RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net

Ouça pelo Listen 2 My Rádio

Imagem relacionada
Loading ...
Loading ...

sábado, julho 29, 2017

Mega-Sena, concurso 1.953: aposta única acerta todas as dezenas

Apostas da Mega-Sena (Foto: Heloise Hamada/G1)A Caixa realizou neste sábado (29) o concurso 1.953 da Mega-Sena. Os números sorteados foram: 09 - 26 - 29 - 42 - 43 - 45.
Uma única aposta, feita no Rio de Janeiro, acertou todas as dezenas e irá levar R$ 107.956.102,12. A quina teve 237 apostas ganhadoras e cada uma irá levar R$ 37.495,41. A quadra irá pagar R$ 747,28 para 16.988 apostadores.
O sorteio foi às 20h (horário de Brasília) em Rio Branco (AC).

Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.
Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Itauense Cícero Tavares confirma favoritismo e vence no lançamento de disco

O paratleta Itaunese Cícero Tavares confirmou o favoritismo no lançamento de disco no qual ele conquistou o ouro, nesta sexta-feira (28), nos Jogos Paraolímpicos Universitários, em São Paulo. Ele também conquistou a prata no arremesso de peso e disputará neste sábado (29) mais uma medalha no lançamento de dardo.

Cícero Tavares, que também é aluno do curso de Direito da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), compete na classe F44, para atletas com amputação ou deficiência nos membros inferiores.

O competidor considerou a prova muito boa, pelo nível técnico elevado, cujas provas contaram com atletas da seleção brasileira de atletismo. Ele comemorou as marcas, as quais ele confirmou o favoritismo e ficou com o 1° lugar no lançamento disco e com a prata no lançamento de peso por 19 cm.

“Estou bastante satisfeito com o resultado do primeiro dia, pois além de subir ao pódio nas duas vezes, estou habilitado a uma possível convocação para participar do Mundial Universitário”, comemorou.

Neste sábado (29) o estudante volta ao Centro de Treinamento Paralímpico para a disputa do lançamento de dardo, às 10h40, e afirma que “está confiante para a prova”.

Mais de 250 atletas confirmaram participação nos Jogos Paralímpicos Universitários deste ano, que acontece no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. Esta é a segunda edição da competição que tem  seis modalidades: atletismo, natação, badminton, judô, tênis de mesa e bocha.

O evento é organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro e conta com apoio da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU).

WhatsApp Image 2017-07-28 at 16.06.09

WhatsApp Image 2017-07-28 at 16.06.10

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

Sargento Lomanto, comandante da DP de Itaú e dois soldados são promovidos por ato de bravura.

3º Sargento Lomanto

O governador do estado do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, promoveu o Sargento Lomanto do destacamento do município de Itaú e mais dois policiais, Soldado Túlio e Soldado Gurgel, respectivamente, lotados na companhia de Apodi-RN, pelo critério de bravura, por terem participado mesmo de folga de onde se deslocaram de suas residências para ajudar aos companheiros que estavam em confronto com assaltantes do banco do Brasil de Apodi no dia 12 de novembro de 2013 de onde no confronto saiu ferido com tiros de fuzil o Soldado Gurgel.

Cabo Túlio

Cabo Gurgel

A promoção dos policiais foi publicada no diário oficial do estado do RN desta sexta-feira, 28 de julho de 2017.






Arlindo Maia da Redação do Cidade News
Leia Mais ››

Policia Militar recupera moto tomada de assalto na Zona Rural de Apodi-RN


Por volta das 15:00 horas desta sexta-feira (28), uma Honda Pop foi tomada de assalto na Zona Rural de Apodi-RN, e com o competente trabalho a da polícia militar que tem sido cada vez mais intensificado, a equipe da RP composta pelo Sargento Xavier, Cabo Gerliano e Soldado George, recuperaram o veículo ainda na noite desta sexta-feira,  por volta das 21:00 hs, no bairro Cruz de Almas em Apodi.

Além da Honda Pop, foi apreendida uma pistola de pressão e o capacete utilizado no assalto.

A polícia realizou diligências nas casas dos familiares dos acusados, onde foi identificado um dos assaltantes, que é menor de idade. A moto foi encontrada na casa da mãe de um deles e a pistola na casa da sogra.

Parabéns mais uma vez a equipe da polícia militar de Apodi que vem apresentando resposta rápida a população, solucionando os casos que vem aterrorizando os apodienses. Parabéns Sargento Xavier, Cabo Gerliano e o Soldado George.


Arlindo Maia da Redação do Cidade News.
Leia Mais ››

Polícia Militar frustra ataque a banco e apreende fuzil e explosivos no litoral Sul do RN

A Polícia Militar, conseguiu durante esta madrugada de sábado 29 de julho de 2017, abortar um ataque a uma instituição financeira no litoral do Rio Grande do Norte. 

O ataque possivelmente seria na cidade de Montanhas, localizada no litoral Sul do estado, mas os bandidos foram surpreendidos por policiais do 8º Batalhão e das bases de Pedro Velho e Montanhas, que evitaram o crime. 

Os Bandidos ocupando um veículo tipo Chevrolet Prisma de cor branca entraram na cidade,preparados para a ação criminosa, quando se depararam com guarnições da PM e empreenderam. 

Houve acompanhamento por parte dos policiais e na perseguição em uma estrada carroçável o condutor do Prisma perdeu o controle da direção e acabou capotando o veículo, mas os bandidos conseguiram fugir a pé pelo matagal e apesar das buscas não foram localizados. 

Dentro do carro os policiais encontrados, Um fuzil cal. 7,62, de alto poder de fogo,além de Bananas de dinamites, 01 colete balístico, 02 capuzes e outros objetos utilizados para investidas em caixas eletrônicos. 

