Usuários Online

RÁDIO CIDADE AO VIVO

quinta-feira, maio 18, 2017

Elemento envolvido no confronto com a PM próximo a Angicos, é preso na comunidade de Pataxó zona rural de Ipanguaçu


Na noite de ontem 17/05, por volta das 19:hs, policiais receberam a informação de que o elemento que teria saído baleado no confronto com policiais nas proximidades da cidade de Angicos estaria na comunidade de Pataxó.
Foi montando um cerco para a captura do elemento, o mesmo estava no interior de uma residência em Pataxó.
O elemento foi identificado por, José Antonio da Costa, 24 anos, vulgo Toinho, residente a rua Projetada, bairro Alto da Alegria na cidade de Angicos, o mesmo estava escondido e foi recapturado pela Força tática e GTO Assu.

Foi dado voz de prisão e em seguida o elemento foi recambiado para o hospital regional de Assu... a troca de tiros que terminou com um bandido morto.

Fonte: Focoelho
Leia Mais ››

101º Homicidio em Mossoró 2017: Popular é morto a tiros no bairro Boa Vista


Na noite desta quarta feira 27 de maio de 2017 a cidade de Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte, registrou mais uma morte violenta provocada por disparos de arma de fogo. 

O crime aconteceu na Rua Paulo de Alburquerque no bairro Boa Vista, onde um popular identificado como, Mateus Alberto de Araujo Silva, 32 anos foi executado com vários tiros de pistola. 

De acordo com informações da Polícia, a vítima chegava em uma lanchonete para merendar e quando se aproximou do estabelecimento, foi surpreendida por dois homens, que chegaram a começaram a atirar em sua direção. 

A vítima ainda tentou correr, mas foi alcançada, alvejada e morta na área de uma residência naquele bairro. A Polícia ainda não tem pistas dos suspeitos do crime, que fugiram recentemente 

O corpo foi removido do local, para a sede do ITEP, onde será necropsiado e liberado para sepultamento.









Fonte: Fim da Linha
Leia Mais ››

Um dos bandidos morreu após troca de tiros com a polícia próximo a cidade de Angicos


Após troca de tiros, e perseguição pelo matagal nas proximidades da cidade de Angicos, um dos elementos veio a óbito, já dois bandidos estão foragidos. Informações ainda incompletas seria que os elementos teriam roubado um veículo tipo Corolla na cidade de Riachuelo, e na BR-304 teriam tomado de assalto uma caminhonete de um fazendeiro, foi onde a polícia conseguiu intercepta-los. Foi quando os PMs foram recebidos a bala.
A polícia suspeita que um dos bandidos é Marcello Melo, vulgo " palhaço" residente na cidade de Angicos, versão essa a ser confirmada.

Um morador de Angicos teria informado a polícia que avistou quatro bandidos próximo a Creche Municipal com armas pesadas.





Fonte: Focoelho
Leia Mais ››

Polícia de Angicos é recebida a bala no KM 149 na BR-304 em frente ao Posto Santa Clara


Na manhã de 17 de maio, por volta das 10:30hs; Informações que chegam ao Blog Focoelho, são que houve um tiroteio entre polícia militar de Angicos e bandidos, houve intensa troca de tiros no KM 149 da BR-304, mais precisamente em frente ao Posto Santa Clara, próximo a cidade de Angicos.

Ainda de acordo com relatos, são que os elementos estão no matagal e a polícia segue em diligências.
A caminhonete foi tomada de assalto hoje(17) próximo a cidade de Lajes, e os elementos seguiam no veículo quando foram interceptados pelos policiais.

GTO Assu, PM de Lajes. Angicos e Fernando Pedrosa se embrearam no matagal em buscas dos meliantes



Fonte: Focoelho
Leia Mais ››

Duplo homicídio foi registrado na cidade de Macaíba-RN, na manhã desta quarta-feira

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas, grama, shorts, atividades ao ar livre e natureza

A Polícia Militar de Macaíba/RN registrou nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (17) um duplo homicídio, onde dois homens foram encontrados mortos na zona rural de Macaíba. Até o momento ainda não foram identificados.

A reportagem da CONNECTTV foi informada que as vítimas foram encontradas sem vidas no caminho que da acesso ao distrito de Traíras. Ao lado dos corpos foi encontrado uma moto tipo Pop caída sobre o solo.
Até o momento ainda não se sabe ao certo o que poderia ter provocado a morte desses dois homens, só após apericia técnica do ITEP.
Os corpos foram encontrados por um morador da localidade que de imediato acionou a polícia militar.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, planta, shorts, árvore, atividades ao ar livre e natureza

Fonte: Na Ficha da Polícia
Leia Mais ››

Homicídio registrado na cidade de Macau-RN

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

Um crime de homicídio foi registrado na madrugada desta quarta-feira (17) na cidade de Macau/RN, Segundo informações indivíduos arrombaram a porta de uma residência na segunda ilha e executaram com dois tiros de espingarda de calibre 12 a pessoa de Júnior Oliveira de Souza, 28 anos de idade.

Ainda segundo informações da esposa da vítima eram dois indivíduos, que arrombaram a porta de trás e praticaram o crime.

Fonte: Na Ficha da Polícia
Leia Mais ››

Acidente mata empresária e deixa Santa Cruz em luto


Santa Cruz, no Agreste Potiguar, está enlutada em plena festa da padroeira, Santa Rita de Cássia. Na manhã desta quarta-feira, 17, um acidente de trânsito matou Cláudia Praxedes, de 35 anos. A mulher prestava serviço de comunicação para a igreja da cidade e estava em plena atuação nos festejos que se estendem até o dia 22.

O acidente ocorreu a 2 km de Acari, no Seridó. O carro com Cláudia Praxedes teve uma colisão frontal com outro veículo e desceu um barranco às margens da rodovia. Ela ficou presa nas ferragens e morreu no local. Os ocupantes do segundo automóvel passam bem.

Mãe de uma criança com um ano de vida, Claudinha, como a chamavam os amigos, era empresária e consultora do Sebrae/RN. Integrante da Pastoral da Comunicação (Pascom), ela estava a frente de entrevistas na TV Santa Rita, da paróquia da cidade, durante o novenário da padroeira.

A igreja de Santa Cruz se pronunciou, em nota, sobre a tragédia. “A Pascom Santa Cruz e a TV Santa Rita estão de luto pelo falecimento da jovem Cláudia Praxedes, que era uma das nossas agentes”, diz o texto.

O Padre Vicente Fernandes disse que: “a Paróquia de Santa Rita de Cássia, está de luto, pela partida inesperada da nossa irmã Claudinha Praxedes. O que nos conforta é sabermos e crermos na vida eterna. Descanse em paz”.

