabalhista. A reforma muda a lei trabalhista brasileira e traz novas definições sobre férias, jornada de trabalho e outras questões. O texto foi sancionado pelo presidente Michel Temer. As novas regras entram em vigor daqui a quatro meses, conforme previsto na nova legislação.
A reforma trabalhista altera diversos pontos da legislação sobre o tema. Especificamente em relação à terceirização, já havia sido aprovado o projeto de lei que permite a terceirização para atividades-fim. Agora, haverá uma quarentena de 18 meses que impede que a empresa demita o trabalhador efetivo para recontratá-lo como terceirizado. O texto prevê ainda que o terceirizado deverá ter as mesmas condições de trabalho dos efetivos, como atendimento em ambulatório, alimentação, segurança, transporte, capacitação e qualidade de equipamentos.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Com ingresso de R$ 2,33 bilhões, poupança tem melhor julho em 3 anos

Os depósitos na caderneta de poupança superaram os saques em R$ 2,33 bilhões em julho, informou o Banco Central nesta sexta-feira (4).
Foi o maior ingresso de recursos para o mês desde 2014, ou seja, em três anos. Além disso, esse foi o terceiro mês consecutivo em que a modalidade registrou entrada líquida de recursos.
Segundo o BC, os depósitos somaram R$ 174,72 bilhões e, os saques, R$ 172,38 bilhões, em julho. Os rendimentos (juros) creditados nas contas dos poupadores somaram R$ 3,52 bilhões.
A entrada líquida de recursos na caderneta de poupança acontece em um momento de liberação dos saques das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).
Além disso, o investimento na poupança ficou mais atrativo nos últimos meses devido à queda da Selic, que reduz o rendimento dos fundos de renda fixa, e da inflação mais baixa, que contribui para manter o poder de compra do dinheiro.
Com a entrada líquida de recursos na poupança, no final de julho o estoque dos valores depositados, ou seja, o volume total aplicado, registrou aumento.
No fim de dezembro de 2016, o saldo da poupança estava em R$ 664,9 bilhões. Ao fim de junho de 2017, somava R$ 675,34 bilhões. Já no final de julho, ficou em R$ 681,20 bilhões.
Além dos depósitos e das retiradas, os rendimentos creditados nas contas dos poupadores também são contabilizados no estoque da poupança.
Parcial do ano
No acumulado dos sete primeiros meses deste ano, informou o BC, foi registrada saída líquida (retiradas maiores do que depósitos) de R$ 9,95 bilhões da poupança.
Mesmo com o saldo negativo, esse foi o melhor resultado para este período desde 2014 - quando houve o ingresso de R$ 13,64 bilhões na poupança.
Em todo o ano passado, R$ 40,7 bilhões foram retirados da poupança. O resultado foi o segundo pior da série histórica, que começou em 1995, atrás somente de 2015, quando foram sacados R$ 53,5 bilhões.
Atratividade da poupança
Os recursos ingressaram na poupança em julho em momento de atratividade um pouco maior da modalidade de investimentos frente aos fundos de renda fixa. Isso ocorre por conta da queda dos juros básicos da economia nos últimos meses.
De acordo com cálculos da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), com a redução dos juros para 9,25% ao ano, os fundos de renda fixa "começam a perder competitividade frente às cadernetas de poupança principalmente nas aplicações de baixo valor."
Nesses casos, observa a Anefac, os fundos têm taxas de administração mais elevadas. "Assim sendo, a caderneta de poupança vai continuar sendo uma excelente opção de investimento, principalmente sobre os fundos cujas taxas de administração sejam superiores a 1% ao ano", acrescentou a entidade.
Isso ocorre porque o rendimento dos fundos de renda fixa sobe junto com a Selic. Já o rendimento das cadernetas, quando a taxa de juros está acima de 8,5% ao ano, como atualmente, está limitado em 6,17% ao ano mais a variação da Taxa Referencial (TR).
Analistas avaliam que o Tesouro Direto, programa que permite que pessoas físicas comprem títulos públicos pela internet, via banco ou corretora, sem necessidade de aplicar em um fundo de investimentos, também pode ser uma boa opção para os investidores. O programa tem atraído a atenção de aplicadores nos últimos anos.
Quando a poupança pode ser uma boa opção
Independente do rendimento da poupança, especialistas avaliam que a aplicação ainda pode ser uma boa opção em alguns casos, como pequenos poupadores (com pouco dinheiro guardado), pessoas que buscam aplicações de curto prazo (poucos meses) ou que procuram formar um "fundo de reserva" para emergências.
A vantagem da poupança em relação a outros investimentos é que não incide Imposto de Renda sobre a aplicação.
Nos fundos de investimento, ou até mesmo no Tesouro Direto (programa do governo de compra de títulos públicos pela internet) há cobrança do IR e, na maior parte dos casos, de taxa de administração.
Nos fundos de investimento e no Tesouro Direto, o IR incide com alíquota regressiva, ou seja, quanto mais tempo os recursos ficarem aplicados, menor é o valor da alíquota incidente no resgate.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Garoto de 9 anos se candidata à vaga da Nasa de 'protetor da Terra' e recebe resposta