Fonte: Fim da Linha
Leia Mais ››

Quatro são mortos em chacina no litoral Norte potiguar

Terreno baldio onde quatro pessoas foram mortas em Redinha Nova, na Grande Natal (Foto: Ediana Miralha/ InterTV Cabugi)
Uma chacina aconteceu no final da noite desta sexta-feira (28), na Redinha Nova, município de Extremoz, região Metropolitana da capital. Quatro homens ainda não identificados foram mortos a tiros em um terreno baldio. Ninguém foi preso.
O crime aconteceu em um terreno da rua Barra do Rio, próximo à rua Balea, que fica na Redinha Nova. O setor pertence ao municípío de Extremoz.
Segundo o 4º Batalhão da Polícia Militar, responsável pela área, não há detalhes como o crime aconteceu. A primeira informação era de um triplo homicídio, porém, outro corpo foi encontrado no local logo em seguida.
Muros das casas vizinhas ficaram com marcas dos tiros. A população informou apenas que ouviu os disparos. Os criminosos fugiram logo após o crime. Segundo a assessoria da Polícia Militar, as vítimas estavam sem identificação e ninguém na região conhecia qualquer uma delas.
Os corpos das vítimas foram recolhidos pelo Instituto Técnico de Perício (Itep) e até a manhã não tinham sido identificados. A investigação ficará a cargo da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Muro de casa em Redinha Nova ficou com marcas de tiros disparados em chacina  (Foto: Ediana Miralha/ InterTV Cabugi)
Muro de casa em Redinha Nova ficou com marcas de tiros disparados em chacina (Foto: Ediana Miralha/ InterTV Cabugi)

Fonte: G1
Leia Mais ››

América derrota Ceilândia e segue para quartas de final

O América-RN está classificado para as quartas de final do Campeonato Brasileiro da Série D. Nesta sexta-feira, o time potiguar venceu o Ceilândia por 2 a 1, na Arena das Dunas, pela partida de volta das oitavas de final da competição, e garantiu a classificação.

Os gols foram anotados por Tadeu e Sidney, ainda no primeiro tempo. Carlos Henrique diminuiu para os visitantes.


Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

Após assalto a ônibus de turismo, passageiros são trancados em bagageiro apenas com roupas íntimas

Ônibus de turismo foi assaltado em Fernandes Pinheiro, na noite de sexta-feira (28) (Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Federal)Um ônibus de turismo foi assaltado na BR-277, em Fernandes Pinheiro, na região central do Paraná, na noite de sexta-feira (28). Após o roubo, os passageiros foram trancados no bagageiro do veículo apenas com as roupas íntimas, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF)
Ainda segundo a PRF, cinco bandidos armados atiraram em direção ao ônibus para forçar o motorista a parar. Após render o condutor e os 15 passageiros, o ônibus foi levado para uma estrada rural.
Os assaltantes levaram dinheiro, celulares e outros pertences dos passageiros, antes de trancá-los no bagageiros apenas com as roupas íntimas.
Após registrar a ocorrência na PRF, o ônibus, que saiu de Curitiba, seguiu para Foz do Iguaçu, no oeste do estado.
Até a publicação da reportagem, ninguém havia sido preso.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Irã diz que seguirá com programa balístico e condena novas sanções dos EUA

O Irã condenou neste sábado (29) as novas sanções adotadas pelo Congresso americano e afirmou que prosseguirá "com todas as forças" com seu programa balístico, ao mesmo tempo que um novo incidente foi registrado na sexta-feira (27) entre navios americanos e barcos iranianos no Golfo.
"Continuaremos com todas as nossas forças com nosso programa balístico", afirmou o porta-voz do ministério das Relações Exteriores, Bahram Ghasemi, ao canal estatal.
Leia mais: Senado dos EUA aprova sanções contra a Rússia; Putin promete retaliação
"Nossa política no âmbito militar e balístico é muito clara e é um tema de assunto interno. Os outros países não têm o direito de interferir", afirmou Ghasemi.
"Condenamos a ação hostil e inaceitável dos Estados Unidos", completou, em referência às novas sanções votadas pelo Congresso e que dependem da assinatura do presidente Donald Trump.
Aprovação de novas sanções
Dois dias depois da aprovação na Câmara dos Representantes, o Senado aprovou na quinta-feira quase por unanimidade (98 votos a favor e dois contra) um projeto de lei para impor sanções contra Rússia, Irã e Coreia do Norte.
No caso do Irã, as sanções afetam o programa balístico do país, os direitos humanos e o apoio de Teerã a grupos como o Hezbollah libanês, considerados "terroristas" pelo governo dos Estados Unidos.
Ghasemi considerou que as sanções "pretendem debilitar o acordo nuclear" concluído em 2015 entre Irã, Estados Unidos, China, Rússia, França, Reino Unido e Alemanha.
Pedidos ocidentais
França, Reino Unido, Alemanha e Estados Unidos exigiram na sexta-feira que o Irã interrompa o seu programa de mísseis balísticos, um dia após o teste de um foguete lançador de satélites.
Em comunicado conjunto divulgado pelo departamento americano de Estado, os quatro países condenaram o teste realizado, uma vez que viola uma resolução do Conselho de Segurança da ONU.
"O programa iraniano para o desenvolvimento de mísseis balísticos segue sendo contraditório com (a resolução) UNSCR 2231 e tem um impacto desestabilizador na região. Pedimos ao Irã que não realize mais lançamentos de mísseis balísticos e atividades relacionadas", destaca o documento.
Esta resolução foi adotada há dois anos para consagrar o acordo internacional sobre o programa nuclear iraniano firmado em 14 de julho de 2015 em Viena entre Irã, Estados Unidos, China, Rússia, França, Reino Unido e Alemanha.
Entre outras coisas, a resolução "apela ao Irã a não realizar atividades relacionadas a mísseis balísticos capazes de transportar armas nucleares", recordaram Washington e seus aliados europeus.
O Irã rejeita as acusações, alegando que seus mísseis não estão "concebidos" para transportar cargas nucleares e que o país não tem intenção de produzir bombas atômicas, como afirmou na sexta-feira o ministro das Relações Exteriores, Mohammad Javad Zarif, em resposta a Washington.
Há 10 dias, ao adotar medidas de punição contra o programa balístico, Washington afirmou que Teerã "estava violando o espírito" do acordo nuclear.
Para os europeus, os programas nuclear e balístico devem ser tratados de forma independente.
Incidentes no Golfo
No ambiente de tensão, um novo incidente foi registrado entre navios americanos e barcos iranianos no Golfo, após outro caso similar na terça-feira, anunciou a Guarda Revolucionária do Irã em um comunicado.
De acordo com o texto, o incidente aconteceu na sexta-feira à tarde e envolveu o porta-aviões americano "Nimitz" e os navios que o acompanhavam, de um lado, e fragatas iranianas equipadas com mísseis, do outro.
O texto denuncia a atitude "de provocação e não profissional dos americanos", que lançaram advertências em direção às fragatas iranianas.
As forças navais americanas afirmaram que atuaram em reação à movimentação de barcos da Guarda Revolucionária, que se aproximavam em grande velocidade dos navios americanos, o qe o Irã nega.
Na terça-feira, um navio de patrulha da Marinha americana fez disparos de advertência contra um navio da Guarda Revolucionária iraniana que se aproximara a menos de 140 metros, indicou uma fonte do Departamento de Defesa dos Estados Unidos.
Nos últimos meses foram registrados vários incidentes entre embarcações americanas e navios iranianos no Golfo.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Presídio Federal de Mossoró recebe nove presos transferidos de Penitenciárias do RS

27 presos condenados foram transferidos na madrugada desta sexta feira 28 de julho,de presídios do Rio Grande do Sul para penitenciárias federais de outros estados, incluindo Mossoró, no Rio Grande do Norte. 