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

Três dos seis mortos na chacina de Serra do Mel são identificados


A polícia conseguiu localizar o jovem que fingiu está morto para escapar da chacina que matou seis pessoas na noite dessa terça-feira, 17, na cidade de Serra do Mel. Três corpos foram identificados até o fechamento desta reportagem. Estes são os primeiros passos da investigação.

Os mortos identificados são Anderson Damião Lopes Firino, de 19 anos, natural de São Paulo (SP); Eudileuza de Jesus Santos, de 19 anos, natural de Aurelino Leal (BA); e José Orlando Silva, de 32 anos, natural de Severiano Melo (RN).

A investigação sobre o homicídio de uma mulher e cinco homens está a cargo do delegado Antonio Caetano Baumann de Azevedo, titular da 2a. Delegacia de Polícia Civil de Mossoró. Ele possui mais de 20 anos na Polícia Civil do RN e executou os seus trabalhos, sempre na região de Mossoró, da qual faz parte o município de Serra do Mel.

Na noite do crime, uma equipe de policiais civis da Delegacia de Plantão de Mossoró foi até o local dos homicídios e colheu as informações preliminares. O delegado Roberto Moura elaborou um relatório e repassou todas os dados, no começo da manhã desta quarta-feira (17), para o delegado Antonio Baumann.

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

‘Veio pro RN trabalhar’, diz mãe de paulista executado em chacina no interior do estado


"O meu filho veio pra cá com o intuito de trabalhar, comigo e com a esposa dele. Ele ia montar o salão de cabeleireiro dele, falou que ia começar na sala, depois ia montar um salãozinho do lado. Aí aconteceu essa tragédia.” O relato é de Maria José Lopes, mãe de Anderson Damião Lopes Firino, de 19 anos, um dos mortos na chacina que aconteceu em Serra do Mel na noite desta terça-feira (16).
Em depoimento à Inter TV Cabugi, reproduzido acima, Maria José contou que ela, o filho e a nora se mudaram de São Paulo para o Rio Grande do Norte há pouco mais de um mês. “Tem cinco anos que eles vivem juntos, mas aí conseguiram comprar a casinha agora, e eu consegui comprar a minha aqui”, disse.

Anderson Damião, Eudileuza de Jesus Santos, de 19 anos, José Orlando Silva, de 32 anos, e outras três pessoas, ainda não identificadas oficialmente, foram mortos com tiros na cabeça. Segundo a Polícia Militar, a casa onde estavam foi arrombada pela porta dos fundos, por onde entraram pelo menos quatro homens armados, que renderam as vítimas.
“Eram umas 20h, 21h. Ainda chamei ele: ‘filho, vem pra cá, não tem pra que você estar aí’. Chamei minha nora, ela falou ‘Já já nós estamos indo. Eu fiquei esperando e eles não apareceram”, contou, emocionada, a mãe de Anderson. “Ouvi [os tiros]. Eu gritei: ‘Filho, não! Milena, deita no chão! Eu ainda tentei sair, eles falaram que iam atirar em mim se eu não entrasse”, disse.

Além dos seis mortos, um adolescente foi baleado, mas foi socorrido, e uma oitava pessoa que estava na casa conseguiu fugir. Ainda não se sabe o que motivou a chacina, mas os criminosos teriam levado celulares, dinheiro e uma moto. O caso é investigado pela Polícia Civil.
Violência desenfreada
A violência segue desenfreada e batendo recordes negativos no Rio Grande do Norte. O estado alcançou a marca de 900 homicídios registrados somente este ano. A média é de 6,7 assassinatos por dia. Os dados são do Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO) — instituto que contabiliza e analisa os crimes contra a vida no RN.

Fonte: G1
Leia Mais ››

MULHER COM CRIANÇA NOS BRAÇOS É ATINGIDA POR BALA PERDIDA NO DIA DO SEU ANIVERSÁRIO NO DOM JAIME CÂMARA EM MOSSORÓ-RN


O Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM),registrou mais um crime de tentativa de homicídio na noite desta quarta feira 17 de maio de 2017,em Mossoró no Rio Grande do Norte. 
A ação criminosa ocorreu na Praça do Dom Jaime Câmara (Malvinas).
De acordo com as primeiras informações a vítima identificada como Rafaela Carla de Souza,que está completando 27 anos hoje,se encontrava em um bingo com uma criança nos braços,quando indivíduos em um carro preto passaram e efetuaram disparos contra as pessoas que se encontravam no local.

Rafaela foi atingida no abdômen e socorrida por populares para a Unidade de Pronto Atendimento - UPA,do Alto de São Manoel,e em seguida foi transferida por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel às Urgências (SAMU 192),para o Hospital Tarcísio Maia e seu estado e saúde inspira cuidados.
Na sequência os mesmos elementos mataram um cavalo a tiros próximo ao Mercantil Geovani na Favela do Velho e fugiram com destino ignorado.


Fonte: Passando na Hora
Leia Mais ››

Governo faz 'silêncio total', diz pai de preso desaparecido após massacre no RN

Francisco diz que já perdeu as esperanças do filho estar vivo, mas que gostaria de lhe dar um sepultamento digno (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

"Silêncio total, nos ignoram totalmente. A gente chega e é o pessoal dando as costas.” A situação de Francisco Luiz da Silva, pai de um dos detentos desaparecidos após o massacre ocorrido em janeiro na maior penitenciária do Rio Grande do Norte, é a mesma de outros familiares de presos que buscam, sem sucesso, descobrir seu paradeiro, como mostrou a Inter TV Cabugi.
Francisco é pai do atleta Guilherme Ely Figueiredo da Silva, de 37 anos, que estava preso no Pavilhão 4 da Penitenciária de Alcaçuz quando estourou a rebelião, no dia 14 de janeiro. “Estamos aqui entregues ao deus-dará. Não sei se vou viver, vai ter uma grande matança e ninguém toma providências”, teria dito ele ao pai por telefone, dois dias antes.

Massacre de presos foi comandado por membros de uma facção criminosa (Foto: Josemar Gonçalves/Reuters)
Massacre de presos foi comandado por membros de uma facção criminosa (Foto: Josemar Gonçalves/Reuters)

No dia 14, presos do Pavilhão 5 ligados ao Primeiro Comando da Capital (PCC) invadiram o Pavilhão 4 e mataram pelo menos 26 presos que lá estavam e não conseguiram fugir para o telhado, dando início à rebelião mais violenta da história do estado. Quinze das vítimas foram decapitadas, e outras foram esquartejadas ou tiveram os corpos mutilados.
Quatro meses depois, a família já pediu informações ao Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), à Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (Sejuc) e à diretoria de Alcaçuz, mas continua sem notícias de Guilherme. “Eles dizem que aguarde um ano que vão descobrir corpos que tinham sido enterrados lá em Alcaçuz”, relata o pai do atleta.

