RÁDIO CIDADE AO VIVO

quinta-feira, maio 25, 2017

PM EVITA ESTOURO DE CAIXA ELETRÔNICO DE CIDADE NO INTERIOR DO RN

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Na madrugada de hoje (25/05), elementos jogaram grampos em vários pontos da RN que liga Lagoa Salgada a Lagoa de Pedras, ocasionando alguns pneus furados.
Devido a atenção dos componentes da Base os elementos foram obrigados a empreender fuga da cidade sem conseguir chegar até os caixas do Bradesco e dos Correios. Veículos usados pelos bandidos foram uma STRADA PRATA E UM MISTSUBISH também PRATA, de modelo não identificado. Não houve confronto.

BASE COMPOSTA pelos PMs das cidades:
BOA SAÚDE
LAGOA SALGADA
LAGOA DE PEDRAS
COM REFORÇOS DO POLICIAMENTO DE D.O E GTO

Com essa presença evitamos mais um estouro de Caixa eletrônico na área do 8° BPM, disse o Tenente Coronel Tavares, comandante do 8° BPM/ Nova Cruz.

Fonte: Na Ficha da Polícia
Leia Mais ››

Exército deixa Esplanada dos Ministérios; PM continua no local

Militares deixam prédio do governo após Temer revogar decreto que pedia ação das Forças Armadas em Brasília (Foto: Reprodução/GloboNews)

O Ministério da Defesa informou que, logo após a revogação do decreto que autorizou o uso das Forças Armadas para segurança na Esplanada dos Ministérios, os militares começaram a deixar o local. Às 12h, os homens do Exército não eram mais vistos na área.
A via que dá acesso ao Congresso continua interditada, e apenas servidores estão liberados para passar pela barreira. Segundo alguns militares que estavam na via N2, atrás do Palácio do Planalto, às 13h30 um grupo permaneceria no local para fazer a segurança do palácio até as 9h de sexta-feira (26).
Nesta quarta (24), após a ocupação da Esplanada dos Ministérios por milhares de manifestantes que pediram a saída do presidente Michel Temer, o governo federal autorizou a presença das Forças Armadas para proteção dos ministérios e do patrimônio público do local.
Segundo a nota emitida pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República, “restabelecendo-se a ordem, o documento será revogado”. Temer reuniu na manhã desta quinta-feira (25), no Palácio do Planalto, ministros de seu núcleo político para discutir a eventual saída dos militares de Brasília.
Às 10h44, o presidente revogou por meio de uma edição extraordinária do "Diário Oficial da União", o decreto que autorizou o uso de tropas das Forças Armadas na Esplanada dos Ministérios.
Para o Secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Edval Noaves, desde a noite desta quarta, a ordem foi restabelecida em Brasília. Em entrevista a TV Globo nesta quinta, ele afirmou que situação na capital já está normalizada.

Segurança do Congresso fica sob responsabilidade da PMDF (Foto: Beatriz Pataro/G1)
Segurança do Congresso fica sob responsabilidade da PMDF (Foto: Beatriz Pataro/G1)

Fonte: G1
Leia Mais ››

Com vidros quebrados após manifestação, ministérios têm expediente normal em Brasília

Entrada de ministros e secretários do Ministério da Cultura e Meio Ambiente foi destruída durante manifestação contra governo Temer (Foto: Luiza Garonce/G1)

Com vidros estilhaçados pelo chão e prédios depredados, a Esplanada dos Ministérios retoma as atividades administrativas nesta quinta-feira (25) após as manifestações que pediram a renúncia do presidente Michel Temer. O G1 esteve no local por volta das 8h e verificou que servidores públicos já tinham voltado a trabalhar.
Os resquícios das depredações, no entanto, permaneciam no local. Durante o protesto, que começou por volta das 11h desta quarta (24), prédios, paradas de ônibus, bancas, orelhões e refletores foram destruídos com pedras e fogo.
De acordo com o administrador do prédio do Ministério da Cultura e Meio Ambiente, Francisco Gomes da Silva, o expediente dos servidores do Meio Ambiente começa às 14h "como sempre", porque a pasta ocupa o prédio do 5º ao 9º andar. Já os funcionários da Cultura, que trabalham nos andares mais afetados, foram dispensados nesta quinta.
Ele informou que reforma do edifício será feita em caráter emergencial, mas ainda não há prazo para começar. Vidraças, sofás, biblioteca e móveis do térreo, primeiro, segundo e terceiro andar foram depredados. A entrada das "autoridades" – ministros e secretários – ficou completamente destruída.
"Como não foi algo programado, vamos precisar ver os danos pra fazer o orçamento", disse Silva. Pelo regime de urgência, a compra dos materiais necessários para a reforma do prédio pode ser feita sem licitação.
O Ministério da Cultura informou ao G1 às 11h50, por meio de nota, que o prédio passava por perícia e que um balanço dos danos seria divulgado em breve.
Ao lado do ministério, que estava com grande parte dos vidros quebrados e estilhaçados pelo chão, uma cena intrigante – um ambulante vendia tábuas de vidro para cortar alimentos. Questionado pela reportagem sobre a ironia da cena, ele brincou: "Peguei os vidros que quebraram e fiz essas tábuas aqui".

Ambulante vende tábuas de vidro ao lado de ministério que teve os vidros quebrados durante manifestação contra governo Temer (Foto: Luiza Garonce/G1)
Ambulante vende tábuas de vidro ao lado de ministério que teve os vidros quebrados durante manifestação contra governo Temer (Foto: Luiza Garonce/G1)

Outros ministérios, como o da Integração Nacional – que foi incendiado – também passam por perícia nesta quinta (25). O bombeiro Hidelberto Barbosa afirmou, por volta das 9h30, que a equipe de perícia vasculhava o prédio da Integração para identificar os danos provocados pelo fogo. Segundo ele, até aquele momento, não haviam sido identificados riscos às estruturas.
Barbosa informou que a equipe de perícia da Polícia Militar também faria uma vistoria. O repórter Geraldo Becker teve acesso ao interior do edifício e conversou com um funcionário da Defesa Civil que fazia o procedimento. 
O Ministério do Planejamento Desenvolvimento e Gestão também está com o expediente normal, mas o acesso dos funcionários foi direcionado para a entrada dos fundos, já que a porta principal – que é de vidro – foi quebrada. Seguranças do prédio e militares do exército faziam a segurança do local por volta das 9h.
A pasta informou ao G1 que os prejuízos causados pelas depredações foram orçados em R$ 330.979,31. Somente para vidros com película e espelhos, o custo de reparo será de R$ 110 mil. Os gastos com móveis devem chegar a R$ 140 mil e a compra de novos computadores vai custar R$ 55 mil. O restante do orçamento inclui persianas, equipamentos de ar condicionado, elevadores, forros e pinturas.