Considerados líderes de facções criminosas, a maioria dos presos estava detida no Presídio Central de Porto Alegre e na Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc). Eles foram levados em avião da Força Aérea Brasileira (FAB) para penitenciárias federais de Porto Velho, em Rondônia, Mossoró, no Rio Grande do Norte, e Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, sendo nove presos para cada. Outros 19 pedidos foram negados pela Justiça. 

Mantida em sigilo, a Operação Pulso Firme teve início na madrugada de quinta-feira (27), quando a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) concentrou em Charqueadas os presos que estavam em Porto Alegre e no interior do Estado. A continuação e desfecho da mobilização em solo gaúcho se deram sob forte neblina nesta sexta-feira (28) com a atuação de 3 mil agentes de 20 instituições. É a maior operação já realizada no Rio Grande do Sul, segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP). 

Às 3h, viaturas da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros já monitoravam a BR-290 e a RS-401, que dão acesso ao maior complexo prisional do RS. Depois disso, agentes entraram na Pasc e lá permaneceram por duas horas organizando o embarque dos detentos. Às 6h40min, trechos das duas rodovias foram bloqueados para deslocamento. E, às 6h51min, o comboio de dez vans partiu em direção a Canoas, onde chegou às 8h. Um grande congestionamento se formou nos dois sentidos na BR-290. 

Os presos escolhidos para deixar o Estado comandavam o tráfico de drogas, ordenavam execuções, roubos a banco e arquitetavam outros crimes de dentro do sistema prisional. Por serem os líderes das maiores facções gaúchas e manterem contato com seus subordinados nas ruas, há receio de que essas transferências causem uma onda de violência no Rio Grande do Sul nas próximas horas. 


Juliano Biron da Silva, o Biron, 34 anos 
Cristiano Feijó Madrile, o Cabelo, 32 anos 
Daniel Araújo Antunes, o Patinho, 35 anos 
Dezimar de Moura Camargo, o Tita, 36 anos 
Fabrício Santos da Silva, o Nenê, 34 anos 
Tiago Benhur Flores Pereira, o Benhur, 32 anos 
Cássio Alexandre Ribeiro, 37 anos 
Diego Moacir Jung, o Dieguinho, 34 anos 
Fábio Fogassa, o Alemão Lico, 39 anos 
Fábio Luis da Silva Mello, Fábio do Gás, 39 anos 
Jonatha Rosa da Cruz, o Bito, 35 anos 
José Carlos dos Santos, o Seco, 38 anos 
José Marcelo Reyes Morales, 40 anos 
Letier Ademir Silva Lopes, 35 anos 
Márcio Oliveira Chultz, Alemão Márcio, 36 anos 
Marcos José Viotti, o Mineiro, 46 anos 
Milton de Mello Ferraz, 46 anos 
Tiago Gonçalves Prestes, 32 anos 
Vanderlei Luciano Machado, o Lelei, 39 anos 
Adriano Pacheco Espíndola, o Baiano, 29 anos 
Anderson Bueno Martins, o Fofo, 42 anos 
Caio Cezar Pereira da Silva, o Caio Loko, 31 anos 
Leonardo R. de Souza, o Peixe, 35 anos 
Risclei Bueno Martins, 36 anos 
Wagner Nunes Rodrigues, o Minhoquinha, 32 anos 
Carlos José Machado dos Santos, o Caio, 45 anos 
Eder Souza Santos, o Edinho, 31 anos  


Fonte: Zero Hora
Leia Mais ››

Após assalto, trio é espancado pela população na Zona Norte de Natal

Um homem e duas mulheres foram espancados pela população (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)Um homem e duas mulheres foram espancados por moradores do conjunto Parque dos Coqueiros, no bairro Nossa Senhora da Apresentação, Zona Norte de Natal, na manhã desta sexta-feira (28). De acordo com a polícia, os três tentaram roubar uma loja de roupas e foram surpreendidos por pessoas da comunidade, que os agrediram.
O caso aconteceu por volta das 10h. Segundo a proprietária da loja, que não quis se identificar, os três chegaram como clientes. Depois a abordaram com uma faca, recolheram mercadorias e a trancaram dentro do banheiro. Em seguida os suspeitos tentaram fugir por uma rua lateral ao comércio.
No entanto a dona da loja de roupas conseguiu destrancar a porta banheiro e saiu gritando que havia sido roubada. As pessoas que estavam na rua perseguiram os suspeitos e, ao conseguirem alcançá-los, os espancaram.
Após o espancamento, populares acionaram a polícia, que chegou ao local com a situação já controlada. Os PMs socorreram os três ao hospital. Nenhum deles quis suturar os ferimentos. Em seguida, os suspeitos foram encaminhados à Delegacia de Plantão da Zona Norte, onde foi registrada a ocorrência.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Corpo de adolescente que desapareceu em lagoa de Natal é encontrado pelos Bombeiros

Segundo amigos, Victor Daniel tentou atravessar lagoa a nado, mas não conseguiu chegar à margem do outro lado (Foto: Arquivo pessoal)O corpo do estudante de 17 anos Victor Daniel da Silva, que estava desaparecido em uma lagoa na Zona Norte de Natal, foi encontrado na tarde desta sexta-feira (28). A informação foi confirmada pelo subtenente Edson Marquês, do Corpo de Bombeiros.
De acordo com relato de amigos, o rapaz e alguns colegas foram à Lagoa Azul, no conjunto Nova Natal, após um treino de futsal no final da tarde desta quinta-feira (27). Durante o momento de lazer, eles decidiram atravessar a lagoa de uma ponta à outra nadando. Mas, ao longo o percurso, o jovem teve dificuldades de chegar à margem e afundou.
Segundo o subtenente Marquês, desde o começo da manhã desta sexta (28) as buscas por Victor Daniel foram iniciadas. Somente por volta das 15h o corpo foi encontrado. Os funcionários Escola Estadual Professor Varela Barca disseram ao G1 que Victor Daniel da Silva era bastante envolvido com as atividades da instituição, e tinha muitos amigos. Os familiares do adolescente já foram informados do óbito.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Corte de verbas da PF já afeta a Lava Jato, afirma coordenador da força-tarefa