Segundo o secretário da Justiça e da Cidadania, Luis Mauro Albuquerque Araújo, o caso de Guilherme foi encaminhado ao Setor de Inteligência da Sejuc e está sendo apurado. Ele afirma que pediu informações ao Itep e “celeridade” na investigação.

Desaparecidos
O coordenador estadual da Pastoral Carcerária, o padre Hugo Maciel, conta que muitos familiares recorrem à organização para obter informações. “Aqueles [detentos] que conversavam comigo diziam que realmente o número de mortos era muito superior a isso [26], a gente não consegue ainda entender por que o Estado não consegue fazer o seu papel”, critica.
Um relatório elaborado pelo Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura aponta que 71 presos de Alcaçuz estão desaparecidos. Oficialmente, segundo o governo do estado, 26 presos foram mortos durante a rebelião e 56 são considerados fugitivos.
Em resposta ao documento do Mecanismo de Combate à Tortura, o titular da Sejuc informou que outro relatório, elaborado pelo Departamento Penitenciário Estadual (Depen), indicou que 60 dos 71 desaparecidos foram localizados após mutirão de revisão de processos feito pela Defensoria Pública do RN. A maioria estaria em outras unidades prisionais, e 11 continuariam desaparecidos.

Fonte: G1
Leia Mais ››

RN apresenta segundo maior aumento de microempreendedores no Nordeste

(Foto: Sebrae/BA).

O número de Microempreendedores Individuais (MEI) no Nordeste brasileiro aumentou 13,6% entre os anos de 2015 e 2016. No Rio Grande do Norte, porém, o crescimento nas formalizações ficou acima da média da Região, com aumento de 15,5% em relação a 2015. O RN teve o segundo maior crescimento de MEI’s, atrás apenas da Paraíba (17,0%) e seguido de perto de Sergipe (15%), Pernambuco (14,8%) e Ceará (14,7%).

Com 86.453 pessoas atuando como MEI, o RN equivale a uma participação de 6,9% entre os nove Estados nordestinos neste tipo de atuação. Os dados são do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), órgão vinculado ao Banco do Nordeste.

O Nordeste já detém 1,24 milhão de pessoas cadastradas no Portal do Microempreendedor. O montante representa 19% do total de cadastros do país, a segunda maior participação. Grande parte dos microempreendedores (72,3%) estão concentrados em quatro Estados: Bahia, Ceará, Paraíba e Pernambuco.

Microempreendedor individual

O microempreendedor individual é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário. É necessário faturar no máximo até R$ 60 mil por ano e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular.

A Lei Complementar nº 125, de 19/12/2008, criou condições especiais para que o trabalhador conhecido como informal possa se tornar MEI legalizado. Entre as vantagens oferecidas está o registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), o que facilita a abertura de conta bancária, o pedido de empréstimos e a emissão de notas fiscais.

O MEI também pode ter um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o piso da categoria.

Segundo o Etene, parte do atual contingente de desempregados pode estar migrando para um negócio próprio, uma vez que o faturamento permitido para o enquadramento como MEI é considerado relativamente baixo.

Fonte: O Mossoroense
Leia Mais ››

Prefeitos do RN pedem a ministro internet de graça nas cidades


Prefeitos do Rio Grande do Norte que estão em Brasília foram recebidos nesta quarta-feira (17) pelo ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, que tratou sobre um dos programas do Ministério, o Cidades Digitais. Kassab apresentou aos gestores detalhes do projeto que visa modernizar os municípios brasileiros por meio da tecnologia.

“Aproveitamos a facilidade de acesso aos ministérios para aproximar os prefeitos e estimulá-los a implantar programas que tragam desenvolvimento, como este apresentado, excelente para promover a inclusão digital”, afirmou o deputado federal Fábio Faria, que intermediou o encontro.

O Cidades Digitais tem, entre seus principais objetivos, o de oferecer vários pontos de internet gratuita em áreas de grande circulação dos municípios, como praças, parques e rodoviárias. Os gestores ficaram de elaborar os projetos para apresentar no ministério.

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

Cardeais celebram missa no Monumento aos Mártires de Uruaçu


São Gonçalo do Amarante irá receber Dom Cláudio Hummes, Arcebispo Emérito da Arquidiocese de São Paulo e Raymundo Damasceno de Assis, Arcebispo Emérito da Arquidiocese de Aparecida/SP.

Os cardeais irão celebrar missa no Monumento aos Mártires de Uruaçu, nesta quinta-feira (18), às 16 horas. A celebração faz parte dos preparativos para a Canonização dos Santos Potiguares, que acontecerá no dia 15 de Outubro.

Dom Jaime Vieira Rocha, Arcebispo da Arquidiocese de Natal, o prefeito Paulo Emídio e o capelão do Santuário dos Mártires, padre Antônio Murilo, estarão presentes.

Fonte: Portal no Ar
Leia Mais ››

Governo do RN paga parte de salário a servidores que recebem acima de R$ 4 mil

Prédio da Governadoria do RN (Foto: Thyago Macedo)

O Governo do Rio Grande do Norte anunciou que segue com o pagamento da folha de abril do funcionalismo público estadual nesta sexta-feira (19), quando deve depositar uma parcela de R$ 4 mil a todos os 21.698 servidores ativos, aposentados e pensionistas que recebem acima deste valor. A soma do montante chega a R$ 88,7 milhões.
“O complemento dos salários deste grupo será pago em breve, sem distinção entre ativos, inativos e pensionistas, a partir da disponibilidade de recursos”, afirmou a assessoria de comunicação da Secretaria de Planejamento.
O pagamento da folha de abril começou no dia 12 deste mês. Desde então, 80% dos servidores já receberam integralmente seus vencimentos.
O Rio Grande do Norte possui cerca de 56 mil servidores ativos, 37 mil aposentados e 12 mil pensionistas.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Quase 23 mil eleitores do RN devem realizar cadastramento biométrico

(Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas).

Os eleitores das cidades de Tangará, Serra Caiada, Boa Saúde e Sítio Novo têm até o dia 09 de junho para participarem da segunda etapa da Biometria Revisional realizada pelo Tribunal Eleitoral do RN. A estimativa é que 22.832 eleitores compareçam aos postos de atendimento da 53ª Zona Eleitoral do Rio Grande do Norte.

Para realizar o cadastramento das digitais, o eleitor precisa levar o documento de identificação com foto, título de eleitor e cópia e original do comprovante de residência atualizado.