Seguranças e militares do Exército fazem a segurança da entrada principal do Ministério do Planejamento (Foto: Luiza Garonce/G1)
Seguranças e militares do Exército fazem a segurança da entrada principal do Ministério do Planejamento (Foto: Luiza Garonce/G1)

Um dos mais afetados pela ação dos "black blocks", que quebraram vidros e atearam fogo às estruturas, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento também funciona dentro da normalidade, mas a entrada do servidores foi tranferida para o anexo do prédio, que fica na S2.
O Ministério de Minas e Energia informou ao G1 que o prédio teve 31 vidros quebrados, uma persiana, um computador e um aparelho de ar condicionados danificados, além de três placas de sinalização arrancadas. O prejuízo foi orçado pela pasta em R$ 19 mil.
Para conter os vidros quebrados e tapar os buracos, na maior parte dos ministérios foram instaladas placas de madeirite na paredes externas. Por volta das 8h, quando o G1 esteve no local, funcionários de empresas terceirizadas faziam a manutenção dos prédios e removiam pichações das fachadas.

Funcionários limpam pichações na fachada do Ministério da Ciência e Tecnologia após manifestação contra governo Temer (Foto: Luiza Garonce/G1)
Funcionários limpam pichações na fachada do Ministério da Ciência e Tecnologia após manifestação contra governo Temer (Foto: Luiza Garonce/G1)

A servidora Mary Mourão, de 61 anos, chegou ao trabalho por volta das 9h para "cumprir a obrigação com a pátria", mas se disse revoltada com a ação dos manifestantes.
"[Isso] é patrimônio publico, é nosso dinheiro. Sabemos que não foram todos os manifestantes. A gente não sabe o partido [deles], mas imagina [quais são]. Quem vem fazer arruaça não são os que querem mudança."
"Destruir as coisas não é a postura de um país sério. Atingir o patrimônio público não atinge os dirigentes."
Já a ativista social Cristiane Sales, de 49 anos, acredita que as depredações na Esplanada refletem a revolta de uma parcela da população que não se sente ouvida. "Ninguém tem moral pra dizer que alguém é vândalo. É vandalismo, mas me entristece muito mais o que acontece naquele Planalto."
"A revolta popular chegou a esse ponto quando tentaram tirar os direitos trabalhistas, a aposentadoria dos trabalhadores."

A ativista Clarice Sales, de 49 anos, acredita que as depredações ao patrimônico público durante a manifestação contra Temer refletem profunda instatisfação popular (Foto: Luiza Garonce/G1)
A ativista Clarice Sales, de 49 anos, acredita que as depredações ao patrimônico público durante a manifestação contra Temer refletem profunda instatisfação popular (Foto: Luiza Garonce/G1)

A Coordenação de Recursos Logísticos do ministério informou que, durante a manifestação, foram depredados ou perdidos móveis, fotos de ex-ministros, paredes de vidro e computadores. O Corpo de Bombeiros faz a perícia do prédio e, segundo a pasta, os prejuízos causados pelo incêndio no "Salão de Atos" e nas proximidades da portaria do ministro, Blairo Maggi, devem ser mensurados até as 14h.

Perícia do Corpo de Bombeiros vasculha ministérios na Esplanada para verificar estragos provocados por incêndio durante manifestação contra governo Temer (Foto: Luiza Garonce/G1)
Perícia do Corpo de Bombeiros vasculha ministérios na Esplanada para verificar estragos provocados por incêndio durante manifestação contra governo Temer (Foto: Luiza Garonce/G1)

Fonte: G1
Leia Mais ››

Juro do cartão de crédito cai 67,8 pontos e fica em 422,5% em abril


No primeiro mês em que vigoraram as novas regras do rotativo do cartão de crédito, os juros dessa modalidade caíram 67,8 pontos percentuais: de 490,3% ao ano, em março, para 422,5% ao ano, em abril. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (25) pelo Banco Central.
É a menor taxa desde outubro de 2015, quando os juros do cartão estavam em 399,97% ao ano.
No mês de abril, passaram a valer as mudanças nas regras do cartão de crédito. Elas preveem que o rotativo só poderá ser usado até o vencimento da fatura seguinte. Se na data do vencimento o cliente não tiver feito o pagamento total do valor da fatura, o restante terá que ser parcelado ou quitado.
A expectativa do governo federal é que as medidas façam com que os juros do cartão caiam pela metade do patamar registrado na época em que as novas regras entraram em vigor, ou seja, para cerca de 245% ao ano.
Mesmo com essa queda, a taxa de juros cobrada pelos bancos ainda seria muito elevada para padrões internacionais.
Já os juros do cheque especial, informou o BC, apresentou uma leve alta, passando de 328% ao ano, em março, para 328,3% ao ano, em abril - maior patamar desde janeiro (497,5% ao ano).
Categorias
Desde março, o Banco Central divide o crédito do cartão de crédito rotativo em duas categorias: regular, que são os clientes que pagam o valor mínimo da fatura dentro do prazo previsto; e não regular, que são os clientes que não pagam o valor mínimo da fatura até o prazo máximo previsto.
A taxa de juros do rotativo dos clientes regulares caiu de 431,1% ao ano em março para 296,1% ao ano em abril. Já os clientes não regulares tiveram taxas bem maiores: 528,7% em março e 524,5% em abril.
Segundo o chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Tulio Maciel, a tendência é que a taxa de juros dos clientes regulares continue em queda. Na primeira semana de maio, essa taxa foi de 267,7%.
"O cliente que paga, pelo menos a taxa mínima, tem taxas menores do que os que não fazem nem esse pagamento", afirmou.
Do saldo total de crédito de rotativo de pessoas físicas a maior parte se enquadra na categoria não regular. Do saldo de R$ 38,7 bilhões, R$ 22,5 bilhões são de não regular e R$ 16,2 bilhões são de regulares.
Juro bancário médio mantém queda
Os números do BC mostram ainda que o mês de abril manteve a tendência registrada em março e apresentou queda dos juros médios cobrados pelos bancos, tanto nos empréstimos a pessoas físicas quanto a empresas, nas operações com recursos livres (que excluem crédito imobiliário, rural e do BNDES).
Em abril, a taxa média de juros das operações com recursos livres para as pessoas físicas somou 68,1% ao ano, contra 72,7% ao ano em março. A taxa cobrada das empresas, por sua vez, recuou de 27,5% ao ano em março para 26,3% ao ano em abril.
A queda dos juros bancários acontece em momento de recuo da Selic, a taxa básica de juros da economia, fixada pelo Banco Central, que influencia a chamada "taxa de captação" dos bancos, ou seja, quanto eles pagam pelos recursos.
Na sua mais recente reunião, em abril, o Comitê de Política Monetária (Copom) cortou a Selic em 1 ponto percentual. Ela agora está em 11,25% ao ano.
Consignado e inadimplência
A concessão de crédito consignado às pessoas físicas, com recursos livres, apresentou um aumento de 19,9% no ano, até abril. No ano, até abril, a concessão de crédito para aquisição de veículos por pessoas físicas aumentou 17,2%.
Dados do Banco Central mostram que a taxa de inadimplência com recursos livres se manteve inalterada em abril, tanto para pessoas físicas quanto para pessoas jurídicas: 5,6% e 5,9%, respectivamente.
O chefe do Departamento Econômico do BC apontou que há indícios de recuperação do crédito às famílias. Entretanto, apontou ele, "o crédito às empresas ainda não mostra sinal de recuperação.”