O coordenador da força-tarefa da Lava Jato, procurador Deltan Dallagnol, afirmou nesta sexta-feira (28) que a falta de dinheiro para a Polícia Federal já compromete investigações da operação.
O contigenciamento das verbas da PF faz parte de cortes que o governo federal vem fazendo em diversas áreas para tentar conter o rombo nas contas públicas.
Para Dallagnol, a falta de dinheiro produz reflexos nas investigações e impediu que a PF pudesse deflagrar mais etapas da Lava Jato.
"Há uma serie de linhas de investigação que estão paradas ou andando de modo lento, quando elas poderiam já estar avançadas. Veja que das ultimas 7 operações pedidas e deflagradas na Justiça, da Lava Jato, 6 partiram do Ministério Público Federal, apenas uma da Polícia Federal. Se a PF estivesse com recursos humanos, tivesse com uma equipe adequada, nós teríamos em vez de 7, 12 operações, 6 da PF e 6 do MPF", afirmou Dallagnol.
A Polícia Federal tem 473 operações em andamento no país, mas o futuro das atividades da corporação é incerto. O ministro da Justiça, Torquato Jardim, admitiu nesta quinta (27) que a falta de dinheiro do governo deve atingir ações policiais.
"Poderá implicar em um processo seletivo de ações, não realizar todas as operações necessárias e algumas... Não realizar todas as operações necessárias na extensão total, extensão parcial [...] Hoje, a Lava Jato é maior em Brasília do que em Curitiba. São Paulo já está ficando maior do que Curitiba também. Então, é uma redistribuirão de mão de obra, uma redistribuição de meios operacionais, que não significa em hipótese alguma diminuição de capacidade investigativa", afirmou o ministro em entrevista coletiva.
Depois dessa declaração, o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, afirmou que houve o remanejamento de R$ 2 bilhões para outras áreas, entre elas a Polícia Federal.
Questionada pela TV Globo sobre os recursos para operações, a assessoria do Ministério da Justiça informou que há um repasse mensal de R$ 70 milhões previsto para a Polícia Federal até o final do ano. Disse também que caso haja necessidade de mais recursos, serão realocados de outras operações. "A Lava Jato tem total apoio do ministério", afirmou a assessoria.

O contingenciamento de recursos da Polícia Federal foi de R$ 400 milhões. R$ 170 milhões foram repostos. Além disso, a corporação vai poder contar com os R$ 70 milhões mês a mês prometidos pelo ministério.
'Trabalho perdido'
Investigadores dizem que a lógica das operações é a ampliação - com o avanço das investigações surgem novas provas. E que não garantir as operações é desperdiçar todo o dinheiro já gasto no trabalho de inteligência, escutas e monitoramentos.
Eles também argumentam que interromper os trabalhos é como perder o fio da meada. Como os investigados costumam trocar telefones, endereçoos e redes de relacionamento, as investigações não podem ser interrompidas.
Segundo Carlos Sobral, presidente da Associação dos Delegados da Polícia Federal, a corporação não está iniciando novas investigações para poder usar a verba nas que já estão em curso e são consideradas prioridade.
"A PF hoje, pela falta de recursos, nós estamos sendo obrigados a não iniciar novos trabalhos para canalizar os recursos para as ações prioritárias. Então, para não parar aquelas que estão em andamento, a gente não consegue iniciar novas investigações. E, se nós não tivermos agora recursos para continuar sequer as que já estão em andamento, elas serão paralisadas", afirmou Sobral.
Ele disse ainda que qualquer interrupção nos trabalhos de uma operação, ainda que pequena, é perder anos de trabalho.
"Operação não é algo que você para hoje e volta amanhã. São anos de trabalho, de levantamento, de inteligência, para entender a dinâmica da organização criminosa, da estrutura, do funcionamento do crime organizado que envolve a corrupção. Parar um dia, uma semana, um mês, é perder anos de trabalho", concluiu o presidente da associação.
O G1 entrou em contato com a PF e representantes dos policiais nos estados e no Distrito Federal para saber se há efeitos locais no corte de verba. Veja as respostas que recebemos até a última atualização desta reportagem:

DISTRITO FEDERAL
O presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República, José Robalinho Cavalcanti, disse que o contingenciamento não é viável.
“Não é viável que se faça contingenciamento em operações da Polícia Federal. A verba da PF já é muito pequena considerando o ganho que as operações trazem ao país. Principalmente, as operações de combate à corrupção que têm dado um retorno econômico ao Brasil”, disse.
Segundo o presidente do Sindicato dos Policiais Federais no Distrito Federal e vice-presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Flávio Werneck, o contingenciamento de verbas anunciado pelo Ministro da Justiça, Torquato Jardim, não foi visto com surpresa pela entidade, mas vai dificultar ainda mais as operações da PF.
Em entrevista ao G1, ele disse que o corte de verbas aliado aos problemas de gestão dentro da corporação tem resultado em baixos índices de eficiência nas investigações criminais brasileiras. “Nosso índice é de menos de 10%. Em países como Estados Unidos e Chile, esse índice é de 60%.”
“É um binômio de problemas: falta de verbas e de gestão. Por exemplo, para buscar o ex-ministro da Secretaria de Governo Geddel Vieira Lima e o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures, a PF usou o jato da corporação, que gasta R$ 7 mil por hora de voo. Isso é um absurdo. Esse jato é para transportar de 30 a 50 policiais.”
Werneck disse também que o contingenciamento de verbas vai tornar as investigações mais lentas porque os investimentos em tecnologia e inteligência serão reduzidos. “Podem ocorrer prescrições, gerando impunidade.”
Sobre a Lava-Jato, ele afirmou que o impacto maior sofrido pela operação foi o fim da força-tarefa. “A burocracia vai voltar e com ela a morosidade.”
RIO DE JANEIRO
O diretor regional da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) no RJ, delegado Luiz Carlos de Carvalho Cruz, disse que o contingenciamento de verbas preocupa, mas não surpreende os policiais federais. Segundo ele, desde 2009 os investimentos na PF vêm caindo, ano a ano, e programas como o de Polícia Marítima, essencial para a repressão ao contrabando e ao descaminho de mercadorias, está hoje praticamente parado – a situação se repete no projeto de informatizar o sistema de inquéritos, o que tornaria mais ágil o andamento das investigações. “O piloto começou em 2003, pela delegacia de Florianópolis, mas nunca avançou. Todos os inquéritos da PF ainda são feitos em papel, o que resulta em burocracia e lentidão”.