Confira abaixo os locais, números e endereços de atendimento em cada município:

Tangará
O atendimento acontece na Praça Major Lula Gomes, 39, Centro, nas segundas-feiras, das 9h às 16h, e nos dias de terça a sexta, de 8h às 16h. Já nos sábados o serviço vai das 8h às 14h.

Ao todo, 5.239 potiguares devem realizar a biometria no município de Tangará, para onde foram disponibilizados cinco kits biométricos.

Serra Caiada
Em Serra Caiada, a meta é realizar o recadastramento de 6.630 eleitores com sete kits biométricos. O posto de atendimento da cidade foi montado na Câmara Municipal, localizada na Rua Nossa Senhora da Conceição, 334, Centro, de segunda a sexta, de 9h às 16h, e nos sábados de 9h às 14h.

Boa Saúde
Boa Saúde tem o maior número de kits biométricos disponibilizados e o maior eleitorado previsto para a segunda etapa, com oito kits para 6.690 pessoas. O atendimento também está sendo realizado na Câmara do município, na Rua Manoel Joaquim de Souza, 454, Centro, de segunda a sexta entre 9h e 16h e aos sábados, das 9h às 14h.

Sítio Novo
Em Sítio Novo, 3.973 eleitores devem realizar a revisão biométrica. O município conta com quatro kits biométricos. O atendimento acontece na Câmara Municipal, na Rua José Ferreira Lima, 53, Centro, nas segundas de 9h às 16h, de terças a sextas de 8h às 16, e nos sábados, das 8h às 14h.

Fonte: O Mossoroense
Leia Mais ››

Eventual saída de Temer levaria a eleição indireta pelo Congresso, diz Constituição

O presidente Michel Temer, em foto de 7 de março deste ano (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)

Diante da revelação, pelo jornal "O Globo", de que o empresário Joesley Batista, dono da JBS, entregou uma gravação ao Ministério Público de uma conversa entre ele e o presidente Michel Temer na qual os dois discutiram a compra do silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), parlamentares da oposição passaram a defender a renúncia de Temer ou o impeachment.

Entenda abaixo o que acontecerá se o presidente renunciar ao cargo ou sofrer impeachment no Congresso Nacional. Segundo a colunista do G1 Andréia Sadi, porém, Temer não cogita deixar a Presidência da República.

Pela Constituição, tanto na hipótese de renúncia quanto num eventual cenário de impeachment, deverão ser realizadas novas eleições.

Conforme o Artigo 81, como faltam menos de dois anos para o fim do mandato (que se encerra em dezembro de 2018), a eleição seria feita pelos deputados e senadores, 30 dias depois da vacância no cargo.

Até lá, assume interinamente o presidente da Câmara, posto atualmente ocupado por Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Eleição indireta

Numa eventual eleição indireta, feita pelos parlamentares, deverão ser eleitos o novo presidente e o novo vice-presidente da República.

A sessão seria convocada pelo presidente do Congresso Nacional e do Senado, posto atualmente ocupado por Eunício Oliveira (PMDB-CE).

Estariam aptos brasileiros natos com mais de 35 anos, filiados a partido político e que não se enquadrem em qualquer das restrições da Lei da Ficha Limpa – como, por exemplo, terem sido condenados por tribunal colegiado.

As votações

No Congresso, seriam realizadas duas votações, uma secreta, somente para o cargo de presidente, e outra, também secreta, exclusiva para o vice.

Seriam eleitos aqueles que obtivessem a maioria absoluta dos votos dos congressistas, isto é, 298 parlamentares, entre deputados e senadores.

Se um candidato não se alcançar esse número, deve ser feita uma nova votação. Se, mesmo assim, nenhum candidato conquistar a maioria absoluta, será feita uma terceira votação, que deve eleger o que conseguir a maioria dos votos.

Após o resultado, no mesmo dia os vencedores seriam proclamados pelo Congresso.

Os novos mandatários seriam eleitos para mandatos que também terminariam no dia 1º de janeiro de 2019, cumprindo o término do período para o qual foram eleitos, em 2014, Dilma Rousseff e Michel Temer.

Pedido de impeachment

Mais cedo, nesta quarta-feira (17), o deputado Alessandro Molon (Rede-RJ), protocolou na Câmara um pedido de impeachment de Temer em razão das revelações, feitas pelo jornal "O Globo", envolvendo uma suposta obstrução da Justiça por Temer.

Caberá ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), aliado de Temer, analisar o pedido e autorizar ou rejeitar o início do processo, que precisa, depois, ser autorizado pelo plenário da Câmara e, posteriormente, admitido e aprovado pelo Senado, da mesma forma como foi feito com a ex-presidente Dilma Rousseff.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Delatores da JBS relataram às autoridades que receberam ameaças de morte

Joesley Batsita, dono da JBS (Foto: Reprodução/GloboNews)

Os irmãos Joesley e Wesley Batista, donos do frigorífico JBS, relataram às autoridades brasileiras que receberam ameaças de morte e foram autorizados a deixar o país, segundo apuração da TV Globo. Joesley e Wesley moram em Nova York, nos Estados Unidos.
Os dois disseram em delação à Procuradoria-Geral da República (PGR) que gravaram o presidente Michel Temer dando aval para comprar o silêncio do deputado cassado e ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ), depois que ele foi preso na operação Lava Jato. A informação é do colunista do jornal "O Globo" Lauro Jardim.
Joesley mantém um apartamento na Quinta Avenida, uma das mais importantes de Nova York e não atendeu a nenhuma das solicitações de entrevista. Segundo o porteiro do prédio, o dono da JBS e a mulher dele teriam deixado o local com malas.
Na delação, Joesley afirmou ter gravado o presidente Michel Temer dando aval para que o empresário continuasse pagando uma "mesada" ao ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para que ele se mantivesse em silêncio após ser preso na Lava Jato. A gravação, segundo o jornal, foi feita em março deste ano.
Em nota, a Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência afirmou que Temer "jamais solicitou pagamentos para obter o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha. Não participou e nem autorizou qualquer movimento com o objetivo de evitar delação ou colaboração com a Justiça pelo ex-parlamentar."
O Supremo Tribunal Federal não confirmou nem negou se a delação da JBS já foi homologada por Edson Fachin. O STF afirmou que não vai se pronunciar sobre o caso nesta quarta-feira.