Fonte: G1
Leia Mais ››

Parentes e amigos de vítimas de chacina no Pará dizem que polícia chegou atirando

Fazenda onde ocorreu a chacina é alvo de disputa de terras e já foi invadida três vezes desde 2015 (Foto: Ascom/Polícia Civil)

Parentes de vítimas da chacina que resultou na morte de 10 pessoas em Pau D'arco, no sudeste do Pará, contestam a versão dos órgãos de segurança do estado de que os policiais reagiram a um ataque dos colonos: segundo os trabalhadores rurais, a polícia chegou na cena do crime atirando.
"Teve três sobreviventes do local, que conseguiram escapar, que contam essa mesma história: eles tavam acampados, tava debaixo de uma lona, quando a polícia chegou e já foi atirando em todo mundo, sem chance de defesa", disse um homem que pediu para não ser identificado.
Nove homens e uma mulher morreram em um confronto com a polícia na fazenda Santa Lúcia, em Pau d'Arco, na quarta-feira (24). A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Segup) disse que os policiais foram recebidos à bala quando tentavam cumprir 16 mandados de prisão contra suspeitos do assassinato de um vigilante da fazenda, no fim de abril. As equipes que participaram da operação vão responder a inquéritos policiais militares.
A fazenda Santa Lúcia é alvo de disputa de terras. O local foi invadido três vezes desde 2015. Em abril o proprietário conseguiu a reintegração de posse, e contratou seguranças para vigiar o local. Segundo o advogado das vítimas, os trabalhadores rurais já haviam informado ao Incra, a ouvidoria agrária e ao Tribunal de Justiça do Pará sobre as tensões na região.
"Eram 200 famílias que ocupavam a área, e a gente vinha alertando as autoridades que estava na iminência de acontecer um novo massacre de Eldorado de Carajás", disse o advogado José Vargas Júnior.
O Incra informou que não houve acordo financeiro com o dono da fazenda para desapropriar a área para reforma agrária, e que tomou todas as medidas possíveis para regularizar as famílias e evitar conflitos na região.
Famílias lamentam mortes
"Nossa família perdeu sete parentes. Todo mundo tá chocado. É um sentimento de impunidade que não vai cicatrizar", disse um dos familiares das vítimas, que também pediu para ter a identidade preservada. "Como é que teve esse tiroteio sendo que nenhum dos policiais foram feridos ou baleados? Nem uma das caminhonetes?", questiona.
Outro parente, cuja identidade é mantida em sigilo, diz que as vítimas queriam ocupar a terra da fazenda para trabalhar. "Eles estavam lá para adquirir um pedacinho de terra para trabalhar, para sustentar suas famílias. Eles não foram lá para brigar, eles não foram lá para matar. E foram vítimas, cruel, assassinados brutalmente, sem nenhum poder de defesa", disse.

Polícia apreendeu 11 armas de fogo, que estariam em posse das vítimas da chacina em Pau D'arco (Foto: Reprodução/TV Liberal)
Polícia apreendeu 11 armas de fogo, que estariam em posse das vítimas da chacina em Pau D'arco (Foto: Reprodução/TV Liberal)

A polícia afirmou, porém, que durante a operação foram apreendidas 11 armas de fogo que estariam em posse das vítimas. "É um poder de fogo muito grande. Nove armas longas, fuzil .762 e pistola Glock", afirmou o coronel Hilton Benigno, comandante geral da PM no Pará.
O secretário de segurança pública do Pará, Jeannot Jansen, afirmou que as mortes serão apuradas por uma equipe isenta. "Não vamos ser hipócritas e negar a dimensão do episódio. Essa éa razão porque estamos reunidos, porque devemos satisfação para a sociedade, e essa é a razão porque encarregamos a nossa delegacia especializada para 'tomar conta' dos inquéritos. Uma equipe imparcial, fora do local que realizará o inquérito", disse.
O caso também está sendo investigado pelos ministérios públicos Federal e do Estado. A OAB também acompanha as investigações.
Veja a lista das vítimas
Segundo o Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, as vítimas são:
- Weldson Pereira da Silva
- Nelson Souza Milhomem
- Weclebson Pereira Milhomem
- Ozeir Rodrigues da Silva
- Jane Julia de Oliveira
- Regivaldo Pereira da Silva
- Ronaldo Pereira de Souza
- Bruno Henrique Pereira Gomes
- Antonio Pereira Milhomem
- Hércules Santos de Oliveira.
De acordo com a polícia, pelo menos 4 dos 10 mortos no episódio estavam com pedidos de prisão decretados. Os nomes dos mortos que teriam pedido de prisão decretados não foram discriminados.

Corpos das vítimas do massacre em fazenda no Pará são vistos em hospital (Foto: Lunae Parracho/Reuters)
Corpos das vítimas do massacre em fazenda no Pará são vistos em hospital (Foto: Lunae Parracho/Reuters)

Fonte: G1
Leia Mais ››

STF decidiu que quem rouba celular que custa menos de R$ 500 não é preso? Não é verdade!

 (Foto: Arte/G1)

Uma mensagem que circula pelo Facebook e pelo WhatsApp leva em conta uma decisão tomada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para dizer que a partir de agora quem rouba um celular que custa menos que R$ 500 não é preso no Brasil nem que seja em flagrante. Não é verdade.
"Para conhecimento. O "perdeu, playboy" tá liberado. Quem rouba celular que custa menos que 500 reais não é preso nem em flagrante, decide STF. E se custar mais de 500 reais é solto na audiência de custódia. Bom, nós estamos nas mãos dos bandidos deste país", afirma a mensagem, que tem sido compartilhada por várias pessoas.
Ela não traduz a verdade. Houve, de fato, uma decisão do Supremo Tribunal Federal, em 16 de maio deste ano, que autorizou que fosse trancada uma ação penal contra um homem condenado em primeira instância por ter furtado (e não roubado) um celular avaliado em R$ 90.
Furto é diferente de roubo porque não envolve violência contra a vítima. A pena para furto, por exemplo, é de reclusão de um a quatro anos e multa. Já para roubo, o Código Penal prevê reclusão de quatro a dez anos e multa.
Também não é verdade que ela vale para todos os casos. A decisão foi tomada em um caso específico e não menciona limite de valores. Tão equivocada quanto é a conclusão de que "se custar mais de R$ 500 é solto na audiência de custódia". Essa regra não existe. Além disso, dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) mostram que em 2/3 dos estados as audiências de custódia resultam em mais decisões de prisão preventiva que em liberdade provisória.