Também a força-tarefa da Lava Jato pode ser prejudicada, disse Cruz: “Uma operação dessa magnitude é feita com o envolvimento de policiais de todo o país, mas há quase dez anos o valor das diárias pagas ao pessoal de outros estados não é reajustado. Se o orçamento diminuir, com certeza algumas ações da Lava Jato poderão ser afetadas: sem dinheiro para diárias, como requisitar reforço de outras delegacias?”, questiona o delegado, acrescentando que, sem recursos não é possível investir em softwares – e treinamento de pessoal - para filtrar a grande quantidade de informações obtidas nas operações, por meio de quebras de sigilos bancário, fiscal e telemático.
Luiz Carlos Cruz lembra ainda que a cada ano o efetivo da PF diminui e, com menos dinheiro à disposição, não é reposto. Segundo ele, há hoje um déficit de cerca de 600 delegados em todo o país, e de 30% dos servidores que exercem funções administrativas. “A verdade é que está em curso um desmonte velado da Polícia Federal”, disparou.
RIO GRANDE DO NORTE
O presidente do Sindicato, José Antônio Aquino, considerou que o corte prejudica diretamente as operações da Polícia Federal no Rio Grande do Norte. De acordo com ele, hoje atuam por aqui 180 policiais, sendo que há um déficit de 100 agentes.
"Usamos parte dos recursos para trazer policiais de fora, pagando diária, para realizar as operações. Mas agora isso não é possível. Não teremos pessoal suficiente para as operações", explicou. Por questões estratégicas, ele afirmou que não poderia apontar as investigações prejudicadas.
Em junho, a PF do RN deflagrou, junto com o MPF, a Operação Manus (um desdobramento da Lava Jato) que prendeu o ex-presidente da Câmara e ex-ministro Henrique Eduardo Alves, entre outros.
O MPF-RN informou que os cortes atingirão a área administrativa, com renegociação em contratos, como é o caso de aluguel, limpeza e segurança. A atividade-fim não será prejudicada, segundo o órgão.

SANTA CATARINA
Conforme o presidente do Sindicato dos Policiais Federais no Estado de Santa Catarina (Sinpofesc), Carlos Eduardo Taveres, no estado o contingenciamento já afeta as diárias de pagamento de policiais federais.
Ainda segundo Tavares, o atraso de pagamento das diárias tem sido de dois a três dias. Entretanto, o sindicato garantiu que todas as operações estão sendo feitas, já que o prazo para o pagamento é considerado 'aceitável'.
Na segunda-feira (31), haverá uma reunião entre o superintendente da PF e o sindicato para que seja definida como será a situação do próximo mês, já que há previsão de que os cortes sejam mais severos.
SÃO PAULO
O MPF-SP informou que as forças-tarefas que atuam em operações do Ministério Público Federal são prioridades institucionais. Segundo o órgão, elas têm recursos garantidos para o cumprimento de suas funções, definidas em portaria do procurador-geral da República.
"Havendo necessidade de suplementação de recursos, a complementação será realizada a fim de garantir a continuidade das atividades desenvolvidas", disse em nota.
*Colaboraram G1 DF, G1 RJ, G1 RN, G1 SC e G1 SP.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Traficante detido na Penitenciária Federal de Mossoró pode receber visitas, determina juiz

Márcio dos Santos Nepomuceno, o Marcinho VP, atualmente cumpre pena por tráfico na Penitenciária Federal de Mossoró (Foto: Divulgação/defesa do preso)
O traficante Márcio dos Santos Nepomuceno, o Marcinho VP, que atualmente cumpre pena na Penitenciária Federal de Mossoró, na região Oeste potiguar, foi novamente autorizado a receber visitas íntimas e sociais – o que deve acontecer já na próxima semana. Segundo a direção do presídio, falta apenas que a comunicação oficial da decisão chegue à unidade.
Atualmente, os 561 presos federais em todo o país estão impedidos de receber visitas íntimas. A suspensão começou no final de maio por uma questão de segurança. Segundo a Advocacia-Geral da União (AGU), as mortes de três servidores de presídios federais – crimes ocorridos este ano – foram planejadas durante visitas que ocorreram dentro das unidades.
O Ministério da Justiça lembra que a suspensão das visitas também foi adotada depois que investigações revelaram que o traficante Fernandinho Beira-Mar comandava uma rede criminosa por meio de bilhetes repassados à namorada de um vizinho de cela durante as visitas íntimas.
Na quarta-feira (26), o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) decidiu não renovar a medida. Na sequência, a AGU entrou com recurso.
A decisão de liberar Marcinho VP a receber visitas é a segunda em menos de um mês. Ambas foram assinadas pelo juiz federal Marcus Vinícius Reis Bastos, da 12ª vara, no Distrito Federal. A primeira, datada de 10 de julho, foi por meio de uma decisão liminar. Essa decisão, posteriormente, acabou se estendendo a 69 detentos, mas acabou revogada no dia 25 após recurso da AGU. Porém, no dia 26, o magistrado julgou o mérito da questão e novamente concedeu a Marcinho o direito de receber visitas.
Nos dois casos, o juiz acatou os argumentos da defesa do traficante. Consta na decisão que o criminoso possui bom comportamento, e que não há provas que o vincule aos homicídios de servidores das penitenciárias federias – fato alegado pela Advocacia Geral da União para justificar a suspensão das visitas.

“A defesa acredita que a primeira revogação se deu por pressão dos movimentos dos agentes penitenciários federais, mas se trata de um apelo dos mesmos de forma equivocada. Eles tentam ganhar a opinião pública de uma forma ostensiva, mas esquecem de um detalhe: esse país tem leis, e elas não podem ser suprimidas por portarias”, ressaltam as advogadas Paloma Gurgel e Verena Cerqueira, que também dirigem o Instituto Anjos da Liberdade.
“A segurança pública não pode ser obtida a qualquer preço. Aliás, é preciso identificar de forma específica os que estão causando problemas. Estamos discutindo o direito dos familiares. Qualquer decisão contrária, provoca uma enorme insegurança jurídica e pune familiares, principalmente os filhos que já são condenados por simplesmente amar seus pais. Os presos da Lava Jato não estão sem visita. Então, essa sensação de que tirar a visita vai melhorar alguma coisa, é falsa”, acrescenta Paloma.