Fonte: Globo Esporte
Leia Mais ››

Meirelles anuncia parcelamento da dívida de prefeituras com previdência municipal


Depois de anunciar o parcelamento das dívidas dos municípios com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o governo anunciou nesta quarta-feira (17) que as prefeituras também poderão parcelar os débitos contraídos com seus regimes próprios, ou seja, com os fundos que eles formaram para pagar a previdência de seus servidores em sua aposentadoria.
O anúncio foi feito pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, durante discurso no evento Marcha dos Prefeitos, em Brasília. Ele não soube informar, porém, o valor do passivo dos municípios com os seus regimes próprios. Atualmente, cerca de 2.077 municípios têm regimes próprios de previdência e, o restante, 3.491 prefeituras, estão no regime geral (INSS).
Segundo o ministro, será editada uma portaria para regulamentar o parcelamento das dívidas das prefeituras com os regimes de previdência municipais.
De acordo com Meirelles, as condições serão as mesmas das estabelecidas para o parcelamento das dívidas com o INSS, anunciada nesta terça-feira (16) pelo presidente Michel Temer, isto é, máximo de 200 parcelas, com redução dos juros em até 80% e até 25% nas multas e encargos.
"Para o município que tem uma dívida com o INSS, como foi anunciado e comemorado, haverá o parcelamento da dívida. O problema agora é o município que tem o regime próprio, que também tem uma dívida. Será editada portaria que vai parcelar o prazo desse pagamento exatamente nas mesmas condições do regime geral [INSS]. Portanto, estaremos publicando isso nos próximos dias fazendo com que essa dívida com os regimes próprios seja paga no longo prazo", declarou.
Ao encaminhar uma solução para essas dívidas, além de resolver o problema de quitação dos passivos com os fundos de previdência municipais, as prefeituras também poderão voltar a receber emendas parlamentares – algo que é vedado no caso de possuírem esse débito.
"O principal problema é, até agora, que [os fundos de previdência municipais] não recebendo isso, começam a ficar sem recursos para pagar a aposentadoria dos funcionários. Quando tem um cronograma que consegue viabilizar isso, vai permitir que as previdências municipais possam pagar a previdência dos seus servidores. Isso é o mais importante. Isso é um problema que tem anos, décadas, e estamos resolvendo agora", disse Meirelles a jornalistas.
Imposto Sobre Serviços
O ministro da Fazenda também anunciou na Marcha dos Prefeitos que o governo está estudando uma forma de fazer com que as prefeituras recolham o ISS (tributo municipal) sobre as vendas realizadas por meio de cartões de crédito.
Atualmente, esses valores ficam com os municípios onde as centrais dos cartões estão centralizadas, e não onde as vendas são efetivamente realizadas.
"Por uma questão constitucional, é definir onde está o serviço, quem é taxado, principalmente no caso de cartão de crédito e fundos de investimentos. Administração do cartão de crédito por exemplo está centralizada em uma cidade. Quem tem de pagar o ISS é quem está prestando o serviço. Queremos viabilizar para que todos municípios recebam sua parcela no ISS", declarou, acrescentando que isso deverá ser resolvido até a próxima semana.
Crescimento econômico
Em palestra na Marcha dos Prefeitos, em Brasília, o ministro da Fazenda também afirmou que o Brasil já voltou a crescer. Segundo ele, a economia já "cresceu forte em janeiro, fevereiro e março" deste ano.
"O Brasil já cresceu no primeiro trimestre. Já está crescendo a um ritmo de mais de 4% ao ano. Coisa que, se vocês olharem, não aconteceu nesse período todo. Mesmo quando despencou lá de cima, em 2014, estava crescendo um pouco abaixo disso. Já voltamos ao que o Brasil cresceu no melhor momento, em um tempo extremamente rápido", afirmou ele.
Henrique Meirelles observou que, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), mais de 59 mil empregos foram criados em abril deste ano.
"O desemprego começou a cair. Está alto ainda, mas começou a cair. Daqui para a frente é só para baixo o desemprego", acrescentou.
Ele disse ainda que a inflação, que estava acima de 10% em 2015, opera atualmente ao redor de 4% ao ano, o que preserva o poder de compra dos trabalhadores.
"E ficamos em uma situação onde o país tem condições de voltar a crescer, e o BC pode cortar os juros. Estamos vendo com tudo isso o Brasil já decolando. Mostrando o efeito das políticas. Um deles primeiro o crescimento e ao mesmo tempo a queda da inflação, queda forte, importante, impressionante", concluiu.
A consequência desse novo cenário econômico para as prefeituras, de acordo com avaliação do ministro da Fazenda, é que a arrecadação dos tributos municipais também vai subir nos próximos meses e anos.
"O que significa que todos que estão aqui precoupados com sua administração, podem ter certeza que durante o decorrer de seu mandato, a arrecadação de todos vai subir. Vão terminar seus mandatos com uma situação bem melhor porque o país vai estar crescendo e crescendo a um ritmo forte", afirmou Meirelles.
Reforma da Previdência
Questionado por jornalistas, o ministro da Fazenda disse acreditar que o governo tem os votos necessários para aprovar a reforma da Previdência Social na Câmara dos Deputados.
Ele lembrou também que os prefeitos declararam apoio à reforma da Previdencia Social e acrescentou que a regulamentação da dívida relativa à previdência de trabalhadores rurais (Funrural), que está sendo definida pelo governo, também pode ajudar a melhorar o ambiente para discussão desse tema.
“No Funrural, existe um grande número de produtores que acreditavam que não seria devido, esperando a decisão da Justiça. O Supremo decidiu. Temos que equacionar o problema. Agora eu acho que qualquer coisa que seja razoável, justa, correta, ajuda a distensionar o ambiente. São problemas que estão sendo resolvidos e que podem proporcionar um ambiente melhor para se discutir com racionalidade e justiça a questão da previdência”, declarou.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Eduardo Bolsonaro vira alvo de dois processos no Conselho de Ética

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) (Foto: Alex Ferreira/Câmara dos Deputados)