Mensagem que circula nas redes sociais  (Foto: Reprodução/ Facebook)

O caso
O homem tinha sido condenado a um ano de reclusão em regime semiaberto, além do pagamento de uma multa, após ser preso em 2011 pela prática de furto de um celular, cuja vítima disse ter adquirido por R$ 90.
Ele foi absolvido em segunda instância pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) com base no princípio da insignificância ou da bagatela, em razão do baixo valor do celular furtado.
No entanto, houve um recurso ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), que mandou o Tribunal de Justiça de Minas Gerais afastar da decisão o princípio da insignificância. A defesa do homem, então, recorreu ao próprio STJ, mas perdeu, e um novo recurso levou o caso ao STF.
O Ministério Público Federal argumentou que o valor de R$ 90 relativo ao bem subtraído não se revelava ínfimo, porque significava mais de 10% do valor do salário mínimo nacional na época dos fatos (R$ 622). O STF não entendeu assim, e decidiu pela extinção da ação.
É ou não é?’, seção de fact-checking (checagem de fatos) do G1, tem como objetivo conferir os discursos de políticos e outras personalidades públicas e atestar a veracidade de notícias e informações espalhadas pelas redes sociais e pela web. Sugestões podem ser enviadas pelo VC no G1, pelo Fale Conosco ou pelo Whatsapp/Viber, no telefone (11) 94200-4444, com a hashtag #eounaoe (caso prefira, a hashtag pode ser enviada logo após a mensagem também!)

Fonte: G1
Leia Mais ››

Juíza ordena prisão sem direito a fiança de Rosell e explicita ação de Teixeira

Sandro Rosell, ex-presidente do Barcelona, é condenado a prisão sem direito a fiança (Foto: Twitter / Diário Sport)

A juíza da Audiência Nacional da Espanha Carmen Lamela decretou nesta quinta-feira a prisão sem direito a fiança de Sandro Rosell, ex-presidente do Barcelona. Detido na última terça-feira, o dirigente é acusado de desviar € 6,5 milhões (cerca de R$ 23,7 milhões), de comissões ilegais obtidas com a venda de direitos de imagem de 24 jogos da seleção brasileira. O total de recursos na operação ilegal, pago por uma empresa sediada nas Ilhas Cayman, propriedade do bilionário saudita Saleh Kamel, chegaria a € 15 milhões (R$ 54,6 milhões).
A maior parte desse dinheiro - segundo a acusação, € 8,3 milhões (R$ 30,2 milhões) - foi direta e indiretamente para o ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, e pessoas do seu entorno que "atuavam como testas-de-ferro". De acordo com informações do jornal "El Confidencial", o dirigente e sua esposa teriam até cartões de crédito platinum de uma conta alimentada exclusivamente com verba de uma das companhias no esquema.
Rosell, junto com o restante dos investigados, fazia parte de uma organização criminosa de âmbito transnacional, que se "dedicou a lavar dinheiro procedente de comissões ilícitas", segundo sustenta a juíza, que deixou em liberdade outros três detidos em operação realizada na terça-feira.
Estão soltos Marta Pineda, mulher de Rosell, que foi libertada após acompanhar a operação de busca e apreensão na luxuosa residência do casal, na cidade de Corçà, o libanês Shahe Ohannessian, apontado como ex-sócio do antigo dirigente da Nike no Brasil e ex-presidente do clube catalão.
Além deles, segue em liberdade Andreu Ramos, cunhado de Besoli, apontado como testa de ferro, que teve o nome utilizado para a abertura das contas e empresas de Rosell. Contra os dois últimos, foram decretadas medidas cautelares, como proibição de sair da Espanha, além de presenças mensais no tribunal.
Rosell e a ligação com Teixeira
O ex-presidente do Barcelona foi executivo da Nike nos anos 90. Levou a empresa americana a patrocinar a CBF (num contrato que foi alvo de investigações no Brasil e nos EUA) e o Barça. Na condição de diretor do clube catalão, foi ele quem contratou Ronaldinho em 2003. Anos depois, já presidente, Rosell concretizou a transferência de Neymar – que até hoje é motivo de diversas investigações no Brasil e na Espanha.
As suspeitas que cercam a negociação de Neymar levaram Rosell em 2014 a deixar o cargo de presidente do Barcelona, que ele ocupava desde 2010. Rosell também foi personagem decisivo na queda de Ricardo Teixeira do comando do futebol brasileiro. Os dois participaram da organização de um amistoso entre Brasil e Portugal disputado no estádio do Gama em 2008, duelo que foi alvo da investigação.
Amigo íntimo do ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira (1989-2012), Rosell se hospedava nos mesmos hoteis da seleção brasileira em amistosos e competições pelo mundo. Na Copa América de 2011, disputada na Argentina, o então presidente do Barcelona andava no mesmo ônibus que transportava jogadores e comissão técnica da seleção.

Fonte: Globo Esporte
Leia Mais ››

Dátolo é denunciado por dinheiro apreendido, e pena pode chegar a seis anos

Dátolo pode responder por evasão de divisas  (Foto: Reprodução/ TV Globo Minas)

Em setembro de 2016 a Polícia Federal prendeu uma dupla argentina que tentava embarcar com R$ 125,6 mil no Aeroporto do Galeão. O dinheiro pertencia a Dátolo, ex-jogador do Atlético-MG. Nesta semana o Ministério Público Federal do Rio de Janeiro abriu denúncia contra o meia e seus compatriotas por evasão de divisas. A pena para o crime vai de dois a seis anos de reclusão, além de multa.
Na versão inicial do caso, a quantia chegava a R$ 150 mil. O Ministério, no entanto, em nota oficial, declara os R$ 125,6 mil. O dinheiro não declarado era transportado por Fabio German Ortiz e Juan Carlos Gorosito, amigos de infância do jogador. Presos em flagrante, na sala de embarque, os argentinos carregavam o dinheiro no bolso: Fabio estava com R$ 55,6 mil e Juan com R$ 70 mil.
Segundo a defesa do meia argentino, a quantia era lícita, proveniente de seu salário, e seria destinada à construção de uma casa. Os denunciados tem o prazo de 10 dias para responderem por escrito o recebimento da denúncia.
Caso a denúncia seja acatada, Dátolo será enquadrado no Art. 22, da Lei nº 7.492/86, que refere-se a "efetuar operação de câmbio não autorizada, com o fim de promover evasão de divisas do país". O artigo trata de tentativa de saída de moeda ou divisa para o exterior, ou nele mantiver depósitos não declarados à repartição federal competente, no caso o Brasil.
Jesus Dátolo deixou o Atlético-MG no ano passado e em 2017 atuou pelo Vitória no início da temporada. Ele deixou o time no início de maio e, em declaração oficial, alegou que precisava de um tempo para "resolver, exclusivamente, questões pessoais".