Paloma Gurgel é uma das advogadas de Marcinho VP (Foto: Arquivo Pessoal)
Paloma Gurgel é uma das advogadas de Marcinho VP (Foto: Arquivo Pessoal)

Ainda de acordo com a advogada, “se houve violência contra os agentes penitenciários, essas condutas devem ser individualizadas. A punição coletiva é proibida por lei. A Lei de Execuções Penais, em seu artigo 58, assegura que isolamento, suspensão e restrição de direitos não pode exceder a 30 dias, e os presos do sistema federal já estão sem poder receber visitas a mais de dois meses. São muitas peculiaridades que devem ser enfrentadas de forma mais madura e inteligente. Afinal, não estamos em terras de Tupiniquins”, finaliza.

Marcinho VP, apontado como um dos líderes do tráfico de drogas no complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, está em Mossoró desde 2015. Ele também já passou pelos presídios federais de Catanduvas (PR), Campo Grande (MS) e Porto Velho (RO).
Visitas, só com agendamento
Diretor da Penitenciária Federal de Mossoró, Nilton Soares de Azevedo, disse ao G1 que a unidade ainda não foi comunicada da decisão que autoriza Marcinho VP a voltar a receber visitas. Contudo, ele explicou que, assim que isso acontecer, os familiares do detento poderão fazê-lo, desde que submetidos ao procedimento padrão.
Nilton explicou que as segundas e terças-feiras são os dias da semana reservados para o agendamento das visitas. Após isso, dependendo do setor onde se encontra encarcerado o preso, a visita pode acontecer na quarta ou quinta-feira.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Polícia Civil recupera carga roubada e prende homem por receptação

Policiais civis da Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV) com apoio da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) prenderam em flagrante, na quinta-feira (27), Alcivan Mendes de Moura, 51 anos, pelo crime de receptação de mercadoria roubada. A prisão foi em decorrência de investigações sobre o desaparecimento de um caminhão e semi-reboque com uma carga de produtos da marca Even. Os policiais da DEPROV iniciaram diligências e encontraram o referido veículo e o semi-reboque em um posto de gasolina na cidade de São Gonçalo do Amarante.

A equipe de policiais solicitou apoio da DEICOR para realizar vigilância no local e identificar o motorista. Após averiguações foi constatado que o caminhão estava vazio e novas diligências foram realizadas nos galpões da região para encontrar a carga desaparecida. Um caminhão com velocidade desproporcional para a via transitada levantou suspeitas dos policiais que seguiram o veículo até ele adentrar em um terreno de muros altos. No local foi encontrado Alcivan Mendes, que ao perceber a presença da polícia se escondeu atrás de um carro. Ao ser perguntado sobre o caminhão, Alcivan informou que ele estava com uma carga de micro-ondas no valor de R$ 300.000 reais (trezentos mil reais) e que o motorista havia oferecido a carga pelo valor de R$ 150.000 reais (cento e cinquenta mil reais). Disse também que havia guardado uma encomenda de carga roubada de um motorista conhecido por Pedro.

Foram apreendidos na ação 610 (seiscentos e dez) micro-ondas da marca LG, 71 (setenta e um) Certificados de Registro de Veículos (CRVs), um veículo do tipo caminhão trator, um veículo do tipo semi-reboque, dois bloqueadores de sinal de radiofrequência, um veículo modelo CHEV/SPIN de cor preta, dois celulares da marca LG, dois celulares da marca ipro, um caderno com anotações de pagamentos a possíveis funcionários de Alcivan Mendes e uma quantia em cheques de diversos bancos no valor de R$ 250.857,70 (duzentos e cinquenta mil e oitocentos e cinquenta e sete reais e setenta centavos).

As investigações seguem para encontrar a carga de produtos Even e os envolvidos com o seu desaparecimento.

HISTÓRICO

Uma investigação da DEPROV resultou no indiciamento, no dia 27 de junho deste ano, de um grupo criminoso envolvido no furto e revenda de cargas de leite integral longa vida. As investigações descobriram que caixas de leite eram furtadas durante o transporte e estavam sendo vendidas em uma empresa de Atacado, na cidade de São Gonçalo do Amarante. Um dos indiciados nessa ação foi Alcivan Mendes de Moura que já havia sido preso anteriormente por sonegação fiscal. 

Fonte: Portal BO/Degepol
Leia Mais ››

Aulões do Projeto #QueroAprender chegam a todas as regiões do RN


Dando continuidade as ações do Projeto #QueroAprender, a partir deste sábado (29) milhares de estudantes da Rede Estadual de Educação, de todas as regiões do RN, participarão de aulões preparatórios para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Iniciados no último dia 15, no Centro de Convenções de Natal, com a participação de dois mil alunos, os aulões do Projeto #QueroAprender serão realizados a cada 15 dias até a véspera do segundo dia de provas do ENEM, a ser realizado em novembro.

Para a realização dos aulões em todas as 16 Regionais de Educação e de Cultura do RN, uma grande logística foi montada pelo Governo do Estado, através Secretaria de Educação, para proporcionar aos estudantes locais de estudo, apostilas, camisetas, equipamentos de audiovisuais e professores para conduzir os aulões. “Os estudantes de Natal contarão com o mesmo time de professores que trabalhou no primeiro aulão. Já as demais Direcs terão em seus aulões professores da própria região para ministrar os conteúdos e tirar as dúvidas dos alunos”, explicou o professor João Maria de Lima, coordenador do Projeto #QueroAprender.

Para a secretária de Educação, professora Cláudia Santa Rosa, a ampliação dos aulões representa uma aposta do Governo do RN nos estudantes: “Sabemos do potencial dos jovens e nos resta criar as condições para que se preparem e sejam felizes em seus projetos de vida que envolvam um bom desempenho acadêmico”.

Por todo o Estado, a SEEC fechou importantes parcerias para a escolha do local dos aulões. Em Parnamirim, a pasta firmou parceria com a Associação Norte-Rio-Grandense de Criadores (ANORC/RN), que cederá espaços da instituição para receber os estudantes. Outro exemplo será no município de Santa Cruz, onde os alunos serão recebidos no Teatro Municipal Candinha Bezerra. Já em Assú serão utilizados os ambientes do campus da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN) e do Cine Teatro Pedro Amorim. Em Natal três locais receberão os aulões, variando de acordo com as datas: O campus central do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), o Colégio Estadual Atheneu e a sede da UERN da zona norte. Por questões locais, os aulões das cidades de Parnamirim e Pau dos Ferros começarão no dia 5 de agosto e em Caicó no dia 12, sendo que o aulão do dia 29 será resposto nessas cidades.

Até o final dos aulões, o estudante terá estudado todas as áreas de conhecimento que são cobradas no ENEM, sendo elas: Ciências da Natureza, Ciências Humanas, Linguagens e Códigos e Matemática.  Os alunos também contarão com aulas de Redação. As datas dos aulões podem ser conferidas na fanpage da SEEC e na do Projeto #QueroAprender no Facebook.