O Conselho de Ética da Câmara aprovou nesta quarta-feira (17) a abertura de dois processos para apurar a conduta do deputado Eduardo Bolsonaro (PSC-SP). Os processos foram abertos após o PT mover duas representações contra Bolsonaro (leia mais abaixo o que o parlamentar falou sobre o assunto).
Em uma representação, o PT acusa o parlamentar de cuspir no deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) em 2016, durante a sessão na qual o plenário analisava o processo de impeachment da então presidente Dilma Rousseff (relembre mais abaixo).
Na outra representação, o PT diz que Eduardo Bolsonaro é o responsável por editar e publicar um vídeo na internet com o objetivo de prejudicar Jean Wyllys.
Também na sessão desta quarta, o presidente do Conselho de Ética, Elmar Nascimento (DEM-BA), sorteou os nomes dos deputados que poderão ser os relatores dos dois processos, mas ainda não há definição.
A versão de Eduardo Bolsonaro
Procurado, Eduardo Bolsonaro disse que o PT entrou com a representação para "salvar a pele" de Jean Wyllys. "O principal propósito de eu estar respondendo no Conselho de Ética é para ter aliviado o processo do Jean Wyllys que estava caminhando para uma suspensão", afirmou o deputado.
"Se eu quiser cuspir em alguém aqui, acredito que, se forem justos no Conselho de Ética, o máximo que vai acontecer comigo é tomar uma advertência. No meu caso, eu não estou nem um pouco me preocupando", completou.
Questionado sobre o vídeo, Eduardo Bolsonaro negou envolvimento. "Eles usaram isso daí para dizer que houve uma montagem, uma adulteração do vídeo e, ainda pior, tacam na minha conta. Eles não querem justiça, querem apenas o desgaste político, é o jogo baixo que a gente está acostumado a lidar dentro dessa Casa", defendeu-se.
Jean Wyllys
Procurado pelo G1, Jean Wyllys afirmou que "o que o Conselho de Ética decidir, está decidido". "Eu vou acatar o que o conselho decidir. Não vou acompanhar esse processo. Não tenho nenhuma expectativa nem particularmente desejo que ele seja punido por isso. Acho que o pai dele fez coisa muito pior aqui nessa Casa. Feriu o decoro com muito mais clareza", afirmou.
Sobre o vídeo, o deputado acrescentou: "Se ficar provado que foi ele quem fraudou esse vídeo, eu acho que o Conselho de Ética deve puni-lo. É grave quando um deputado pega um documento público e frauda dessa maneira para prejudicar o outro."

Trecho de laudo da Polícia Civil do Distrito Federal sobre cuspe de Jean Wyllys em Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)
Trecho de laudo da Polícia Civil do Distrito Federal sobre cuspe de Jean Wyllys em Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)

O episódio do cuspe
Em abril do ano passado, na sessão da Câmara destinada a analisar a admissibilidade do processo de impeachment de Dilma Rousseff, o deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) cuspiu em Jair Bolsonaro (PSC-RJ), pai de Eduardo Bolsonaro, logo após votar contra o processo.
À época, Wyllys disse ter sido xingado por Jair Bolsonaro. Segundo a representação do PT, em seguida, Eduardo Bolsonaro revidou e também cuspiu em Jean Wyllys.
Em razão desse episódio, o Conselho de Ética aprovou advertência a Jean Wyllys que, ao comentar a decisão, disse que cuspiria de novo em Jair Bolsonaro.
Vídeo na internet
No outro processo aberto, o PT afirma na representação contra Eduardo Bolsonaro que o deputado editou e publicou um vídeo na internet com informações distorcidas sobre o que ocorreu no plenário da Câmara no episódio do cuspe.
No ano passado, circularam nas redes sociais imagens de uma conversa entre Jean Wyllys e o colega de partido Chico Alencar (PSOL-RJ).
Uma legenda, incluída nesse vídeo, mostra a seguinte mensagem, atribuída a Jean Wyllys: "Eu vou cuspir na cara do Bolsonaro, Chico".
Além disso, há uma narração nesse vídeo segundo a qual a gravação ocorreu momentos antes do cuspe. Perícia da Polícia Civil do Distrito Federal, porém, apontou que o vídeo foi feito depois e que, na verdade, Jean disse: "Eu cuspi na cara do Bolsonaro, Chico".

Fonte: G1
Leia Mais ››

Procuradores apresentam documentos que mostram mais de 20 reuniões entre Lula e Petrobras


Os procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato apresentaram documentos que mostram mais de 20 reuniões e viagens do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com diretores da Petrobras.
Entre o material anexado pelo Ministério Público Federal (MPF), estão cópias eletrônicas de registros de, pelo menos, 28 encontros e viagens entre Lula e diretores da estatal, como Paulo Roberto Costa, Jorge Zelada e Renato Duque. As reuniões ocorreram entre os anos de 2003 e 2010.
Os documentos foram protocolados no processo em que o ex-presidente é réu na Justiça Federal do Paraná. Lula é acusado pelo MPF de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
De acordo com o MPF, o petista recebeu R$ 3,7 milhões em propina, de forma dissimulada, da empreiteira OAS. Em troca, a empresa seria beneficiada em contratos com a Petrobras. Confira detalhes da ação penal.
Por meio de nota, a defesa do ex-presidente informou que "esses papéis não provam nada contra Lula".
Além disso, conforme o advogado Cristiano Zanin Martins, os documentos "somente servem para provar que seus membros [do MPF] têm acesso irrestrito a documentos da Petrobras, ao contrário da defesa do ex-Presidente Lula".*Leia a nota na íntegra no fim da reportagem.
O que foi dito no interrogatório
No interrogatório do dia 10 de maio, Lula – ao ser questionado sobre a atuação de ex-diretores da estatal – disse que ninguém foi mais à Petrobras do que ele e que isso aconteceu após a descoberta do pré-sal.
Depois, Lula afirmou que, nos oito anos em que ficou na presidência, teve apenas dois momentos com a diretoria da estatal: um sobre o pré-sal e outro para definição de projeto estratégico. Ele disse também que o presidente da república não participa do dia a dia da estatal.
Fase final do processo
As conclusões sobre esses documentos e sobre todo o restante do processo vão ser apresentadas pelos procuradores nas alegações finais até o dia 2 de junho. Os advogados de defesa tem até 20 de junho para apresentar as alegações finais.
Em seguida, os autos voltam para o juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância, que vai definir a sentença, podendo condenar ou absolver os réus (veja quem são eles). Não há prazo para que a sentença seja publicada.
O que diz a defesa de Lula
"Os papéis apresentados ontem pelo MPF somente servem para provar que seus membros têm acesso irrestrito a documentos da Petrobras, ao contrário da defesa do ex-Presidente Lula. Não há paridade de armas na ação.
Por outro lado, esses papéis não provam nada contra Lula. As 73 testemunhas ouvidas na ação com a obrigação de dizer a verdade inocentaram o ex-Presidente ao mostrarem que ele não é e jamais foi proprietário do triplex e muito menos participou de qualquer ato ilícito envolvendo a Petrobras".