Fonte: Globo Esporte
Leia Mais ››

Sede do PT em Curitiba é atingida por bombas caseiras


A sede do Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) que fica no bairro São Francisco, em Curitiba, foi atingida por dois coquetéis molotv durante a madrugada desta quinta-feira (25). Imagens de uma câmera de segurança mostram o momento em que dois homens encapuzados jogam as bombas caseiras. Assista ao vídeo.
Os explosivos atingiram uma das salas do local e uma árvore. Não havia funcionários no local e ninguém ficou ferido.
Em nota, o PT-PR disse que este foi o quarto atentado contra a sede desde março do ano passado.
O presidente do partido no estado, Doutor Rosinha, lamentou o ocorrido e disse que vai cobrar uma investigação sobre o caso da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Administração Penitenciária (Sesp-PR).

Fonte: G1
Leia Mais ››

Passageiro reage a assalto a ônibus no Recife, mata suspeito e deixa outro ferido

Passageiro reage, mata suspeito e fere outro no Recife (Foto: Reprodução/Google Street View)

Uma tentativa de assalto a um ônibus BRT, no bairro da Várzea, Zona Oeste do Recife, terminou com um suspeito morto e outro ferido, durante a noite de quarta-feira (24). De acordo com a Força-tarefa de Homicídios da Polícia Civil (PC), o caso ocorreu no cruzamento entre a Avenida Afonso Olindense e a Avenida Caxangá, por volta das 18h, quando dois homens armados com facas anunciaram o assalto ao coletivo, mas foram surpreendidos pela reação de um passageiro, que efetuou disparos de arma de fogo.
A Polícia Civil informou também que o homem baleado está foragido. A princípio, havia sido divulgada a aprisão do suspeito, mas informação não teve confirmação da corporação.
Ainda segundo a corporação, um passageiro portava um revólver e agiu para impedir o crime. O homem atingiu um dos suspeitos na perna e nas costas. O outro, que morreu na hora, levou tiros na cabeça.
O Insituto de Medicina Legal (IML) esteve no local para recolher o corpo. O passageiro que estava armado no coletivo ainda não foi identificado.
As investigações sobre o caso ficarão a cargo da força-tarefa que investiga casos de assalto a ônibus, sob a chefia do delegado Joel Venâncio.
Insegurança
Em abril deste ano, um soldado da Polícia Militar reagiu a uma tentativa de assalto a uma estação de BRT no bairro de Santo Antônio, no Centro do Recife, e baleou um homem que estava armado com uma faca, segundo a PM. O caso aconteceu por volta das 13h30 do dia 21, na Estação Maurício de Nassau, localizada na Rua Martins de Barros.
Também de acordo com a PM, o soldado voltava para casa depois do expediente quando dois homens armados com facas entraram na estação e renderam os passageiros que aguardavam o transporte público.
No momento em que a dupla tentou abordar o soldado, ele atirou. Um deles ficou ferido na região do abdômen e, segundo a PM, foi encaminhado ao Hospital da Restauração, no Derby, na área central da capital pernambucana.

Estação de BRT Maurício de Nassau, no bairro de Santo Antônio, no Recife (Foto: Reprodução/Google Street View)
Estação de BRT Maurício de Nassau, no bairro de Santo Antônio, no Recife (Foto: Reprodução/Google Street View)

Fonte: G1
Leia Mais ››

Suspeito de assaltar mercadinho é linchado por populares após cair de moto durante fuga, em Manaus

Crime ocorreu na Avenida Sumaúma, na Zona Norte de Manaus (Foto: Indiara Bessa/G1 AM)

Um homem não identificado suspeito de assaltar um mercadinho, na noite desta quarta-feira (24), foi linchado por populares na Zona Norte de Manaus. Segundo a Polícia Militar, a vítima caiu da motocicleta no momento da fuga e foi agredido com pedradas e pedaços de madeira. Três homens que estariam envolvidos no roubo conseguiram fugir.
A polícia foi acionada para a ocorrência por volta de 20h40. De acordo com o sargento Hemetério da Silva, da 15ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o policial informou que quatro homens chegaram ao estabelecimento em duas motos, efetuaram o assalto e fugiram em seguida.
Moradores informaram que, ao chegar na Avenida Sumaúma, no bairro Monte das Oliveiras, um dos suspeitos, que estava na garupa de uma das motocicletas, se desequilibrou e caiu. Populares conseguiram alcançá-lo e iniciaram as agressões.
Testemunhas informaram que o homem foi agredido a pauladas e pedradas, além de chutes e socos. A PM disse que ao chegar no local, o homem estava caído em via pública. O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) foi até o local, mas o suspeito já estava morto.
A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) atendeu a ocorrência e deve investigar o caso.

Fonte: G1
Leia Mais ››

OAB entrega à Câmara pedido de impeachment de Temer

Representantes da OAB chegam à Câmara para entregar pedido de impeachment de Michel Temer (Foto: Bernardo Caram/G1)

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) entregou na tarde desta quinta-feira (25) à Câmara dos Deputados o pedido de impeachment do presidente Michel Temer. A entidade também pediu que Temer fique inabilitado de exercer cargo público por oito anos.
A entidade usa como base a delação premiada de executivos da J&F para argumentar que o presidente cometeu crime de responsabilidade e violou o decoro do cargo de presidente. Com base no que foi informado, o ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, autorizou a abertura de inquérito para investigar Temer.
"O pedido da OAB leva em consideração as manifestações do presidente da República, que em dois momentos, em rede nacional de televisão, declara textualmente conhecimento com relação a todos os fatos. O presidente declara que escutou desse empresário, que ele nominou como fanfarrão e delinquente, todos aqueles crimes e nada fez com relação ao que escutou", disse o presidente da OAB, Claudio Lamachia, ao chegar à Câmara.
Antes de protocolar o pedido, Lamachia acrescentou que a entidade também pediu o impeachment de Dilma Rousseff, "o que demonstra que a OAB é uma instituição absolutamente e apartidária."
"Há menos de um ano, lamentavelmente, fomos nós da OAB, fui compelido a apresentar o pedido de impeachment da então presidente da República Dilma Rousseff. A OAB cumpre o seu papel, apresenta dois impeachments de dois presidentes da República, processos de impeachment diametralmente opostos no que diz respeito à questão das ideologias partidárias, o que demonstra que a OAB é uma instituição absolutamente independente e apartidária", declarou.