O Projeto

Além dos aulões, o Projeto #QueroAprender disponibiliza para os alunos da Rede Estadual de Educação aulas, conteúdos 24h e ferramentas digitais para auxiliar os estudantes nos estudos complementares a sala de aula e ajuda na preparação para o ENEM.

Para o estudante ter acesso aos conteúdos, basta fazer seu login no SIGEduc, acessar o espaço virtual do estudante e se matricular nas diversas turmas do projeto que estão divididas por disciplinas. Nesse ambiente os alunos encontrarão questões e material para estudo sete dias por semana. Os conteúdos são de responsabilidade de um grupo de professores formado por profissionais que atuam nas redes pública e privada de ensino e que também atuam nos aulões.

Além disso, os alunos podem acompanhar conteúdos exclusivos apresentados no programa Conexão ENEM, exibido pela TV Assembleia, por meio da fanpage do projeto, no Facebook, e, ainda, pelo blogwww.conexaoenem.com.

A Secretaria de Educação conta com as parcerias do Conexão Enem e do Unifacex para implementar o projeto #QueroAprender.

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

MPRN denuncia ex-secretários por fraude na Arena das Dunas

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) ofereceu denúncia contra dois ex-secretários de estado, um representante do Comitê Organizador Local (COL), um arquiteto proprietário de uma empresa de consultoria e ainda servidores públicos potiguares por fraude em contrato relativo à Arena das Dunas, estádio construído em Natal que recebeu quatro jogos da Copa do Mundo de 2014. Na denúncia, a Promotoria de Defesa do Patrimônio Público pede ainda que seja reparado o total de R$ 2.674.822,85 aos cofres públicos. A denúncia foi acatada pelo juiz da 6ª vara Criminal de Natal.

A denúncia é resultado de um inquérito civil instaurado para apurar a regularidade da contratação, pela Secretaria de Turismo do Rio Grande do Norte (Setur), da empresa Stadia Projetos Consultoria e Engenharia Ltda para a prestação dos serviços especializados no desenvolvimento dos projetos básicos complementares relativos à Arena das Dunas. Essa contratação foi realizada mediante inexigibilidade de licitação em razão de uma suposta notória especialização da empresa, o que se mostrou direcionada, principalmente pelo fato de a Stadia ter sido constituída havia menos de um ano.

O ex-titular da Setur Múcio Gurgel de Sá, o ex-secretário extraordinário para Assuntos Relativos à Copa do Mundo (Secopa) Fernando Fernandes de Oliveira, a ex-coordenadora da Assessoria Jurídica da Setur Adriana Andrade Sinedino de Oliveira, o principal sócio da empresa Stadia, Danilo Roberto de Carvalho, e ainda Carlos de La Corte, que foi membro do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo 2014 (COL) foram denunciados pelo crime de inexigibilidade indevida, previsto no artigo 89 da Lei de Licitações.

Apesar da cláusula décima terceira do contrato colocar a subcontratação total ou parcial como causa para rescisão unilateral do acordado, foi constatado que a Stadia utilizou-se desse expediente na quase totalidade dos serviços a que se obrigou, com a anuência da Comissão de Recebimento dos trabalhos, composta por Adriana Oliveira, Carlos Alexandre Varella Duarte e Túlio Fernandes de Mattos Serejo. Por essa razão, eles e Danilo Roberto de Carvalho foram denunciados pelo artigo 92 da mesma Lei de Licitações.

Para o MPRN, Fernando Fernandes e Adriana Oliveira também cometeram o crime de falsidade ideológica, previsto no artigo 299 do Código Penal. Fernando Fernandes, por declarar que a Stadia era a única empresa apta ao serviço a ser contratado, a despeito de sua curta existência no mercado e do fato de haver outras firmas gabaritadas ao serviço. Adriana Oliveira, por declarar que as ressalvas da Procuradoria-Geral do Estado, que à época alertava para a necessidade de preenchimento de requisitos prévios à contratação, haviam sido cumpridas, sem que tal correspondesse à realidade.

Na denúncia, a Promotoria de Defesa do Patrimônio Público frisa que a documentação coletada no inquérito civil, juntamente com os autos de uma Tomada de Contas instaurada no âmbito do Tribunal de Contas do Estado (TCE) leva à conclusão de que os denunciados forjaram uma situação de excepcionalidade visando exclusivamente proceder à contratação direta da Stadia, o que decorreu de antiga parceria mantida entre Carlos de La Corte, representante do COL, e Danilo Roberto de Carvalho, sócio da empresa contratada.

A denúncia já foi acatada pela Justiça do Rio Grande do Norte. No documento, o MPRN pede ainda que os réus sejam condenados ao pagamento de R$ 2.674.822,85 a título de reparação dos danos causados, com base em relatório do corpo técnico do Tribunal de Contas do Estado.

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

MPRN está negociando delação premiada de envolvidos

Na mesma semana em que foi deflagrada, a Operação Cidade Luz já desencadeou acordos de colaboração com o Ministério Público do Rio Grande do Norte.

De acordo com o que foi apurado pela reportagem, estão andamento tratativas de colaboração de investigados para contar o que sabem sobre o esquema. O portalnoar.com ainda não confirmou quais são os colaboradores.

Dos presos na ação de segunda-feira, dois ainda permanecem encarcerados por terem mandados de prisão preventiva, Allan Emmanuel Ferreira e Felipe Gonçalves de Castro.

Além disso, outra medida cautelar que ainda prevalece é a do afastamento do presidente da Câmara de Vereadores, Raniere Barbosa. Sua defesa ingressou com mandado de segurança nessa quinta-feira (27).

O esquema descortinado pelo MP teria desviado mais de R$ 22 milhões só dos contratos de iluminação pública da Semsur.

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

PROCON FISCALIZA POSTOS DE COMBUSTÍVEIS NA CIDADE DE BARAÚNA-RN

O coordenador Geral e fiscais do PROCON Estadual estão nesse momento na cidade de Baraúna que fica localizada na região oeste do Rio Grande do Norte,em grande operação nos postos de combustíveis
Segundo informações foi detectado abuso do poder econômico em razão do preço do litro da gasolina ser um dos mais caros do RN custando 4.39 e o que agrava ainda mais o fato dos quatro postos da cidade estarem operando o mesmo preço o que caracteriza cartel. 
Foi passada a informação que se os postos não baixarem os preços,serão multados ainda hoje,sexta feira (28) em multas que variam em torno de 250 mil reais .