Fonte: G1
Leia Mais ››

Processo sobre desembargador envolvido em confusão em padaria é arquivado


O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) arquivou um processo disciplinar envolvendo o desembargador Dilermando Motta Pereira, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), em razão de uma discussão, em janeiro de 2014, em uma padaria em Natal (RN).
Na ocasião, o magistrado foi reclamar com um garçom do atendimento que teria recebido e teria, segundo a denúncia, exigido ser tratado como "excelência" pelo funcionário. Um empresário que presenciou a cena começou, então, a discutir com o desembargador e houve troca de xingamentos.
No CNJ, o processo apurava se houve abuso de autoridade cometido pelo desembargador, mas os conselheiros consideraram que não houve falta disciplinar porque o magistrado não estava exercendo funções de juiz no momento da confusão.
Relator do caso, o conselheiro Carlos Levenhagen, desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG), disse não ter encontrado provas de que Dilermando teria exigido tratamento de "excelência" e ameaçado o garçom de agressão.
No processo, foi constatado que a discussão com o empresário começou depois que o desembargador pediu para o garçom trocar um copo de vidro na mesa. Por causa do tumulto, Dilermando Motta Pereira chamou a polícia.
Ao votar, também pelo arquivamento, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do CNJ, ministra Cármen Lúcia, ponderou sobre a conduta que magistrados devem ter na convivência social.
"Todos nós que exercemos determinados cargos devemos ter cuidado. Acho que era para ser enterrado o Brasil do 'sabe com quem você está falando?' e do exigir ser tratado de 'excelência' numa padaria. [...] Ninguém vai à padaria em condição desigual. Você chegar a um lugar como consumidor e exigir ser tratado como excelência, sua excelência o consumidor vale igual para todos", disse Cármen Lúcia.
Versões
À época da confusão, os envolvidos divulgaram as seguintes notas:
Desembargador Dilermando Motta
Em respeito à opinião pública, venho esclarecer o que de fato aconteceu nas dependências da padaria Mercatto, em data de ontem (29), que ocasionou uma série de comentários nas redes sociais, alguns desmedidos e distanciados da realidade.
A verdade é que, um simples e moderado pedido de esclarecimentos de um cliente a um garçom, que já havia sido solucionado, gerou uma reação de um terceiro com ameaças, gritos e total desrespeito ao público presente.

Não houve abuso de autoridade como o propagado, mas somente uma atitude de defesa pessoal e da família presente, inclusive uma filha menor de dois anos de idade.
Sem nenhum propósito revanchista, as medidas judiciais cabíveis serão adotadas.
Padaria Mercatto
Construir uma marca é como cultivar um jardim. Um trabalho diário de dedicação e cuidado, tudo isso para conquistar quem estiver passando por perto.Tudo isso para atrair olhares, provocar emoções e sabores que despertam aquela vontade de ficar um pouquinho mais.
Uma marca é feita pela suas pessoas, pelos seus profissionais, por uma equipe que zela pelo seu maior patrimônio, seus clientes.
Com isso, a Padaria Mercatto só tem a lamentar o episódio que aconteceu nesse domingo nas suas instalações e que acabou ganhando ampla repercussão nas mídias sociais. A Mercatto está oferecendo todo o suporte necessário ao funcionário envolvido no episódio e, caso haja necessidade, se coloca à disposição das autoridades para qualquer tipo de esclarecimento.
A Padaria Mercatto, que se caracteriza pela qualidade dos seus produtos e atendimento, esclarece ainda que adota sempre como princípio norteador na prestação de serviços a cordialidade no trato com todos os seus públicos, sejam eles clientes, empregados e fornecedores.
Empresário Alexandre Azevedo
A respeito do incidente na Padaria Mercatto, envolvendo o Des. Dilermano Mota, ocorrido no último domingo (29/12/2013), venho a público externar a minha versão, objetivando esclarecer os fatos.
Por volta das 10 hs, estávamos, eu e minha esposa, lanchando na Padaria quando presenciamos um senhor, que até então não sabia de quem se tratava, levantar-se bruscamente de sua mesa e ir de encontro ao garçom que acabara de servi-lo. Este senhor, aos gritos, no meio do salão, dizia ao garçom que este não o havia atendido direito, deixando de colocar gelo em seu copo, e gritava pelo gerente, exigindo que o punisse naquele momento, e ele queria presenciar. Não satisfeito com esse escândalo, este senhor puxou o garçom pelo ombro e exigiu que lhe olhasse nos olhos e o tratasse como Excelência, e disse que deveria “quebrar o copo em sua cara”. Tal fato foi testemunhado por dezenas de pessoas que ali se encontravam.
Presenciando aquela agressão injustificada, eu me levantei e intervi, dizendo ao senhor que ele não poderia fazer aquilo; não poderia humilhar alguém que estava ali para servir. Nesse momento, o senhor se voltou contra mim, chamando-me de “cabra safado”, “endiabrado”, “endemoniado”, que “merecia ser preso”, chegando, inclusive, a pegar uma cadeira e dizer que iria “quebrar minha cara”, tendo sido contido por várias pessoas. Eu repudiei a conduta deste senhor veementemente, perguntando quem ele pensava que era e se não tinha vergonha de ofender seus semelhantes daquela forma.
O Desembargador Dilermano Mota, identificando-se como tal, acionou a Polícia Militar, que deslocou imediatamente quatro viaturas para atender o chamado, tendo, o oficial que atendeu a ocorrência, depois de sondar as dezenas de pessoas que se aglomeravam no salão da Padaria, identificado a inexistência de qualquer crime cometido por mim. Em razão dos policiais não terem me prendido, o desembargador, aos gritos, adjetivou-os de “um bando de cagão”.
Devo deixar claro que não conhecia o Desembargador, tampouco o garçom. A minha atitude de revolta e indignação ao presenciar uma profunda injustiça foi a de um cidadão consciente, como todos devem ser. E teria a mesma reação, ainda que não se tratasse de um magistrado. Quem quer respeito, se dá o respeito. Finalizo citando Darcy Ribeiro quando dizia “só há duas opções nesta vida: se resignar ou se indignar. E eu não vou me resignar nunca.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Vereadores de cidade do RN deixam de ter direito a 5 meses de férias por ano

Votação realizada nesta terça-feira (16) modificou regimento de trabalho na Câmara dos Vereadores de Poço Branco  (Foto: TV Globo)

A sessão da câmara dos vereadores de Poço Branco nesta terça-feira (16) foi especial. Os vereadores da cidade, que fica no Agreste potiguar, votaram a mudança na escala de trabalho da Câmara de Vereadores. Agora, o período de folga caiu de cinco para três meses.
“Com a câmara renovada, nós conseguimos modificar essa realidade”, disse o vereador Rodrigo Lucas (PSB). Com a plateia lotada, a lei foi aprovada por unanimidade entre os 11 vereadores. Agora, as sessões acontecerão uma vez por semana e o recesso não pode ultrapassar os 90 dias.
Antes, os vereadores tinham sete meses de trabalho, cinco de férias e salário de R$ 4,5 mil, para participar de uma sessão por semana. Mas, de acordo com o regimento antigo, não havia necessidade de trabalhar todos os dias. Dezembro e janeiro são meses de recesso parlamentar. A partir de fevereiro até outubro, eles trabalham dois meses e folgam um. Depois trabalham em novembro e entram em férias.
No total, são sete meses de trabalho e cinco de descanso, tudo previsto no regimento interno da Câmara, criado em 1992. Este ano estavam previstas apenas 29 sessões.
Os vereadores de Poço Branco têm direito ainda a faltar até cinco sessões por ano sem sofrer qualquer punição por isso. A cidade tem 15 mil habitantes e um dos piores Índices de Desenvolvimento Humano, o IDH, do RN: 0,587.
Mesmo com as mudanças, é mais tempo de férias que a maioria dos trabalhadores tem. Robson de Melo é guarda municipal há 15 anos, ganha 1 salário-mínimo e não concorda coma s regalias dos trabalhadores. “Eles têm que mostrar mais serviços e trabalhar mais. Para mostrar à população que tem pessoas que se preocupam com o município”.