OAB entrega pedido de impeachment de Temer (Foto: Eugenio Novaes/OAB)
OAB entrega pedido de impeachment de Temer (Foto: Eugenio Novaes/OAB)

Além do pedido da Ordem, já há outras 16 solicitações de destituição de Temer protocoladas no Congresso Nacional.
Desses pedidos, 13 foram apresentados desde a semana passada, após se tornar público o conteúdo da delação premiada dos donos da JBS, Joesley e Wesley Batista.
As delações atingem, principalmente, o presidente Michel Temer e o senador Aécio Neves (PSDB-MG), afastado do mandato parlamentar por determinação do Supremo Tribunal Federal.
O pedido da OAB foi protocolado na Câmara pelo presidente da entidade, Claudio Lamachia, por conselheiros federais e presidentes das seccionais da entidade representativa dos advogados.
No último fim de semana, representantes da OAB de 24 estados e do Distrito Federal votaram a favor da apresentação de um pedido de impedimento do peemedebista. Só a seccional da entidade no Amapá se posicionou contra.

O presidente Michel Temer (Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)
O presidente Michel Temer (Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)

Gravação
Como parte do acordo de delação, Joesley Batista entregou ao Ministério Público Federal gravação de uma conversa com Temer na qual relatou crimes que teria cometido para obstruir a Justiça.
O empresário usou um gravador escondido durante uma reunião com o presidente na noite de 7 de março, no Palácio do Jaburu, residência oficial da Vice-presidência, onde Temer mora.
O áudio também dá a entender, segundo os investigadores da Lava Jato, que Joesley teria recebido aval do presidente para comprar o silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha. A defesa de Temer afirma que o áudio foi editado a pediu a suspensão do inquérito.
Na avaliação da OAB, independentemente de uma eventual edição da gravação entre Temer e o empresário, a conversa no Palácio do Jaburu indica que o presidente da República cometeu crime de responsabilidade.
A OAB identificou crime de responsabilidade em dois trechos da conversa entre Temer e Joesley. No primeiro, o empresário diz que tinha a favor dele dois juízes e um procurador. A entidade dos advogados afirma que o presidente deveria ter informado às autoridades imediatamente. Na conversa, Temer responde "ótimo, ótimo".
Em outro trecho, o delator da Lava Jato pede ajuda a Temer para resolver assuntos pendentes no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Para a OAB, um favor pessoal é incompatível com o cargo de presidente.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Fernandinho Beira-Mar está a caminho do RN


O traficante Fernandinho Beira-Mar, de 49 anos, está sendo transferido para o Rio Grande do Norte nesta quinta-feira, 25. O criminoso chega à Penitenciária Federal de Mossoró no mesmo dia em que ocorreu a maior fuga da história do estado. Na madrugada, 91 presos escaparam da Penitenciária Estadual de Parnamirim, o PEP.

A saída de Beira-Mar da Penitenciária Federal de Rondônia, onde ele estava desde 2012, foi transmitida em tempo real pelo site ‘Rondônia Ao Vivo’. A transferência foi feita pela Polícia Federal e pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

“Ele vai para outro presídio federal, provavelmente o de Mossoró”, diz o repórter do site.

A transferência do traficante é um desdobramento da Operação Epístolas, que ontem cumpriu 35 mandados de prisão. Dez deles contra familiares do criminoso.

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

BNB financia energia solar para agricultores familiares


Novo produto do Banco do Nordeste, lançadoontem, o Agroamigo Sol permite que agricultores familiares adquiram equipamentos para converter a energia solar em energia elétrica. As operações de crédito podem ter limites de até R$ 15 mil, com juros a partir de 0,5% ao ano.

Entre os equipamentos que poderão ser adquiridos, estão máquinas voltadas para irrigação, eletrificação de instalações rurais, dessalinizadores e eletrificação de cercas em condições de pastejo rotativo.

Dono de uma pequena propriedade em Itapipoca (CE), Nonato Brandão é um dos produtores que já assinaram contrato de financiamento com o BNB. Com cerca de R$ 4 mil, ele adquirirá equipamento capaz de bombear 18 mil litros d’água para irrigar suas plantações de cheiro verde, alface, pimentão, tomate e cenoura. “As coisas vão melhorar bastante”, afirma, em tom otimista.

Segundo o presidente do BNB, Marcos Holanda, o Agroamigo Sol é alternativa inovadora para atender o cliente e melhorar as condições de vida do homem do campo, que alia a eficiência e a preservação do meio ambiente.

“Estamos beneficiando um público que dificilmente seria melhor atendido por outras instituições e que terá condições para gerar a sua própria energia. Essa independência energética vai representar um salto na qualidade de vida dos produtores”, disse o presidente. Ele também adiantou que, dentro de um ano, o BNB premiará as iniciativas que melhor aplicarem a tecnologia em suas propriedades.

Para o superintendente de Microfinança e Agricultura Familiar, Alex Araújo, a iniciativa desenvolve a Região e insere parcela importante de pessoas no ciclo produtivo.

Condições de acesso ao crédito
As parcelas podem ser pagas em até dez anos, com carência de três anos, no máximo, a depender programa de crédito escolhido e dos itens a serem financiados.

Para ser considerado agricultor familiar, o cliente deve apresentar Declaração de Aptidão (DAP) emitida pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

Rocha Loures devolve os R$ 35 mil que faltavam da ‘mala da propina’


O deputado afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) avisou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que depositou em uma conta da Caixa Econômica Federal os R$ 35 mil que ficaram faltando para totalizar os R$ 500 mil que supostamente teria recebido em uma mala com propina da JBS.

Na segunda-feira, 22, os advogados do peemedebista devolveram o dinheiro na Superintendência da Polícia Federal em São Paulo, mas o órgão constatou que faltavam R$ 35 mil do valor total.

Segundo a investigação, os R$ 500 mil seriam referentes a uma propina da JBS em troca do empenho do parlamentar em um projeto de interesse do grupo.

Rocha Loures, que é um dos nomes mais próximos ao presidente Michel Temer, teve a prisão pedida pela Procuradoria-Geral da República.

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, negou a prisão do peemedebista, mas decretou seu afastamento do mandato.

Fonte: Estadão
Leia Mais ››

Vice-prefeito de Espírito Santo é indiciado por duplo homicídio


O vice-prefeito de Espírito Santo, distante pouco mais de 70 km de Natal, foi indiciado pela morte de duas pessoas. Toinho Venceslau, do PSDB, confessou à Polícia Civil que atropelou as vítimas, um casal que deixou três crianças, no dia 1º de janeiro deste ano, a data da posse do político.