Fonte: Passando na Hora
Leia Mais ››

Carro da senadora Fátima Bezerra é roubado no bairro do Tirol

O carro da senadora Fátima Bezerra (PT) foi roubado no final da manhã esta sexta-feira (28), nas proximidades do Museu Câmara Cascudo, no bairro do Tirol, zona Leste de Natal .

Segundo a assessoria da senadora, o motorista e seu neto estavam no carro quando dois homens em outro veículo fecharam a picape Toyota Hilux SW4 e anunciaram o assalto.

Eles levaram os pertences das vítimas e fugiram veículo. A Policia Militar (PM) foi acionada e realizou diligências para capturar os bandidos.

Os policiais encontraram o carro abandonado por trás da padaria Mercatto, no bairro de Lagoa Nova.

A assessoria da senadora informou que a parlamentar havia viajado no inicio da manhã para participar de duas mesas de debate na 15ª Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP), que homenageia, neste ano, o escritor carioca Lima Barreto.

Até o fechamento desta matéria ninguém foi preso.

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

Ex-presidente da Câmara de Mossoró condenado em processo da Operação Sal Grosso a cinco anos e meio de prisão

Juiz Cláudio Mendes sentenciou primeiro dos 14 processos que avaliam irregularidades em empréstimos consignados
O juiz da 3ª. Vara Criminal da Comarca de Mossoró, Cláudio Mendes Júnior, assinou na tarde desta sexta-feira, 28, sentença de processo desencadeado pela Operação Sal Grosso que investigou a suposta prática de crimes e ações de delito envolvendo vereadores e assessores da Câmara Municipal de Mossoró.

A investigação encabeçada pelo Ministério Público apontou a utilização indevida de cerca de R$ 298 mil do erário público municipal.

A sentença definiu a pena do ex-presidente da Câmara Municipal de Mossoró, à época,  João Newton da Escóssia Júnior, “Júnior Escóssia”, a cinco anos, seis meses, e vinte dias de reclusão, em regime semiaberto, além do pagamento de quarenta e três dias-multa, o que equivale a 86 salários mínimos. Segundo a sentença. “Júnior Escóssia” poderá recorrer em liberdade.

O processo julgado nesta sexta-feira envolve ainda os nomes de Sebastião Fagner Silveira Lima de Oliveira, Efigênia Maria Silveira Oliveira e Antônio Campos de Oliveira, que foram absolvidos por inconsistência das provas ou por não configuração de crime nas acusações apresentadas pelo Ministério Público.

A sentença apresentada hoje é a primeira de uma série de 14 processos movidos pelo Ministério Público Estadual em 2013, seis anos após a operação ter sido deflagrada, a partir da suspeita de irregularidades cometidas com a obtenção de empréstimos consignados por parte de vereadores e servidores.

O Juiz Cláudio Mendes terá pela frente uma maratona com a apresentação de outras treze sentenças a proferir somente com relação ao caso de irregularidades em empréstimos consignados.

Existem outros processos em tramitação para avaliar o uso de diárias, verbas de gabinete e outras ações suspeitas.

Fonte: O Mossoroense
Leia Mais ››

Melhor solução para o país é votar denúncia contra Temer na quarta, diz Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse hoje (28), em São Paulo, que haverá quórum suficiente para votar, na próxima quarta-feira (2), a denúncia contra o presidente da República Michel Temer. Segundo ele, a votação na quarta-feira é a “melhor solução” para o país. A estimativa dele é que mais de 480 deputados estejam presentes na votação.

“Na minha opinião, haverá quórum. O Brasil precisa de uma definição para esse assunto. Não se pode, do meu ponto de vista, jogar com um assunto tão grave, tão sério, como uma denúncia oferecida pela PGR [Procuradoria-Geral da República] contra o presidente da República. Nosso papel é votar. Quem quiser, vota sim, quem quiser, vota não. Mas não votar é manter o país parado no momento em que o Brasil vive uma recuperação econômica, mas ainda com muitas dificuldades”, disse ele.

Maia falou com a imprensa após almoçar com o prefeito em exercício de São Paulo, Milton Leite, na sede da prefeitura, no centro da capital. João Doria está em viagem à China, em busca de parcerias para a cidade. “Acho muito grave que a Câmara não tome uma decisão. Que seja para aprovar ou não [a denúncia]. Isso é uma decisão de cada deputado. O que a gente não pode é deixar o paciente em centro cirúrgico, com a barriga aberta”, acrescentou o presidente da Casa. Maia disse ainda que um possivel adiamento paralisaria a pauta do Congresso Nacional. “A melhor solução para o Brasil é que a denúncia seja votada na quarta”, completou.

Reformas e meta fiscal

Maia afirmou ainda que o Congresso pretende retomar as votações das reformas assim que for encerrada a votação da denúncia contra Temer. “Tenho muita esperança e vou trabalhar fortemente para que a gente possa votar a reforma da Previdência porque entendo que o Brasil tem problemas graves a médio e longo prazo, problemas estruturais que precisam ser resolvidos. É vendida como uma reforma que vai tirar direitos dos mais pobres, mas é exatamente o contrário. O déficit da Previdência é que tira direitos dos mais pobres e privilegia poucos”, disse. Outra votação que ele destacou como importante é a reforma para simplificar o sistema tributário.

Apesar de ter reafirmado seu apoio à política econômica do governo federal, Maia criticou a possibilidade de revisão da meta fiscal já estabelecida pelo governo. Ele defende que a meta “fique onde está”. “Não devemos, nem podemos, sem motivo, mexer na meta fiscal que foi apresentada no início do ano. Temos um rombo fiscal gravíssimo no Brasil e precisamos votar a denúncia [contra Temer] para que possamos voltar ao tema das reformas, porque com elas vamos conseguir superar esse déficit fiscal”.

Reivindicações

O prefeito em exercício de São Paulo, Milton Leite, entregou a Maia uma lista de reivindicações da cidade para o governo federal. “Obviamente, temos pleitos junto ao governo federal para os programas dos mananciais e do Minha Casa Minha Vida. O presidente [da Câmara] Rodrigo Maia está levando, em mãos, um documento nosso solicitando a liberação dos recursos bloqueados pelo governo federal”, disse ele.

Segundo Maia, no almoço eles também conversaram sobre a questão fiscal. “Há uma preocupação grande da prefeitura de São Paulo com o aumento dos combustíveis, principalmente do diesel. E nós vamos discutir esse tema”, falou o deputado.  Além de Maia e de Milton Leite, participaram do almoço vereadores, deputados estaduais e federais, prefeitos e secretários.

Fonte: Agência Brasil
Leia Mais ››