RÁDIO CIDADE AO VIVO

Ouça pela Rádios Net ou clique na imagem abaixo

Ouça pelo Listen 2 My Rádio ou clique na imagem abaixo

Imagem relacionada
Loading ...

segunda-feira, junho 19, 2017

Em jogo com seis gols, Palmeiras bate o Bahia e chega à primeira vitória como visitante


O Palmeiras não havia conquistado um ponto sequer como visitante. O Bahia estava com 100% de aproveitamento como mandante. Essas duas marcas acabaram na tarde deste domingo, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Num jogo muito movimentado do início ao fim, o Palmeiras venceu o Bahia por 4 a 2.

OS GOLS
O Verdão abriu o placar com Róger Guedes, de pênalti, mas o Bahia empatou no último lance do primeiro tempo com Vinícius. Logo no início da etapa final, Keno botou o Verdão novamente em vantagem. Depois dos 37 minutos, a partida, que já era quente, ficou maluca. Mina fez o terceiro gol do Verdão, João Paulo recolocou o Bahia na partida e deu mostras de que o empate seria possível. Mas o Palmeiras matou o jogo no contra-ataque, com Willian.

NÚMEROS
As estatísticas mostram como o jogo foi movimentado: o Bahia teve 15 finalizações, só uma a menos do que o Palmeiras. A posse de bola, porém, foi majoritariamente do time baiano: 63% contra 37%.


NA TABELA
Com o resultado, Bahia e Palmeiras agora estão empatados com 10 pontos na 11ª e 12ª colocação, respectivamente. Ambos podem ser ultrapassados por Cruzeiro e Sport no complemento da oitava rodada. 

AGENDA
O próximo jogo do Palmeiras será na quarta-feira, às 21h, em casa, contra o Atlético-GO. Já o Bahia joga na quinta, contra o Corinthians, às 19h30, em Itaquera

CARTOLA FC
Yerry Mina (9 pontos), Willian (8.90), Keno (8.40), Prass (8) e Guerra (6.40) foram os palmeirenses que mais pontuaram no Cartola. Tchê Tchê (0.30) foi o único que negativou.

No Bahia, João Paulo, que saiu do banco, fez 10.70 e foi o maior pontuador do jogo. Vinícius, autor do outro gol tricolor, fez 7.10. O goleiro Jean, vazado quatro vezes, negativou (-5 pontos).

PRIMEIRO TEMPO
Os primeiros 45 minutos foram muito movimentados. Com ritmo intenso, Bahia e Palmeiras tiveram boas chances para abrir o placar logo no início da partida. Na primeira oportunidade, os donos da casa pararam em Fernando Prass, que defendeu chute de Renê Júnior e evitou cruzamento de Edigar Junio na sequência. A resposta dos visitantes foi quase que imediata, e com gol. Após lançamento de Guerra, Keno só foi parado após carrinho de Rodrigo Becão dentro da área – os tricolores reclamaram da marcação de pênalti, alegando que o zagueiro tocou apenas na bola. Na cobrança, Róger Guedes bateu cruzado e abriu o placar. Bem posicionado na defesa, o Verdão viu sua vantagem acabar na última jogada do primeiro tempo após uma linda jogada individual de Zé Rafael. O meia driblou Mina e finalizou dentro da área. Fernando Prass defendeu o primeiro chute e também o rebote de Edigar Junio, mas não conseguiu evitar o empate dos donos da casa após chute forte de Vinicius.


SEGUNDO TEMPO
O Palmeiras voltou para a etapa final com Tchê Tchê na vaga de Mayke, com Jean sendo deslocado para a lateral direita. Coincidência ou não, o time melhorou. Aos 2, Róger Guedes marcou, mas o gol foi corretamente anulado por impedimento. Aos 3, Keno puxou contra-ataque e acertou belo chute de fora da área. O ritmo foi caindo. O Palmeiras passou a cozinhar o time do Bahia, administrando o tempo e os espaços. E chegou ao terceiro gol em cobrança de falta de Jean, desviada de cabeça por Juninho e completada por Mina, de carrinho, quase em cima da linha, aos 37. Dois minutos depois, porém, Juninho falhou de forma bizarra, e João Paulo recolocou o Bahia no jogo. O tricolor baiano tinha pouco mais de cinco minutos para pressionar o time paulista em busca do empate. A equipe comandada por Jorginho foi para o abafa, enquanto o Verdão esperava a chance do contra-ataque, num cenário muito semelhante ao da vitória palmeirense por 3 a 1 sobre o Fluminense, na semana passada. E foi dessa forma que o time chegou ao quarto gol, com Willian, em chute de fora da área: 4 a 2 Palmeiras

Fonte: Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante para nós, comente essa matéria!