Uma carta recebida na caixa postal da Agência Espacial Americana (Nasa) surpreendeu a equipe e inicia com a seguinte frase: "Meu nome é Jack Davis e eu gostaria de me candidatar para o trabalho de protetor planetário". Jack é um menino de 9 anos e escreveu para concorrer a uma vaga anunciada pela agência em julho -- os especialistas e astrônomos buscam um colega que saiba como evitar a entrada de pequenos micróbios de outros planetas na Terra e vice-versa.
Como em todo bom currículo, Jack passa a descrever suas habilidades e "vender seu peixe": "Eu posso ter nove anos, mas acho que estaria apto para o trabalho. Uma das razões é que minha irmã diz que eu sou um alien. Eu assisti quase todos os filmes de espaço e aliens que pude ver. Eu também assisti à série "Agentes da S.H.I.E.L.D." e espero ver o filme "Homens de Preto". Eu sou ótimo em jogos de videogame. Eu sou jovem e por isso posso aprender a pensar como um alienígena".
Jack se despede, então, e se descreve como um "guardião da galáxia" da quarta série.
Em sua conta do Twitter, a Nasa postou a carta recebida e a resposta. A vaga disponível fica em um setor da agência que busca evitar a contaminação biológica dos ambientes explorados e proteger a biosfera da Terra, sem trazer micróbios externos de missões na Lua, por exemplo.
A carta de resposta da Nasa, assinada pelo diretor da Divisão de Ciência Planetária, James L. Green, diz que "é ótimo" que o garoto esteja interessado em ser um dos funcionários.
"Nosso cargo de oficial de proteção planetária é realmente legal e é um trabalho muito importante. É para proteger a Terra de minúsculos micróbios quando trazemos amostras da Lua, de asteróides e de Marte. Trata-se também de proteger outros planetas e luas dos nossos germes, enquanto exploramos de maneira responsável o Sistema Solar", escreveu o diretor.
"Estamos sempre à procura de futuros cientistas e engenheiros brilhantes para nos ajudar, então espero que você estude muito e vá bem na escola. Esperamos vê-lo aqui na Nasa um dia!", completou.
De acordo com reportagem da BBC, a vaga dos sonhos de Jack, além de ser um trabalho na agência americana, paga entre US$ 124 mil a US$ 187 mil (R$ 386 mil a R$ 582 mil) por ano. O emprego foi aberto a cidadãos americanos em julho e as candidaturas ocorrem até meados de agosto.

Carta de Jack à esquerda; resposta da Nasa à direita  (Foto: Nasa/Divulgação)
Carta de Jack à esquerda; resposta da Nasa à direita (Foto: Nasa/Divulgação)

Fonte: G1
Leia Mais ››

Após expulsões, jogadores trocam agressões em CRB x América-MG na Série B


CRB e América-MG faziam uma partida muito disputada no Estádio Rei Pelé, em Maceió. No entanto, dois jogadores exaltaram os ânimos mais do que deveriam e protagonizaram cenas lamentáveis nesta sexta-feira (4) pela 19ª rodada da Série B.

Logo após serem expulsos aos 37 minutos da segunda etapa, Bill, do América-MG, e Zé Carlos, do CRB, começaram a se agredir na saída para o vestiário. A troca de agressões se tornou uma briga generalizada e o camisa 9 do time mineiro teve de sair escoltado.