Fonte: G1
Leia Mais ››

Foto mostra Lula e ex-presidente da OAS em sítio em Atibaia, diz PF

Foto mostra Lula com ex-presidente da OAS em sítio em Atibaia  (Foto: Reprodução/Justiça Federal)

Uma foto anexada pela Polícia Federal (PF) a uma das ações penais da Operação Lava Jato que envolve o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva mostra o político e o ex-presidente da OAS José Adelmário Pinheiro Filho, o Léo Pinheiro, juntos no sítio de Atibaia, no interior de São Paulo.
A força-tarefa da Lava Jato apura se a propriedade pertence a Lula. Ela está registrada em nome dos empresários Jonas Suassuna e Fernando Bittar, sócios do filho do ex-presidente, Fábio Luis Lula da Silva. No entanto, a força-tarefa diz que há indícios de que o imóvel pertence ao ex-presidente e de que a escritura apenas oculta o nome do verdadeiro dono.
A imagem foi anexada ao processo que investiga se Lula também é dono de um triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo. Isso porque, segundo o Ministério Público Federal (MPF), a reforma do triplex foi decidida e feita em conjunto com as obras no sítio em Atibaia. Na semana passada, o juiz Sérgio Moro chegou a questionar Lula sobre as duas reformas, mas o ex-presidente disse que só responderia a questões sobre o triplex, porque os processo são distintos.
De acordo com a força-tarefa, as obras no sítio e no triplex foram pagas pela OAS como propina ao ex-presidente por contratos que a empresa firmou com a Petrobras.
Para a PF, a foto é uma prova da relação de proximidade de Lula com Léo Pinheiro e com Paulo Gordilho, ex-diretor da OAS, que o ex-presidente tinha dito à polícia não conhecer. A imagem foi encontrada em um computador de Gordilho.
Em interrogatório a Sérgio Moro, o ex-presidente disse que se encontrou com o empresário em dois locais, em seu apartamento em São Bernardo (SP), para falar sobre a reforma da cozinha do sítio em Atibaia, e no Instituto Lula, para discutir outros assuntos, como política nacional. Mas a foto anexada agora ao processo mostra que pelo menos um encontro entre eles aconteceu no sítio em Atibaia.
Veja trecho do depoimento, no momento em que Lula era questionado pelo MPF:
Procurador: Alguma vez o senhor Léo Pinheiro visitou o senhor em seu apartamento em São Bernardo do Campo?
Lula: Visitou...Eu nem me lembrava da visita... É que eu vi no depoimento dele dizendo que foi lá em casa e depois eu vi o Dr. Paulo, que eu não sabia que era Paulo Gordilho, só sabia que era Paulo, disse que foi lá em casa. Como os dois disseram, eu não me lembro, mas eles disseram que foram eu também não quero desmenti-lo. Se foram, foram... sabe. E não discutiram, não discutiram, apartamento!
Lula: A minha afirmação é categorica: eu discuti o apartamento duas vezes!
Procurador: Certo, e o que eles discutiram com o senhor nessa oportunidade?
Lula: Eu acho que eles tinham ido discutir a questão da cozinha, que também não é assunto pra discutir agora, lá de Atibaia. Eu acho.
O que diz o Instituto Lula
Segundo o Instituto Lula, o ex-presidente reafirma que não é o proprietário do sítio ou do apartamento em Guarujá e que Lula sempre agiu dentro da lei antes, durante e depois da presidência da República.
Em nota, os advogados de Lula classificaram a apresentação dos documentos por parte do MPF como "indevida". A defesa diz que a foto não comprova absolutamente nada, em relação aos crimes imputados no processo contra o ex-presidente. "
"Paulo Gordilho, também presente na fotografia, disse em seu depoimento que esteve nesse sítio e lá estava Fernando Bittar, que fez um churrasco na ocasião. Isso só confirma o caráter despropositado da admissão da juntada dessa foto ao processo e as ilações que estão sendo feitas com base nessa imagem", diz trecho da nota.
Para os advogados do ex-presidente, a apresentação dos documentos cria "mais uma situação que privilegia o espetáculo midiático para prejudicar a defesa do ex-Presidente e a presunção de inocência que lhe é assegurada pela Constituição Federal e pelos Tratados Internacionais que o Brasil subscreveu".

Fonte: G1
Leia Mais ››

Eike começa a pagar fiança e vai seguir em prisão domiciliar, decide juiz

Eike Batista foi preso na Operação Eficiência (Foto: Reprodução/GloboNews)

O empresário Eike Batista começou a pagar a fiança de R$ 52 milhões nesta quarta-feira (16) e, com isso, ganhou o direito de permanecer em prisão domiciliar enquanto deposita o restante do montante – os valores não foram divulgados.
Com a confirmação do início do pagamento, o juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, suspendeu os efeitos da decisão de que Eike teria que voltar à cadeia caso a fiança não fosse paga até o fim desta quarta.
"Suspendo os efeitos da decisão até a integralização do valor da fiança", escreveu o magistrado, sem determinar um prazo.
O advogado de Eike, Fernando Martins, informou na terça-feira que tentava reverter na Justiça o bloqueio de contas do empresário, que chegava a cerca de R$ 900 milhões. Segundo o advogado, com essa verba bloqueada, não seria possível pagar a fiança. Nesta quarta, o G1 não conseguiu contato com Martins para obter mais detalhes.
Prisão
Eike é réu no processo da Operação Eficiência (desdobramento da Lava Jato), da 7ª Vara Federal Criminal. O empresário é acusado de pagar US$ 16,5 milhões em propina ao ex-governador do Rio, Sérgio Cabral e chegou a ser preso preventivamente em janeiro.
Ele ficou preso no Presídio Bandeira Stampa, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio. O benefício de prisão domicilar foi dado no fim do mês passado, por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF).

Fonte: G1
Leia Mais ››