Delegado de Goianinha, onde o acidente ocorreu, Wellington Guedes, relatou em entrevista ao Portal No Ar os motivos pelos quais Toinho foi indiciado por duplo homicídio doloso, quando se assume o risco de morte.

“Ele vinha em alta velocidade com o carro dele e bateu na moto em que estava o casal quando fez ultrapassagem em faixa contínua [onde é proibido ultrapassar]. A moto foi arrastada porque ele não parou para prestar socorro. Seguiu sem chamar ambulância”, narrou o delegado.

De acordo com a Polícia Civil, se o vice-prefeito tivesse parado para prestar socorro, pelo menos a morte de uma das vítimas poderia ser evitada. Isso porque Elivania Costa da Silva chegou a ser levada com vida a um hospital. O marido dela, José Marcos da Silva, morreu no local do acidente.

De acordo com Wellington Guedes ainda não há mandado de prisão contra Toinho Venceslau.

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

Foragido da justiça de Santa Catarina há 20 anos é capturado pela Polícia Federal em Assu no RN


Um homem de 51 anos de idade,natural de Santa Catarina, que não teve seu nome revelado e que há 20 anos era foragido da justiça daquele estado, foi capturado, pela Polícia Federal nesta terça feira 24 de maio na cidade de Assu, região do Vale Potiguar. 

De acordo com a assessoria de imprensa da PF, a prisão do catarinenses, condenado pela justiça por homicídio se deu por força de um mandado de prisão expedido pela 1ª. Vara Criminal da comarca de Joinville/SC. 

O homem foi acusado de há duas décadas ter cometido um assassinato naquela cidade e após o crime, fugiu para o Nordeste onde viveu todo esse tempo com documentos falsos. 

Ainda de acordo com a Polícia Federal ele esteve morando em Fortaleza no Ceará, onde casou e constituiu família e tempos depóis se mudou para Natal onde morou alguns anos. 

Anos depois se mudou novamente, desta vez para Assú, onde foi localizado e preso. Condenado a 24 anos de reclusão, o preso permanece sob custódia da Polícia Federal em Natal capital do RN e aguarda ordem da Justiça para ser transferido para uma Unidade Prisonal em Santa Catarina.

Fonte: Fim da Linha
Leia Mais ››

Navio de guerra da Marinha do Brasil é aberto ao público em Natal

F-42 lançou primeiro míssil da história da Marinha brasileira em 1978 (Foto: Divulgação/Marinha do Brasil)

A Fragata Constituição, da Marinha do Brasil, fará uma escala em Natal a caminho de Brest, na França, onde participará de comemorações do centenário da Primeira Guerra Mundial. A fragata ficará atracada no Porto de Natal, na Ribeira, e será aberta a visitação gratuita no domingo (28) das 14h30 até 30 minutos antes do pôr-do-sol.
A Constituição (F-42), um navio de guerra da classe “Niterói”, entrou para o serviço da Marinha brasileira em 1978. Com 129,5 metros de comprimento e deslocando 3.750 toneladas, a F-42 está armada com mísseis Exocet (para abater alvos de superfície) e Aspide (para alvos aéreos), além três canhões e dois lançadores de torpedos e foguetes.
A viagem da fragata começou na segunda-feira (22), no Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro. Antes de chegar à França, o navio fará ainda escala em Las Palmas, na Espanha. Para a travessia de volta ao porto-sede no Rio de Janeiro, no final de julho, estão previstas paradas em Las Palmas e Fortaleza.
O navio ficará atracado na França de 17 a 26 de junho. Embarcações da Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Irlanda e Reino Unido também participam da comemoração do centenário, que contará com visitações, cerimônias militares, desfiles das tripulações e uma “Parada Naval” em frente ao porto de Brest.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Sejuc admite que muro sem guaritas facilitou fuga histórica de 91 presos no RN

Quatro guaritas deveriam ter sido construídas junto ao muro externo (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

A construção de um muro sem guaritas – que prejudicou a visão dos guardas que trabalham nas torres de vigilância que já existiam no entorno da Penitenciária Estadual de Parnamirim – facilitou a fuga de 91 presos na madrugada desta quinta-feira (25). Foi a maior debandada da história do sistema prisional potiguar. Quem admite a falha é a própria Secretaria de Justiça e da Cidadania do Rio Grande do Norte, em entrevista à Inter TV Cabugi.
"O muro atrapalhou, deu vantagem para os internos e proteção visual. Depois de fazer o muro tinha que reestruturar, fazer as guaritas externas, que não foram feitas. Os policiais militares ainda estão nas guaritas internas, que perderam a funcionabilidade devido ao muro que foi colocado", afirmou o titular da Sejuc.
O secretário reconhece que falta de efetivo também prejudica a segurança do presídio. "Quatro agentes pra tomar conta de 589 internos é humanamente impossível. Seriam necessários, só no plantão, 15 agentes por turno pra fazer o serviço", informou. Ele ressalta que este problema deve ser resolvido com o concurso público para agentes penitenciários que está em andamento.
Segundo Luis Mauro, os presos foram transferidos do pavilhão onde começa o túnel para instalação de grades. A Sejuc também criou, junto com a Secretaria de Estado de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), uma força-tarefa para recapturar os fugitivos. Até agora, nove dos 91 foram recapturados.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Por túnel, 91 fogem de penitenciária na Grande Natal; é a maior fuga da história do sistema prisional potiguar, confirma Sejuc

Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal (Foto: Ricardo Araújo/G1)

A maior fuga já registrada na história do sistema prisional do Rio Grande do Norte aconteceu na madrugada desta quinta-feira (25). Foi na Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal, de onde 91 presos escaparam por um túnel de aproximadamente 30 metros de extensão. Nove foram recapturados. As informações foram confirmadas pela Secretaria de Justiça e da Cidadania (Sejuc), que já determinou a abertura de uma sindicância para apurar se houve facilitação.
Inicialmente, o secretário Luis Mauro Albuquerque, titular da Sejuc, havia informado a fuga de 82 detentos. Depois, retificou a informação ressaltando que nove haviam sido recapturados, e que o número exato de fugitivos era 91, restando 82 soltos pelas ruas.
A lista com os nomes dos detentos que permanecem foragidos ainda não foi divulgada.
Até então, a maior fuga ocorrida no estado havia sido a de janeiro deste ano, durante o massacre de Alcaçuz. A penitenciária, a maior do RN, fica em Nísia Floresta, também na região metropolitana da capital potiguar. A Secretaria de Justiça e da Cidadania (Sejuc) considera que pelo menos 26 presos foram assassinados na ocasião, e que 56 conseguiram escapar em meio à matança.
A Penitenciária Estadual de Parnamirim tem capacidade para 436 detentos. No entanto, abrigava 589 presos antes da fuga.