Mesmo com o árbitro dando 10 minutos de acréscimo, o líder do torneio não conseguiu reverter o resultado e o CRB venceu a partida por 2 a 1, com dois tentos marcados pelo meia Chico. Ernandes descontou a acabou fazendo o único gol do América na partida.

Apesar do revés, o América-MG segue na liderança da Série B, com 36 pontos. Já o CRB entrou na briga pelas primeiras posições e está provisoriamente no 6º lugar, com 28 pontos.

Fonte: Uol
Leia Mais ››

STJD rejeita provas e denuncia presidente do Santos por acusar repórter

A Procuradoria-Geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) denunciou o presidente do Santos, Modesto Roma Jr., nos artigos 1, 191 e 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) após a confusão na partida contra o Flamengo pela Copa do Brasil. Na visão do Tribunal, o cartola infringiu a imagem e a credibilidade do torneio ao acusar o repórter da TV Globo Eric Faria sem provas.

Na visão do Tribunal, o clube não apresentou qualquer prova concreta sobre a citada interferência externa – em um pênalti marcado para o Santos e posteriormente anulado. O UOL Esporte apurou que o Santos chegou a enviar depoimentos de um torcedor que estava em um camarote próximo ao quarto árbitro e que teria comprovado a interferência externa, além de fotos e imagens do circuito interno da Vila Belmiro, mas a Procuradoria rejeitou tais documentos, entendendo que não havia referência ao caso concreto - apenas especulações. 

Diante disso, a Procuradoria enquadrou Modesto por "declarações antidesportivas e as que venham a macular a imagem da competição ou da CBF serão passíveis das punições" (artigo 1) e  por desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões (artigo 258).

O presidente santista pode ser suspenso por até 180 dias. O artigo 191 do CBJD ainda prevê como punição multa de até R$ 100 mil pelo caso.

O caso será julgado na Terceira Comissão Disciplinar, na próxima quarta (9), às 14h30, no STJD.

"Com a polêmica instaurada e acusações graves a Procuradoria iniciou procedimento a fim de esclarecer os fatos e colher elementos que confirmassem a citada interferência externa e apurar a conduta do Santos e seu presidente. Neste sentido, a Procuradoria solicitou manifestação dos envolvidos: do repórter Eric Farias, dos árbitros da partida e do Santos. Em resposta a solicitação, o repórter negou qualquer comunicação com o quarto árbitro, que também afirmou que em nenhum momento se comunicou com Eric Faria, enquanto Leandro Vuaden, árbitro titular negou conhecimento ao fato. No posicionamento do Santos, o clube disse que não foi responsável pela divulgação do comunicado. A manifestação reafirma ainda a interferência externa. Com a ausência completa de elementos mínimos a caracterizar as acusações do clube e por entender que os fatos narrados são graves, a Procuradoria passou a analisar a conduta do Santos e de seu presidente com base no Código Brasileiro de Justiça Desportiva", disse o Superior, em nota da tarde desta sexta (4).

Relembre o caso:

SANTOS PEDE ANULAÇÃO

Por causa do lance, o Santos enviou à CBF um pedido de anulação da partida contra o Flamengo. O clube paulista acusa uma interferência externa do repórter Eric Faria, da "Globo", sobre a arbitragem.

Pelo Twitter, Faria chamou de "leviana" as acusações de que teria comunicado o quarto árbitro sobre o lance.

AFASTAR REPÓRTERES DA GLOBO?

Para além de anular o jogo com o Flamengo, o principal objetivo da pressão da diretoria do Santos é afastar os repórteres da Globo dos árbitros no campo. Na visão na cúpula santista, a proximidade dos jornalistas do quarto árbitro e auxiliares tem causado problemas recorrentes de suspeita de interferência externa nos jogos do Brasileiro e da Copa do Brasil.

GLOBO REPUDIA ACUSAÇÕES

A Rede Globo emitiu nota oficial nesta quinta-feira (27) para repudiar as acusações do Santos contra o repórter Eric Faria. O clube paulista alega que o jornalista interferiu na arbitragem para influenciar o árbitro Leandro Vuaden a voltar atrás na marcação de um pênalti contra o Flamengo, em jogo válido pelas quartas de final da Copa do Brasil, no qual o Santos foi eliminado.

Fonte: Uol
Leia Mais ››