Luis Mauro Albuquerque Araújo é o titular da Secretaria de Justiça e da Cidadania do RN (Foto: Andréa Tavares/G1)
Luis Mauro Albuquerque Araújo é o titular da Secretaria de Justiça e da Cidadania do RN (Foto: Andréa Tavares/G1)

Celas sem grades
Segundo o secretário da Sejuc, os presos da PEP estão soltos dentro da unidade desde 2015, quando houve uma rebelião generalizada e as grades das celas foram arrancadas. O resultado disso é que os detentos circulam livremente pelos dois pavilhões e áreas de convivência da penitenciária. “Não dá pra realizar nenhum procedimento nestas condições, com os detentos soltos”, admitiu Luiz Mauro. Agora, a unidade deve passar por reformas, segundo o secretário.

Detentos escavaram um buraco para escapar da unidade; roupas ficaram para trás   (Foto: Aura Mazda/Tribuna do Norte)
Detentos escavaram um buraco para escapar da unidade; roupas ficaram para trás (Foto: Aura Mazda/Tribuna do Norte)

A fuga
Segundo a Polícia Militar, a debandada aconteceu por volta das 4h. Após a descoberta da fuga, a direção da unidade pediu reforço para a segurança na área externa. Com a chegada de mais policiais, houve buscas e oito fugitivos foram recapturados perambulando pela região.
A PM também informou que pelo menos dois carros e uma motocicleta foram vistos dando apoio ao resgate dos presos. Os fugitivos também trocaram de roupa para dificultar a identificação. No estado, o sistema penitenciário adotou camisa branca e bermuda azul como uniforme padrão dos presos.
Segundo a Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), todas as torres de vigilância no entorno da penitenciária estavam ocupadas durante a fuga. Inclusive, a Sesed acrescenta que foi um dos guariteiros quem percebeu a movimentação, fez disparos de advertência e evitou que a debandada fosse maior.
Esta foi a segunda fuga registrada na PEP este ano. A primeira foi no dia 7 de janeiro, quando 14 detentos escaparam. Na ocasião, um buraco também foi escavado no pé do muro. Um policial militar que trabalhava em uma das guaritas da unidade, suspeito de ter facilitado a fuga, foi afastado.
Sistema em calamidade
O sistema penitenciário potiguar está em calamidade pública desde o dia 17 de março de 2015, após uma onda de rebeliões que atingiu pelo menos 14 das 33 unidades prisionais do estado. O decreto, renovado em março deste ano, tem validade por mais 180 dias.

Fonte: G1
Leia Mais ››

AGENTES PENITENCIÁRIOS FLAGRAM MULHER TENTANDO ENTRAR COM DROGA DENTRO DA VAGINA NO CDP DE PAU DOS FERROS, NO RN

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Na manhã desta quarta-feira (24), equipe de agentes penitenciários do CDP de Pau dos Ferros, sob comando do diretor LAIW ANDERSON, com apoio operacional do GEP, interceptaram a esposa de um detento que tentou visitar o seu esposo com uma certa quantidade de maconha escondida em sua genitália.

A visitante Lea Holanda do Nascimento, companheira do preso Sinésio Batista Coelho, vulgo Jogador, depois de ser flagrada com o entorpecente confessou que levaria a droga para o seu esposo que é usuário.

Lea foi conduzida ao hospital regional de Pau dos Ferros para o exame de corpo de delito e em seguida foi apresentada na Delegacia Municipal de Polícia Civil de Pau dos Ferros para os procedimentos cabíveis.
Em ato contínuo, os agentes penitenciários realizaram uma revista na cela do esposo de Lea e encontraram um aparelho celular.
Segundo o diretor da unidade prisional, Laiw Anderson, "as agentes femininas que realizam as revistas íntimas nas esposas dos apenados desconfiaram de Lea e durante a abordagem encontraram o entorpecente."

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Fonte: Na Ficha da Polícia
Leia Mais ››

Governo repassa mais de 6 milhões para projetos em 158 escolas do Estado


O governador do Estado, Robinson Faria, ao lado da Secretária de Educação, Cláudia Santa Rosa e do Secretário de Gestão de Projetos e de Metas, Vagner Araújo assinam convênio para repasse de recursos do Projeto de Inovação Pedagógica (PIP). Para a edição de 2017, o valor é de mais de R$ 6 milhões e beneficiará 158 Escolas Estaduais. O evento conta com a presença dos diretores das DIRECs, técnicos e gestores envolvidos no PIP e acontecerá na próxima segunda-feira (29), às 10h, no auditório máster da Escola de Governo.

Os recursos dessa ação estão previstos no segundo componente de atuação do Projeto Governo Cidadão que contempla a melhoria dos serviços públicos. O montante que cada escola irá receber variam entre R$ 30 mil e R$ 45 mil.

O apoio técnico, pedagógico e financeiro a Projetos de Inovação Pedagógica apresentados pelas escolas possibilita o fortalecimento dos processos educacionais e de aprendizagem para os estudantes de 4º, 5º e 6º ano do Ensino Fundamental e 1ª série do Ensino Médio. “Todos os projetos foram produzidos pela própria escola e visam contribuir para resolução de problemáticas e melhoria da aprendizagem através de propostas. Nas unidades escolares contempladas, serão realizados acompanhamentos in loco pelos orientadores do PIP, bem como o monitoramento sistemático (à distância e presencial) durante todo ano letivo” disse a Secretária de Educação, Cláudia Santa Rosa.

Sobre o PIP

O PIP – Projeto de Inovação Pedagógica é um projeto desenvolvido pela Secretaria de Educação com apoio do Governo Cidadão e acompanhamento do Banco Mundial previsto no acordo de empréstimo.

O processo de escolha das escolas selecionadas se deu através de sorteio na presença Diretores e Técnicos Pedagógicos de cada Diretoria Regional de Educação, representantes do Tribunal de Contas do Estado, representante do Banco Mundial e da Secretaria de Educação e Cultura.

A seleção iniciou com 171 escolas. Dessas, 165 submeteram seus projetos para análise e 158 foram aprovadas, de acordo com os critérios de elegibilidade constantes no Edital de seleção dos Projetos, para receber apoio técnico, pedagógico e financeiro.

Os recursos destinados à execução dos Projetos de Inovação Pedagógica (PIP), serão liberados em única parcela:

Escolas                    Parâmetro                         Recursos

1 turma                       R$ 30.000,00                       R$ 30.000,00

2 turmas                     R$ 30.000,00 + 20%          R$ 36.000,00

3 turmas                     R$ 30.000,00 + 30%          R$ 39.000,00

4 turmas                     R$ 30.000,00 + 40%          R$ 42.000,00

5 turmas ou mais      R$ 30.000,00 + 50%          R$ 45.000,00

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››